Pular para o conteúdo principal

Rede Transamérica deixa de transmitir jogos para o Rio de Janeiro e Brasília. Dono da CNN pode adquirir emissora

Exclusivo

atualização 11/08/2021 10:20 



 Há um ano a direção da Rede Transamérica ampliava o projeto de transmissões esportivas em grandes praças como Rio de Janeiro e Brasília, mas o ótimo projeto infelizmente não emplacou e, segundo fontes, vai deixar de existir a partir da segunda-feira da próxima semana dia 9 de agosto.
No caso de Brasília o projeto já tinha terminado há algum tempo,  agora, tudo indica, seria a vez do Rio de Janeiro, que deve ir até o próximo domingo dia 8 de agosto. Após essa data alguns profissionais da equipe esportiva seriam relocados na programação de São Paulo ou da rede, outros teriam que deixar a emissora. No Rio de Janeiro o projeto segue nos moldes antigos de arrendamento de horário com profissionais locais, inclusive a equipe anterior  do projeto de rede vai retornar.
A ausência de patrocinadores nesse período de pandemia pode ter atrapalhado o excelente projeto, outro fator que pode ter contribuído foi a ausência de nomes conhecidos ou profissionais consagrados nas praças locais que poderia alavancar o projeto das  transmissões esportivas com equipe própria da emissora  terminasse após  1 ano.
Equipe de esportes da Transamérica RJ se despede semana que vem
📷 Divulgação Transamérica

No caso de Brasília o projeto já tinha terminado há algum tempo,  agora será a vez do Rio de Janeiro, que vai até o próximo domingo dia 8 de agosto. Após essa dada alguns profissionais da equipe esportiva serão relocados na programação de São Paulo ou da rede, outros terão deixar a emissora. No Rio de Janeiro o projeto segue nos moldes antigos de arrendamento de horário com profissionais locais, inclusive a equipe anterior  do projeto de rede vai retornar.

O projeto segue firme a focado com a  competente equipe de esportes de São Paulo que há pouco mais de três semanas ganhou investimento na área do áudio visual,  programas e transmissões esportivas  ganharam um moderno estúdio com equipamentos de última geração, melhorando o que já existia anteriormente.

A  parceria com a CNN Brasil completa um ano no mês que vem, o saldo satisfatório de qualidade, audiência  foi aprovado tanto pela emissora como pela multinacional do segmento jornalístico  e olha que ele pode ser ampliado uma vez que o  empresário Rubens Menin que é sócio majoritário da CNN Brasil e fundador de 3 grandes empresas: MRV Engenharia, Banco Inter e Log Commercial Properties Gustavo pretende comprar a emissora. Menin comprou em maio a tradicional  Rádio Itatiaia de Minas Gerais e a sua rede de rádios, o sonho e ampliar o projeto que sairá do papel provavelmente ainda esse esse ano adquirindo a Rádio Transamérica. Oficialmente o assunto não é divulgado, mas o interesse é grande e  caso a proposta não tenha sido feita, a tentadora proposta deve ocorrer em breve.


O empresário Rubens Menin é sócio majoritário da CNN Brasil
📷 
Gustavo Lima/WikimediaCommons...


.Atualmente, a Transamérica possui emissoras próprias em São Paulo (100,1 FM), Rio de Janeiro (101,3 FM), Belo Horizonte (88,7 FM), Curitiba (100,3 FM), Brasília (100,1 FM), Salvador (100,1 FM) e Recife (92,7 FM), além de mais 20 afiliadas. No total, a rede cobre 196 cidades brasileiras, com população potencial de 55 milhões de pessoas.

__________________________
O outro lado - Notificação/ Direito de Resposta
email enviado pelo escritório de advocacia da emissora em 10/08/2021  18:44 horas

São Paulo-SP, 06 de agosto de 2021. Ofício s.n./2021

 Ao Responsável legal da Rádio Cheni no Campo (ou quem suas vezes fizer) Assunto: Notificação extrajudicial. Veiculação de informação infundada.

Cumprimentando V. Sa., a Rede Transamérica de Comunicação, neste ato representada por seus bastante procuradores, vem respeitosamente desmentir a informação veiculada na rede social Twitter no último dia 02/08/2021, mediante conta do usuário @CheninoCampo, a partir de postagem realizada no respectivo blog intitulado “Cheni no Campo”.

1 Em suma, referida publicação propala um suposto encerramento do “projeto de transmissões esportivas em grandes praças, como Rio de Janeiro e Brasília [...] a partir da segunda-feira, dia 09 de agosto”, além de ventilar a suposta aquisição da Rede por determinado canal de televisão por assinatura. A Rede Transamérica de Comunicação comunica a V. SA. que a publicação em apreço carece de mínimo fundamento. No que tange em específico à praça do Rio de Janeiro, deu-se tão somente a reformulação da equipe, com vistas a uma maior modernização das transmissões, as quais terão a regular continuidade, assim como os programas diários. De sorte que não procedem as alegações de que 1 Conteúdo disponível em: https://cheninocampo.blogspot.com/2021/08/rede-transamerica-deixa-detransmitir.html. Acesso em: 06/06/2021

 2 tais transmissões ocorreriam “até o próximo domingo, dia 8 de agosto” e de que, “após essa dada [sic], alguns profissionais da equipe esportiva serão relocados [sic] na programação de São Paulo ou da rede, outros terão [sic] deixar a emissora”. Igualmente, a Rede Transamérica de Comunicação informa que não há qualquer conversa ou negociação que possa resultar na fusão, cisão ou aquisição da rádio por qualquer grupo empresarial ou indivíduo.

 A Rede Transamérica de Comunicação reconhece a importância do ofício jornalístico, assim como das novas tecnologias, tais como blogs, mídias e redes sociais, em seu mister de ampliação do acesso à informação. Lamenta, no entanto, o repasse de informações sem a devida e rigorosa apuração dos dados obtidos, sem lhes aferir a veracidade ou, ainda, sem respeitar os critérios de noticiabilidade que devem nortear as boas práticas da profissão e sem qualquer responsabilidade. A propagação de informações inverossímeis ou mesmo fraudulentas, como a de que se cuida na presente Notificação, aptas a ludibriar o receptor e a influenciar seu comportamento, acarreta prejuízos potenciais ou efetivos, no caso, à Rede Transamérica de Comunicação, perante assinantes, patrocinadores e, sobretudo, seus colaboradores. Isso posto, fica V. Sa. desde já NOTIFICADO de que poderá ser responsabilizado civil e penalmente por danos decorrentes de conteúdo gerado, na hipótese de não tomar as providências para, no âmbito e nos limites técnicos do seu serviço, tornar indisponível ou retificar, em todos os canais, redes e domínios, o conteúdo cá apontado como inautêntico e danoso, dentro do prazo improrrogável de 24 (vinte e quatro horas) contados do recebimento da presente notificação, sob pena da adoção das medidas judiciais cabíveis.

 R. Funchal 411 – 4º andar, cj 42. V. Olímpia. São Paulo – SP, 04551-060. +55 [11] 31923845. www.slslaw.com.br

3 A fim de se evitar tal situação, reiteramos o pedido de resolução deste imbróglio de forma amigável e extrajudicial, no prazo assinalado, impreterivelmente, com a respectiva comprovação de cumprimento enviada ao e-mail andre@slslaw.com.br. Sem mais para o momento, antecipamos o agradecimento pela urgência a ser dispensada por V. Sa. à resolução da presente demanda. Atenciosamente

www.slslaw.com.br

__________________________

Do Blog  


Há 13 anos neste espaço falamos muito a respeito dos veículos de comunicação e seus profissionais e até o momento nunca houve um processo, mas claro que vivemos em um país democrático e isso pode ocorrer.

O trabalho exercido nesse espaço sempre foi e continua sendo, feito conforme a  ética jornalística com total isenção e  respaldo da Constituição Federal que ressalta em   seu  5º, XIV:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XIV - e assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.


Defendemos o livre exercício da profissão e combatemos a intimidação aos jornalistas  e que  em momento algum se  enfraqueça a democracia, já tão mutilada em nosso pais.


Blog Cheni no Campo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DEPOIS DE JOSÉ SILVÉRIO, CAPITAL CONTRATA NARRADOR DA 105 FM

 LEANDRO BOLLIS REFORÇA TIME DA CAPITAL Após uma década, Bollis  deixa a 105 FM Emissora retoma o departamento esportivo e quase dois meses depois da chegada do  jornalista e empresário Oliverio Júnior, mais que duplicou sua audiência nos horários com bola rolando.  Consolidada no segmento popular  a Capital finalmente migrou e agora pode ser ouvida no FM  77.5 (faixa estendida) da cidade de São Paulo, o foco desde o início do ano  se tornar uma emissora  multiplataforma vem conseguindo atingir seus objetivos, isso deve-se muito a volta das  transmissões de futebol  e a chegada do narrador José Silvério,  o narrador que marcou seu nome na história do rádio esportivo por décadas narrando os principais fatos da história do futebol na Jovem Pan e  Rádio Bandeirantes de São Paulo foi o principal nome  que arrastou milhares de fãs e órfãos do "PAI DO GOL" que nos altos de seus 75 anos bem vividos  retoma a narração esportiva como um garoto que vinha de Minas para narrar do rádio p

A Maior tragédia do futebol brasileiro - 17 anos sem Serginho

Em 27 de outubro de 2004, o zagueiro Serginho, do São Caetano, sofreu uma parada cardiorrespiratória aos 15 minutos do 2º tempo da partida contra o São Paulo, sendo declarado morto no hospital às 22h45. Sete dias depois, os atletas e a comissão técnica da equipe do ABC tiveram que voltar ao Morumbi para jogar os 30 minutos restantes do duelo, pelo Campeonato Brasileiro, mesmo ainda em estado de choque.  No vídeo que separamos mostramos o trecho da transmissão ao vivo da Rádio Globo naquela noite e uma matéria da ESPN Brasil com os desdobramentos (acompanhem abaixo) Quando Serginho desabou nos pés do atacante Grafite, do São Paulo, na área defensiva do São Caetano durante jogo entre as equipes pelo Brasileirão 2004, há exatos 15 anos, a apreensão tomou conta do Morumbi e de todos que acompanhavam a partida. A morte de Serginho no gramado chocou o mundo do futebol e foi responsável por mudanças drásticas no Brasil e até mesmo fora do país.   Os cuidados clínicos com os atletas se inten