quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Lançamento do livro do Dr. Osmar de Oliveira

Evento de lançamento acontece em São Paulo, na próxima terça-feira, no Bar O Torcedor, anexo ao Museu do Futebol

O médico Osmar de Oliveira tem em seu currículo 40 anos dedicados ao futebol e à medicina esportiva. Ao longo dessa trajetória, que inclui o trabalho como médico esportivo, narrador e comentarista em diversas emissoras de rádio e TV, Osmar de Oliveira colecionou diversos casos curiosos e engraçados do mundo esportivo. Cinqüenta dessas histórias são contadas agora no livro Causos do Doutor Osmar (Editora Nacional).
As histórias incluem gafes históricas de cartolas, imprevistos que só acontecem com os locutores, as escorregadas dos repórteres durante as transmissões, o comportamento dos jogadores dentro e fora de campo, sem esquecer, é claro, das pérolas proferidas pelo ex-presidente do Corinthians Vicente Matheus.
Causos do Doutor Osmar é um livro para quem quer se divertir com as histórias do esporte e relembrar personagens inesquecíveis como Telê Santana, Paulo Machado de Carvalho, João Saldanha, Luizinho do Corinthians, entre tantos outros. Muito bem ilustrado e com fotos do acervo do autor, o livro é leitura obrigatória para quem gosta de boas e curiosas passagens, contadas somente nos bastidores e nas rodas de amigos.
Evento de lançamento: Na próxima terça-feira, 25 de novembro, às 19 horas, acontece em São Paulo a sessão de autógrafos do Dr. Osmar, no Bar O Torcedor. Praça Charles Miller, s/n - anexo ao Museu do Futebol - Pacaembu.

Causos do Doutor Osmar - divertidas histórias do futebol contadas pelo famoso comentarista esportivoAutor: Osmar de Oliveira - Páginas: 112Preço: R$ 23,90

Segue portanto a dica/convite aos leitores desse evento.
O Dr. Osmar de Oiveira é sem dúvida uma das pessoas mais respeitadas no meio futebolístico.
E o livro deve ser bem interessante, além das boas histórias o preço também é convidativo.

O que vai ser do rádio? + demissão 2 - Bandeirantes

Mais uma vez fico preocupado com o meio que tanto amo, o rádio.
Ele sempre foi o "patinho feio" das mídias, tendo sempre a menor fatia do mercado quando falamos em investimento em publicidade.
Sinceramente não sei qual será o seu futuro em meio à web, mp3,4,5,6,7,8 e outras mídias que indiretamente fazem o ouvinte se distanciar a cada dia.
Acredito que o futuro do AM deve ser o mesmo de outras faixas como OC (ondas curtas), OM (ondas médias), ou seja, a extinção que também deve atingir o FM em alguns anos.
O que pode salvar o FM talvés seja o jornalismo. Porém, ele precisa urgentemente de investimento, e por isso (pouco investimento no setor) é que falo em extinção do FM.

Deixe registrada a sua opinião, comentando esse post.
************************************

Depois do Sidney Rezende (ex-CBN RJ) que tanto admirava, agora foi a vez do Zé Nello Marques da Bandeirantes seguir o mesmo caminho.
Ouço o Nello há pelo menos 15 anos, e sou fã de seu trabalho> Pois bem, ele e outros profissionais foram demitidos da rádio Bandeirantes nesta terça-feira dia 18.
Não sei qual o motivo, mas o Zé em seu blog escreveu o seguinte:

"Gostaria de informar que a partir de hoje não mais faço parte da Rádio Bandeirantes. Depois de 25 anos (dois períodos) e algum desgaste de material, deixo centenas de amigos, jovens e mais experientes e a todos, quero expressar a minha mais profunda gratidão pelos ensinamentos, paciência e carinho demonstrados ao longo desses anos. Trabelhei com figuras fantásticas, mas gostaria de citá-las com um só nome: Salomão Esper. Desde os tempos da pré-falência da casa nos anos 80, com as novelas abrindo buraco na portentosa rádio (espero que não se repita) , Salomão sempre foi amigo e conselheiro nas boas e más horas. Em nome dele, o meu abraço a todos, lembrando que os ciclos terminam e as janelas se abrem de tempos em tempos. Aos amigos do site, continuo nesse espaço e brevemente, quem sabe, em outros microfones".

Lembro que o horário da manhã na emissora demorou para se ajustar um comunicador: passaram por lá Monaliza Perroni, Luci Molina, Cláudia Matarazzo entre outros que não emplacaram.
O Zé Nello chegou e cativou o ouvinte rapidamente , ao mesmo tempo mesclava a seriedade
com um humor "picante" e as vezes irônico. Isso sem falar dos excelentes editoriais, simplesmente diferenciados.
Boa sorte ao Zé, em breve tenho certeza que estará em outra emissora.
" O terrível...." como se referia ao trânsito caótico, talvés possa ser o termo certo para usarmos ao meiorádio, cada vez mais incerto e "terrível".
Além do Zé Nello Marques deixaram também a emissora Antenor Bicudo (central técnica), Nilton Carlos (comentarista de internacional), Geraldo Pedrosa (repórter Rio) e Cláudia Oliveira (produção de Esportes).
Presto solidariedade à todos e desejo boa sorte.

Palmeiras, São Paulo e Corinthians unidos em campanha solidária

Goleiros e torcidas organizadas de Palmeiras, Corinthians e São Paulo participam de campanha da Secretaria de Estado da Saúde até o final de novembro

Jogadores e torcedores dos maiores rivais do futebol paulista se unirão por uma causa nobre: incentivar a doação de sangue no Estado de São Paulo. O objetivo é levar aos bancos de sangue um número maior de voluntários e transformar a doação voluntária e rotineira.
A campanha “Eu dou o sangue pelo meu time”, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde, irá de 22 a 30 de novembro contar com a participação dos goleiros Marcos (Palmeiras), Rogério Ceni (São Paulo) e Felipe (Corinthians). Eles cederam o direito de uso de suas imagens para o material promocional a ser distribuídos nos hemocentros, hemonúcleos e unidades de saúde pelo Estado, entre banners, cartazes e folhetos.
Um posto móvel irá percorrer a sede de três torcidas organizadas para realizar a coleta de sangue dos torcedores que desejarem doar. No dia 22, sábado, será a vez dos corintianos da Gaviões da Fiel mostrarem, mais uma vez, que dão o sangue pelo time, das 10h às 14h, na Rua Cristina Tomaz, 183, Bom Retiro. E no dia 23, domingo, o posto móvel irá coletar o sangue dos palmeirenses na sede da Mancha Alvi-Verde, das 9h às 13h, na Rua Turiassu, 1.777, Barra Funda.
A primeira atividade aconteceu antes mesmo do início oficial da campanha, na último domingo, 16 de novembro, na sede da Dragões da Real, torcida do São Paulo Futebol Clube. “O público que vai aos estádios de futebol é formado em grande parte por pessoas jovens e saudáveis, que são o perfil do potencial doador de sangue. Com esta campanha pretendemos mobilizar a população para este gesto importante que ajuda a salvar vidas”, afirma Osvaldo Donnini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.
Mais informações com a Secretaria de Estado da Saúde
Assessoria de Imprensa
(11) 3066-8709 / 8708

demissões 1 - crise

Editora Peixes decide acabar com cinco revistas

A Editora Peixes, do grupo Companhia Brasileira de Multimídia, do empresário Nelson Tanune, vai deixar de publicar cinco revistas: Terra, Dom, SKT, Speak Up e Habla!.
Segundo sua assessoria de imprensa, as publicações se transformarão em um site, “um mega-portal de informação e entretenimento”. As demais revistas da editora – Gula, Fluir, Próxima Viagem, Viver Bem e SET – continuarão a ser produzidas em papel. “Buscam-se ganhos de escala e eficiência na aquisição de insumos, impressão e distribuição, bem como maior presença no mundo digital”, disse a assessoria da CBM, em nota.
Nesta terça (18/11), não há informações sobre a possibilidade de demissões e como ficarão os quadros da editora.
fonte site comunique-se