E agora, VAR? Debate sobre o árbitro no Museu do Futebol

O VAR (sigla em inglês para árbitro assistente de vídeo), uma das grandes novidades da Copa de 2018, passou a ser adotado também no futebol brasileiro. A partir das quartas-de-final da Copa do Brasil, a CBF adotou o sistema de câmeras cujo principal propósito é dirimir dúvidas e acabar com lances polêmicos dentro das quatro linhas. A versão tropical do aparato, contudo, ainda tem uma série de interrogações. E é justamente por isso que o Museu do Futebol, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, programou para o dia 10 de agosto, às 19h30, um debate gratuito sobre o assunto. O evento será realizado no auditório do Museu do Futebol e contará com nomes como Manoel Serapião Filho, instrutor de árbitros e idealizador do VAR; Raphael Claus, árbitro Fifa/SP; Sandro Meira Ricci, árbitro que trabalhou nas duas últimas Copas (2014 e 2018) e que participou da equipe da Fifa para uso do VAR no Mundial da Rússia; Fernanda Colombo, ex-auxiliar de arbitragem e escritora; e Roberto Perassi, ex-árbitro, instrutor de árbitros da Fifa e da Conmebol e diretor de desenvolvimento de arbitragem da FPF (Federação Paulista de Futebol). A mediação será do ex-árbitro Daniel Destro, autor do livro “Grandes árbitros do futebol brasileiro”. Após o evento haverá sessão de autógrafos com os escritores Daniel Destro e Fernanda Colombo.
SERVIÇOE agora, VAR? Debate sobre o árbitro de vídeo e como isso pode mudar o futebol brasileiro  - Data: 10/08/2018 - Horário: Início às 19h (duração aproximada: 3 horas) - Local: Auditório do Museu do Futebol (com capacidade para 178 pessoas - 174 cadeiras fixas e 4 lugares para cadeirantes)

Comentários