quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Convergência de mídias quando convêm

exemplo negativo
Olha que legal (ou não), o narrador e o comentarista da tv estão também no rádio!
Olha que legal  (ou não),  o programa da tv está passando simultaneamente no rádio!
Olha que legal, o site agora está informando quem vai fazer o jogo na tv aberta, na tv fechada e até o site vai fazer o jogo em tempo real.
"Ué", mas a rádio não é do mesmo grupo? dia desses o comentarista estava lá, será que virou concorrente
Esse é a "famosa" Convergência de Mídia, quando convêm é claro.
Aplausos aos envolvidos em uma Organização, ou se preferir um Grupo que sempre joga o rádio para escanteio.
Lembrando que tudo começou com o rádio há décadas e décadas atrás e hoje ele esta foi esquecido, ou se preferir jogado para escanteio. 

Reprodução: GloboEsporte.com

exemplo  positivo 
No último dia 17 de fevereiro o ex-jogador e atualmente comentarista de rádio e tv Caio Ribeiro, mostrou como funciona uma transmissão de jogos em meios diferentes: rádio e televisão. Na última quarta-feira, ele comentei o jogo entre  Napoli e Real Madrid, pela Liga dos Campeões, para a Rádio Globo, que fez o jogo em rede, a narração foi de Alex Escobar dos estúdios do Rio de Janeiro. Depois, à noite, ao lado do Casagrande, Cléber Machado e Paulo César Oliveira, trabalhou no clássico entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Conheça os bastidores das duas transmissões em um exemplo positivo de convergência de mídia.
Vídeo: GloboEsporte.com
atualizado 15 horas