sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

CBN São Paulo sabatina o prefeito João Dória para balanço de um mês de gestão

A jornalista Fabíola Cidral entrevista
 o Prefeito  João Dória 
No próximo sábado, dia 4 de fevereiro, o CBN São Paulo recebe o prefeito João Dória para falar sobre o primeiro mês no comando da maior cidade do país. Em discussão, os assuntos que deram o que falar em janeiro: aumento da velocidade nas marginais, programa Cidade Linda, pichações e grafite. A sabatina tem duração de uma hora e vai ser comandada pela apresentadora Fabíola Cidral, com a participação da jornalista e comentarista da CBN Renata Lo Prete.
Serviço: Local: Teatro Eva Herz - Livraria Cultura do Conjunto Nacional Endereço: Avenida Paulista, 2.073 - São Paulo - SP Data: 4/02/2017 Horário: 11h * Para participar é necessário retirar um par de ingressos (por pessoa), que será distribuído as 10h do dia do evento. Os participantes poderão entrar no Teatro Eva Herz até as 10h45. Após este horário, a entrada será liberada para os que estiverem na fila de espera.
Foto: Reprodução

Rádio Memória - Rádio Nacional

Recordamos aqui alguns anúncios publicitários da Rádio Nacional que chamava o ouvinte 
 torcedor vai um banner publicitário, para sintonizar a emissora que na época, era transmitia nos  980 KHz, no Rio de Janeiro (atualmente  a Rádio Nacional está  nos 1130 AM). O chefe desta emissora tradicional e que sacudiu o dial carioca nos fins dos anos 70 e início dos 80, era  José Carlos Araújo, o garotinho na época tinha o slogan: "Mudei e Gostei".  Abaixo  segue  a campanha publicitária da  Copa do Mundo de 1978, na Argentina.




Antes da Copa, em 20 de fevereiro de 1977, em jogo válido pelas eliminatórias para a Copa do Mundo da Argentina, o extinto Jornal do Brasil, publicou esse  anúncio  do jogo Brasil x Colômbia, partida que teve a narração do "garotinho" José Carlos Araújo,  participações de Deni Menezes e Washington Rodrigues. Nos comentários, quem deu a "palhinha" foi Geraldo Borges, pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro.

Colaboração da jornalista Isa Guedes