Ondas Curtas edição 84

Gilberto Gil também lamentou
 o fim da MPB FF
A partir da meia noite desta quarta-feira dia 01 de fevereiro termina a trajetória da MPB FM, foram demitidos 40 funcionários  da emissora que estava no ar desde 1994. Não teve acordo na renovação de arrendamento  entre o Grupo Bandeirantes  e o Grupo Fluminense de Niterói. Assim a frequência 90.3 Mhz FM  será ocupado pela BandNews FM que hoje é sintonizada em 94.9 FM.  

Em relação a Bradesco Esportes FM uma coisa é certa, o  banco não vai continuar no projeto que ao que tudo indica vai até o mês de março,  a tendência é que o projeto termine na primeira quinzena de março.  A frequência  em São Paulo 94, 1  será devolvida ao Grupo Bell e a frequência própria no  Rio de Janeiro , 91,1 FM  pode continuar com o Grupo Bandeirantes ou ser arrendada para  uma igreja do segmento cristão.  A coluna entrou em contato com o Grupo Bandeirantes e com a Assessoria do Banco, ambos  comentaram apenas que o contrato segue em vigência e ponto.


A  palavra da moda nos meios de comunicação é:  Convergência de mídia! Nome até bonito, mas na verdade o que os "gestores" não admitem é que essa "moda" aumenta o desemprego, encolhe salários, unificar redações que vão trabalhando cada vez mais. Se não produzir, escrever, gravar, editar e etc... tá fora. No futebol é como bater o escanteio e cabecear na área. Claro que existem exceções como dos figurões da tv que tentam reerguer a audiência da rádio, grupo etc.... E assim segue o cortejo do rádio.


Depois de Alex Escobar e Júnior no Rio de Janeiro, chega a hora de Casagrande e Caio Ribeiro estrearem na seleção Globo-CBN de São Paulo. Nesses dois casos   ambos começaram já passaram pela Rádio Globo e depois foram pra TV. Caio Ribeiro é o grande exemplo que rádio depois tv dá certo, mas e o contrário?

Priorizar profissionais da TV tendo uma boa e competente equipe no rádio é como falar mal daquele jogador que sempre carregou o piano e com contratação do mais badalado, acaba encostado e desmotivado... assim ele fica até ser dispensado e o diretor ou presidente do clube segue por lá mesmo criticado pela torcida.. e o time geralmente despenca pelas tabelas quando a contratação é um desastre. 


A CBN Santos encerrou suas atividades nesse dia 31 de janeiro. A  direção da emissora  que operava  em 99,7 MHz FM há 3 anos na baixada santista  demitiu 15 funcionários.



Depois da Super Tupi, chega email alertando a coluna que outras empresas do ramo de comunicação estão devendo há meses para seus poucos e guerreiros funcionários, sendo que alguns nem lá estão mais.  Um é o Portal Imprensa o outro é Rádio Nova Difusora AM de Osasco. Ambos  estão no vermelho atrasando  pagamentos de  salários, além dos salários,  décimo terceiro em outro casos até rescisões. Informações que  foram checadas pela coluna,  em ambos  as respectivas diretorias estão se mobilizando para  fazer o pagamento, no caso do Portal Imprensa que edita a Revista Imprensa, alguns funcionários já começaram a receber. A direção da Nova Difusora, que é administrada pela família Rossi, prometeu quitar os atrasados  nos próximos dias.  (A coluna está  atenta aos acontecimentos e principalmente ao trabalho que está sendo feito pelo Sindicato dos Radialistas e Jornalistas do Estado de São Paulo) 


Por falar em Tupi, apuramos e checamos com a CBF que alguém tentou furar a greve e nos acréscimos  o "espertinho" caiu do cavalo.  Alguém pediu para credenciar equipe para a cobertura do jogo da amizade entre Brasil x Colômbia no Engenhão.  O "responsável"  que teria forte influência com os patrocinadores do departamento de esportes  foi    "malandrinho"  e teria pedido o credenciamento  dos repórteres   André Marques e Wagner Menezes, além  do técnico de externas  Edson Almeida Souza. A narração seria do estúdio. Porém descoberto o plano de furar a greve, funcionários alertaram e a transmissão foi abordada.


A situação das Rádios do Grupo Bandeirantes em São Paulo  é delicada financeiramente. Por isso, a chegada do bom e competente Luís Carlos Quartorollo  é muito difícil, mas não impossível já que tem uma forte amizade com Milton Neves e Neto. Com a saída do  repórter Felipe Facincane para  o Fox Sports a vaga ficaria com algum profissional da Bradesco Esportes que por sinal tem uma equipe muito boa.  

Em meio a tantas notícias ruins eis que a coluna recebe de uma fonte mais que confiável  que Belo Horizonte em breve terá um forte investidor em rádio. Praça que recentemente perdeu a Globo AM, terá  em breve um  investidor milionário. Ele já arrendou emissora e tem um plano de investimento forte. O  ainda  não é divulgado para não atrapalhar  o andamento de negociações, mas dinheiro não será o problema. Esse empresário investidor   é   um  político  e ostenta o título de mais  rico do Brasil, para se ter uma ideia ele teria  muito mais patrimônio que João Doria, prefeito de São Paulo. Pelo  que foi apurado e por incrível que pareça seu nome não está ligado a escândalos de corrupção. Em breve mais informações. 

Postagens mais visitadas