domingo, 8 de maio de 2016

Radialista e Ex- Deputado será o responsável pelo departamento de esportes da Rádio Capital

Alexandre Pires e Paulo Barboza Filho
 no projeto "BES" de 2012
A direção da Rádio Capital de São Paulo irá divulgar  em breve seu novo parceiro para o conteúdo esportivo. A emissora vice líder  de audiência no rádio am de São Paulo que contou  com  ESPN Brasil e Equipe Líder como parceiros, desta vez irá terceirizar o esporte para o radialista e ex-deputado estadual Paulo Barboza Filho,  filho do experiente radialista Paulo Barboza que também é comunicador da emissora.  Conhecido como Paulo Eugênio, Barboza Filho é comunicador experiente, apresenta seu programa na aos sábados na Capital.  Sua empresa, a Pe Comunicação já prestou serviço para a "Rádio Brahma Show", em 2012 onde   transmitia jogos na internet de forma diferente e bem humorada dos principais times do Rio e SP, o projeto apresentado e aprovado pela direção da Capital tem os mesmos moldes da Brahma Show, ou seja, o locutor é exclusivo de um determinado time, então cada um dos quatro grandes de São Paulo terá um locutor, como é hoje por exemplo em algumas praças como Belo Horizonte e Porto Alegre. Além do narrador, o comentarista será um humorista, um  deles será Marcelo Batista que fez parte do "BES" e passou pelo  Pânico da Jovem
Paulo B. Filho ( Eugênio) e Marcelo Batista 
no "Deixa que eu Chuto" da Tropical FM
Pan, Fast 89, Metropolitana e acaba de deixar a Tropical FM, Batista já trabalhou com futebol na Equipe "A Dona da Bola"  da Gazeta am anos anos 90, o outro humorista será Diguinho Coruja que também passou por Band FM junto com Paulo Eugênio e mais recentemente Tropical FM, Diguinho que tem seguidores fieis no rádio também trabalha no The Noite do SBT. Os narradores já foram contratados, 
 são conhecidos na web, mas nunca trabalharam em uma rádio física, narradores, comentaristas e  convidados especiais  farão parte do projeto que terá programa esportivo diário ( provavelmente entre 17 e 18 horas)  e transmissões dos jogos, em princípio duas vezes por semana. Uma aposta no mínimo diferente para a única rádio do am que hoje fala de esportes sem aporte do fm, um prefixo de muita tradição e respeito no mercado publicitário  que ao aceitar esse projeto, além de priorizar a parte financeira vê a necessidade de atrair um público-ouvinte mais jovem com a nova equipe de esportes  vinda do FM e da Web com uma boa dose de humor, algo já existente em  outras rádios esportivas do Brasil.
atualizado: 11:00
Fotos: Arquivo Pessoal