quinta-feira, 21 de maio de 2015

BandNews FM completa 10 anos no ar

Ricardo Boechat e Eduardo Barão nos
 estúdios da emissora
Em 2005, o mundo se despediu do papa João Paulo 2º, que faleceu aos 84 anos. O presidente americano George W. Bush, reeleito no ano anterior, tomou posse de seu segundo mandato à frente da Presidência, o líder Evo Morales se tornou o primeiro presidente indígena da história da Bolívia e tragédias naturais, como o furacão Katrina no sul dos Estados Unidos e um terremoto na região de Caxemira (Governada por Paquistão), foram responsáveis por milhares de mortes. No mesmo ano, o Grupo Bandeirantes decidiu colocar no ar uma rádio com 24h de jornalismo no FM, faixa tradicionalmente adorada pelos ouvintes de música. Dez anos depois, e presente nas coberturas dos acontecimentos mais importantes do Brasil e do mundo, a emissora não tem dúvidas de ter cumprido sua missão. Mas, claro, o desafio continua. Quem conversou com a reportagem do Portal Comunique-se sobre o assunto foi a editora executiva de redação, Sheila Magalhães, que acompanha há nove anos essa história. À época, quando foi inaugurada, a BandNews tinha como meta conquistar o público feminino e os jovens, que eram targets pouco atraídos pelo radiojornalismo. "Então, começamos a pensar em estratégias como linguagem jovem e de fácil entendimento, os assuntos que seriam tratados durante a programação e em como poderíamos traduzir temas pesados para esses públicos", conta Sheila. O modelo atingiu todo o trabalho, como explica a executiva, desde as pautas até as vinhetas, que são mais próximas do que já era feito nas emissoras musicais. O saldo das ações aparecem nos números. Atualmente, a audiência do canal fica quase dividida entre o público masculino (55%) e feminino (45%). Dependendo do mês, as mulheres lideram. "Nossa relação com os ouvintes é fundamental para a história da rádio. Nós aumentamos as campanhas de engajamento, interação e conhecemos o nosso target. O que não se pode esquecer é que o rádio tem caráter de companheiro. As pessoas precisam ser ouvidas e se sentirem acompanhadas". Todas essas informações sobre os ouvintes deram vida a projetos para a BandNews FM ao longo dos anos, como o 'Buracômetro', em que os ouvintes falam das dificuldades e apontam os buracos no asfalto. heila garante que a primeira década da rádio trouxe grandes ensinamentos e ressalta que a batalha continua com a busca por conteúdos cada vez mais plurais e em âmbito nacional com a expansão das praças. "Aprendemos que a sintonia com o público faz uma rádio diferente e melhor todos os dias. É possível manter os pilares e apostar na criatividade ao mesmo tempo. Tem que ser ousado, tem que apostar o tempo todo". Outro ponto essencial para a executiva é entender que a união entre profissionais de diversas idades dá bons frutos e resultados únicos. 
"Em 20 minutos, tudo pode mudar" 
Quem ouve rádio não pode negar: o boletim da BandNews é responsável por atualizar milhares de pessoas com as informações mais quentes no intervalo de 20 minutos. O que não se pode ignorar, também, é que em dez anos as oportunidades de apuração de notícias aumentaram. É neste sentido que o crivo dos 34 profissionais que formam a emissora, atualmente, se faz cada dia mais necessário. "As portas de informações são muitas e elas aumentam a cada ano. Antes, tínhamos email e internet. Agora, existem portais, redes sociais, WhatsApp, torpedo, etc. As ferramentas vão se unindo e o volume de pauta aumenta de maneira considerável".
 Sheila Magalhães,editora executiva
 de redação da emissora
O cenário exigiu mudanças de todo o mercado de comunicação. Na rádio, Sheila conta que a curadoria é tarefa de toda a equipe, que não mais se divide entre funções. "Aqui, não temos um apresentador, um editor e um produtor. Todos somos jornalistas e é essencial conhecer os processos e participar. Claro, temos profissionais que respondem pelos cargos, mas isso não restringe a participação em diversas posições na redação. Na BandNews, temos essas características multitarefa, o que é determinante para não deixar nosso ouvinte desatualizado". A editora executiva não deixa de ressaltar a importância de nomes como o de Ricardo Boechat na apresentação e explica que o aporte de uma marca conhecida colocou a emissora em posição privilegiada. "Nascemos dentro de um grupo com credibilidade e os nomes que temos aqui foram fundamentais para a construção da rádio. Bebemos muito dessa fonte". Sobre o mote que acompanha o canal desde seu nascimento, Sheila comenta que, embora o mercado traga mudanças, a BandNews segue com a proposta de entregar as principais notícias neste intervalo de tempo. Por falar em mudanças, com nove anos de casa, Sheila responsabiliza a rádio por seu momento profissional. "A BandNews é responsável pelo meu crescimento. Cheguei aqui como repórter. Era minha única experiência. Aprendi a lidar com noticiário, ouvinte, a me sensibilizar com os acontecimentos e a desenvolver pessoas. A rádio é uma escola. Sou eternamente apaixonada pelo projeto e não me imagino fora dele".
Fonte: Comunique-se
Foto:Divulgação BandNews FM