sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Grupo Estado deve vender ou arrendar sua frequencia em am ainda esse ano

Grupo Estado tenta contornar a crise
Em setembro do ano passado, o jornal Valor Econômico, divulgou que o Grupo Estado vivia uma crise, (veja aqui) tanto que o conglomerado de mídia comandado por Francisco Mesquita Neto recebeu autorização de acionistas para captar mais de R$ 260 milhões com a venda de oito imóveis, incluindo o bloco de prédios na Zona Norte de São Paulo, e empréstimos ou financiamentos. Uma possibilidade para levantar recursos é também a venda de concessões de rádio AM e FM e de TV da Rádio Eldorado. Pois bem, o Grupo ainda não confirma, mas existe uma negociação para que a empresa negocie o seu canal em amplitude modulada 700 Khz, ainda esse ano. Essa negociação pode ser definitiva ou em forma de arrendamento. Lembramos que está a todo vapor a migração das rádios em am para fm e que outros importantes prefixos da capital paulista podem se interessar pela ideia, pelo simplis fato de manter sua tradiconal frequencia em am e optar pela migração em fm dos 700 Khz. A dívida líquida passou de R$ 81 milhões em 2011 para R$ 77 milhões no ano em 2012, e o balanço de 2013 ainda não foi divulgado, mas não é nada animador.
Foto: Divulgação