segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Palácio do Planalto confirma assinatura do decreto do rádio AM para dia 7 de novembro

A presidente Dilma Rousseff assinará no próximo dia 7, às 11h, o decreto que permite a migração das emissoras de rádio AM para a faixa de FM. A cerimônia será no Palácio do Planalto e contará com a presença de ministros e parlamentares. O evento, que acontece no Dia do Radialista, será aberto a empresários e profissionais do setor de radiodifusão. A Abert ressalta a importância da presença de todos os radiodifusores na solenidade. “Será um dia histórico para o rádio brasileiro”, afirma o presidente da entidade, Daniel Slaviero. A medida atende a uma proposta da Abert e das entidades estaduais de rádio e televisão que, preocupadas com o aumento dos níveis de interferência sobre o rádio AM, em 2011, se mobilizaram para defendê-la junto ao governo. Cerca de 1,8 mil emissoras poderão deixar a faixa de AM. A mudança, no entanto, não será obrigatória. “O rádio AM ganhará em competitividade com a transmissão na faixa de FM. Estamos muito satisfeitos porque o governo compreendeu a importância do nosso pleito”, afirma Slaviero. A migração poderá ocorrer tão logo autorizada nos municípios onde o espectro de FM estiver livre. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está encarregada de estudar o plano básico do rádio para verificar a disponibilidade de canais.
Fote:  Assessoria de Comunicação ABERT

Cartão Verde recebe goleiro do Palmeiras

Fernando Prass estará no Cartão Verde
Nesta terça-feira (29/10), a equipe do Cartão Verde recebe o goleiro do Palmeiras Fernando Prass. No programa, ele se une aos comentaristas para falar do Campeonato Brasileiro, dos jogos de semifinal da Copa do Brasil, da Copa Sul-Americana e, principalmente, da campanha palmeirense na segunda divisão, que culminou no acesso à Série A do Brasileiro na última rodada. Vai ao ar às 22h, na TV Cultura. Com seis rodadas de antecedência, o Palmeiras assegurou seu retorno à elite do futebol brasileiro no último sábado (26/10), no Pacaembu lotado. O empate por 0x0 contra o São Caetano foi o suficiente para garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Apesar da volta à primeira divisão, membros da torcida organizada Mancha Alviverde vaiaram o time ao final da partida. O protesto foi prontamente abafado pelo restante da massa palestrina que ainda estava no estádio e gritava o nome do clube. Líder da Série B, o Palmeiras precisa de mais nove pontos para assegurar o título. Para iniciar a busca pela pontuação necessária e garantir a taça, a equipe comandada por Gilson Kleina vai a Curitiba no próximo fim de semana. Lá, o Palmeiras enfrenta o Paraná no estádio Durival Britto. O Verdão joga ainda contra Joinville, Paysandu, Boa Esporte, Ceará e Chapecoense. No total, o Palmeiras soma 21 vitórias, 6 empates e 5 derrotas no nacional. Um dos pilares da equipe na Campanha da Série B, Prass chegou ao Palmeiras no início de 2013, após sair do Vasco por atrasos de salário. Aos 35 anos, o experiente goleiro já se tornou ídolo no Alviverde e tem contrato com o clube por mais duas temporadas. Prass iniciou sua carreira no Grêmio-RS em 1989. Anos depois, o goleiro integrou o elenco do Coritiba, defendendo o clube entre 2002 e 2005. Contratado então pelo União Desportiva de Leiria, de Portugal, permaneceu em terras lusitanas até 2008. Em 2009, assinou com o Vasco da Gama, chegando a disputar 248 jogos com a camisa do clube carioca.
Foto: Divulgação - TV Cultura