segunda-feira, 9 de setembro de 2013

ESPN demite jornalista após críticas feitas à torcida do Grêmio

Flávio Gomes fez duras críticas no
twitter e foi demitido
Após críticas à torcida do Grêmio, o jornalista da ESPN Brasil, Flavio Gomes, foi demitido. As informações são do UOL, que afirma que o comunicado foi feito internamento aos colaboradores da empresa. A ESPN ainda não falou sobre o caso.  Flavio Gomes foi dispensado na tarde desta segunda-feira, 9, o diretor de jornalismo do canal, João Palomino, pediu desculpas aos torcedores após as críticas, que também foram lançadas no microblog pelo jornalista Arnaldo Ribeiro. No comunicado, Palomino disse que ambos foram repreendidos e que a postura da emissora não combina com o teor das mensagens. "As opiniões não refletem em nada o pensamento dos canais ESPN. Existe orientação interna para o bom uso das redes sociais. A conduta da ESPN sempre foi do maior respeito com os torcedores, sejam gremistas, colorados, etc. Por isso, medidas internas já foram adotadas para comprovar nosso compromisso com o futebol, com a paixão e com o que isso representa. Até a pé nos iremos na defesa deste compromisso. Abraços e obrigado pela compreensão", escreveu o diretor. Os integrantes do canal esportivo opinaram sobre a vitória do clube gaúcho contra a Portuguesa, 3 x 2, na Arena gremista. Gomes chegou a dizer que o juiz era "vagabundo" e o time "escroto". Ribeiro pediu para que monitorassem "as ligações de Fabio Koff e cia para comissão de arbitragem e CBF nos últimos dias". Hoje, Ribeiro disse que, em "momento algum, quis desrespeitar o Grêmio e sua torcida com meus comentários. Me excedi, entendo a revolta de vocês e peço desculpas”. Gomes não falou mais sobre o assunto. Antes de demitir Gomes, a ESPN havia divulgado nota oficial sobre o caos. Veja na íntegra: A ESPN lamenta o episódio que envolveu Flavio Gomes e Arnaldo Ribeiro, profissionais do canal, no último sábado, após o jogo entre Grêmio e Portuguesa pelo Campeonato Brasileiro. A opinião expressada através de redes sociais pessoais dos profissionais ESPN não refletem a opinião do canal, que sempre prezou por imparcialidade e profissionalismo, sendo reconhecido por sua independência e correção de conduta. Medidas internas já estão sendo tomadas para prevenir que outros episódios como esse aconteçam. A ESPN reafirma seu compromisso em tratar o esporte e o espectador brasileiro com o mais profundo respeito e dentro da mais rigorosa responsabilidade profissional.
Fonte: Comunique-se
Foto: Reprodução/ ESPN