segunda-feira, 30 de julho de 2012

Ondas Curtas - edição 16

* Dono da maior audiência do rádio brasileiro, o programa "Momento de Fé" comandado pelo Padre Marcelo Rossi, líder de audiência da emissora há 10 anos, deve mesmo acabar em setembro. Ninguém na emissora ou da equipe do Padre confirma, mas o pedido vem do próprio Padre Marcelo que tem problemas particulares como a agenda por exemplo.

 * O comunicador Antônio Carlos, também da Rádio Globo tem o seu contrato vencendo mês que vem e ainda não houve um acerto para renovação do "Show do Antônio Carlos".

* Vale lembrar que a partir da quarta-feira que vem, dia 1/8, Bruno Thys, assume definitivamente como Diretor Geral do Sistema Globo de Rádio no lugar de Rubens Campos que vai morar e estudar nos Estados Unidos, sua missão é a de dar sequencia ao plano de restruturação da emissora que visa melhorar os índices de audiência, principalmente no Rio de Janeiro. 

* A Rede Record, emissora que detém com exclusividade os diretor das Olimpíadas de Londres pediu U$ 800 mil dólares para as emissoras de rádio de São Paulo transmitirem o evento e U$ 200 mil dólares para as demais emissoras fora da capital. 
Resultado: Somente as rádios Gaúcha de Porto Alegre e Itatiaia de Belo Horizonte estão transmitindo diretamente de Londres/IBC as Olimpíadas para o rádio do Brasil.

* Muito bom o trabalho das emissoras que estão cobrindo jornalisticamente as Olimpíadas em Londres, em especial a equipe dos canais ESPN, que além da equipe de rádio, também está utilizando os profissionais do site e da tv.

* O título de maior equipe de rádio que cobre as   Olimpíadas de Londres vai para o time  da rádio Gaúcha. A emissora do Grupo RBS tem cinco profissionais de microfone em Londres: Sérgio Boaz, André Silva, José Alberto Andrade, Luciano Périco e Cléber Grabauska. 

* Essa semana o produtor Vladimir Bianchini  a repórter Kamila Malynowskyj deixam  a Rádio Globo de São Paulo. Para a vaga de Kamila, a direção novamente vai optar por uma mulher. 

* A Rádio Bradesco Esportes precisa urgentemente de um narrador. Para o mercado paulista a emissora  conta só com Hugo Botelho para o setor. Entre Bradesco Esportes e Portal Terra, Hugo está trabalhando mais de 12 horas por dia. 
Ainda na Bradesco Esportes, o bom e polivalente Fernando Camargo além de âncora é agora também comentarista da emissora.

ERRATA: Sérgio Patrick não deixou a Bradesco Esportes, saiu apenas da coordenação. O jornalista segue na emissora como correspondente das Olimpíadas. 

* A TV Corinthians deve mesmo passar para as mãos da TV Bandeirantes. Uma nova reunião essa semana deve selar a parceria entre as partes. Porém, todo o equipamento que foi comprado pelo investidor do projeto ainda não foi pago, e o banco que fez o empréstimo ameaça pegar os modernos equipamentos que foram orçados em mais de 3 milhões de reais de volta.


* Deva Pascovicci está feliz da vida com sua fase profissional. O principal locutor da Rede CBN já foi procurado e sondado por outras emissoras de rádio e tv, agradeceu o interesse, mas fez questão de afirmar que  está muito bem na CBN onde tem contrato até o final de 2013.

* Com as ausência do comentarista André Coutinho que está cobrindo para a emissora a Olimpíada de Londres, a BandNews FM teve a ótima ideia de convidar o jornalista José Calil, para comentar Cruzeiro 2 x 1 Palmeiras. Calil, já trabalhou como comentarista na Rede TV e Transamérica FM e é uma ótima opção para a emissora. 

* A direção da Rádio Transcontinental de Mogi das Cruzes, infelizmente não abraçou a ideia de transmitir jogos de futebol.
O receio é grande de mudar a programação que é líder de audiência há anos, uma pena, pois o projeto  tinha tudo para dar certo.

* Com a impossibilidade de usar a marca "TUPI" as emissoras de São Paulo am e fm que pertencem ao empresário Paulo Abreu, deve optar pelo nome de "Super Rádio". A marca TUPI, pertence aos Diários Associados que via justiça proibiu o uso da marca por parte das emissoras que operam em São Paulo. 

* Se tudo der certo a direção da Rádio Iguatemi am deve reativar o seu departamento esportivo em agosto. 


Só lembrando aos colegas, principalmente do Portal da Imprensa que as notas são exclusivas. 
Até a próxima....

Rádio Estadão ESPN cria Prêmio Iniciativa de Ouro

A Rádio Estadão ESPN quer mostrar e premiar o que entidades estão fazendo pelo futuro dos jovens brasileiros. A emissora já está com as inscrições abertas para o Prêmio Iniciativa de Ouro Rádio Estadão ESPN, que visa reconhecer as entidades que promovem a inclusão social de jovens atletas por meio de programas de incentivo à prática de esportes. Com patrocínio do Bradesco e apoio da Decolar.com, o Prêmio Iniciativa de Ouro Rádio Estadão ESPN faz parte do Projeto Olímpico do Estadão e é destinado a escolas, fundações ou pessoas jurídicas que possuam um projeto de apoio à prática de esportes, independente do tamanho ou número de participantes. A iniciativa também não limita o número de projetos por entidade. 
Para inscrição – que já estão abertas – basta acessar o site do prêmio (premioiniciativadeouro.com.br) e preencher o cadastro on-line. 
Uma comissão julgadora definirá as três melhores iniciativas, que serão premiadas com medalhas de mérito. O prêmio é auditado pela Bordin Consultoria. Os contemplados também terão seus projetos divulgados detalhadamente nos principais canais de mídia do Grupo Estado, o que deve gerar mais visibilidade e contribuições para os projetos. “O Prêmio objetiva reconhecer as boas iniciativas, não importando o tipo ou tamanho do projeto. O importante é o auxílio prestado ao desenvolvimento social e esportivo destes jovens atletas.
A cerimônia de entrega acontecerá no próximo dia 14 de agosto (terça-feira), às 20h, no Museu do Futebol (Praça Charles Miller – Pacaembu). 
O evento contará com a presença de personalidades de diversos setores da sociedade.