Rede Globo deve contratar 70 até agosto

A Rede Globo, em decorrência de ter que eliminar jornada excessiva de trabalho de suas equipes editoriais, comprometeu-se a contratar 150 jornalistas e radialistas para suas redações até fevereiro do ano que vem. Com isso, cumprirá decisão da Procuradoria do Trabalho da 1ª Região. A própria empresa vai decidir sobre a cota de jornalistas e de radialistas entre os 150 funcionários, mas 70 deles devem ser contratados até agosto. Esse foi o resultado de um acordo firmado em 12/12/ 2011, homologado em fevereiro deste ano, e que comporta ainda multa de R$ 1 milhão. 
O Ministério Público fez uma investigação que concluiu ter havido irregularidades trabalhistas na empresa quanto ao controle de frequência dos funcionários. “Foi constatado excesso de jornada e que esse excesso é habitual, e não extraordinário”, disse ao Sindicato dos Jornalistas do Município a procuradora Carina Bicalho, do Núcleo de Combate às Fraudes Trabalhistas. Record, SBT e Bandeirantes também estão na mira da Procuradoria no Rio. Na Record, o Sindicato estima que metade da redação carioca é composta por pessoas jurídicas (PJ), mas a empresa alega que adota a prática apenas para salários mais altos – o que, para o Ministério Público, não faz diferença.

Postagens mais visitadas