Rádio Estadão ESPN cresce e amplia cobertura

Às vésperas de completar um ano, a Rádio Estadão ESPN mostra que renovou o dial nacional e já apresenta bons resultados de audiência. Em janeiro, comparado com o mês de dezembro, segundo o Ibope, a emissora teve crescimento de 34% na AM e 49% na FM. Esses números estão bem acima do meio, que teve, no período, queda de 4% no AM e alta de 3,2% no FM.
Os bons resultados vêm conjuntamente com o aumento da rede Estadão ESPN. Desde o início de fevereiro já está no ar a Rádio Estadão ESPN Campinas, na frequência 90,7 FM. Com ela, a Rede Estadão ESPN já conta com 19 emissoras afiliadas, atingindo um total de 389 municípios em seis estados.
Lançada em março de 2011, a emissora já conquistou importantes premiações: o Prêmio APCA, o Troféu Ford Aceesp e o Prêmio Veículos de Comunicação, da Revista Propaganda, como Lançamento do Ano. No período, a rádio conquistou outros importantes resultados, como exclusividade na cobertura de eventos para o meio, tais como a transmissão da Fórmula 1, os jogos da NBA, da Liga dos Campeões da UEFA e o Super Bowl.
Para Filomena Salemme, editora-chefe da Rádio Estadão ESPN, o grande diferencial da emissora é ter apresentado um projeto que não só alterou a forma de fazer rádio, mas como se entende o jornalismo no futuro para o meio. “A emissora surgiu como uma nova alternativa de jornalismo e esportes, no meio rádio e na internet. Com integração total entre todos os veículos do Grupo Estado e da ESPN, contamos com mais de 700 jornalistas de todas as redações, em um esquema participativo e inédito no dial brasileiro. Esses profissionais entram no ar com informações de diversos assuntos, criando uma rádio moderna e interativa e totalmente multiplataforma”, avalia.
João Palomino, diretor de Jornalismo dos canais ESPN, acredita que o crescimento de audiência é importante. “Tivemos um primeiro ano para mostrar ao mercado e aos fãs do esporte nosso jeito de fazer rádio. Temos de celebrar esse aumento e termos consciência que o desafio para 2012 estará na consolidação de nosso trabalho.”
“O crescimento expressivo de audiência nos permite dizer que estamos no caminho certo e preparados para a cobertura de grandes fatos esportivos e de interesse geral e, assim, oferecer o melhor do jornalismo para nossos ouvintes. Outro ponto importante é a resposta que já temos recebido do mercado anunciante, que entendeu nossa proposta, firmou e confirmou parcerias relevantes na programação. O novo conceito também possibilitou abordagens e formatos exclusivos e diferenciados, o que nos permitiu alcançar os bons resultados”, afirma Acácio Luiz Costa, diretor-geral da Estadão ESPN.

Postagens mais visitadas