quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Se mexendo!

Haissem Abaki - nome de peso da
Estadão/ESPN
Já escrevermos aqui que foi ótima e mais do que acertada a decisão da direção de jornalismo da Rádio Estadão/ESPN em trazer de volta ao rádio  paulistano o jornalista Haisem Abaki, que apresenta a edição da tarde (13h às 14h) e a edição da noite (18h às 20h) do programa “Estadão no Ar” na emissora que é sintonizada em (AM 700 – FM 92,9).
A chegada de Hainsem minimizou a equivocada saída de Caio Camargo, momentos antes da nova fase da emissora.
Porém, a programação matutina onde a prestação de serviço e agilidade na informação se não é igual a da tarde é pelo menos mais exigida no que diz respeito a um profissional de peso.
A emissora ganhou em qualidade e acredito em quantidade de ouvintes no período da tarde e noite com a chegada do âncora que ficou por mais de onze anos no Grupo Bandeirantes. Será que esse público não gostaria de ouvir Haissem ao lado de Vanessa di Sevo e também de Mia Bruscato?
Há espaço para todos nessa nova fase da emissora que busca captar novos ouvintes, mesclar nomes conhecidos no jornalismo como o próprio Haisen e Vanessa di Sevo,  Elder Ferrari, Alessandro Sabella e Paulo Henrique Souza com profissionais vindos da imprensa escrita até que não é tão ruim, mas colocar nomes de peso como o de Haissem, José Nelo Marques (hoje na Tupi am), Caio Camargo (Rádio SP/RJ), Heródo Barbeiro (TV Record News), Rodrigo Simon (ex-CBN) ou outras opções, poderiam alavancar a audiência.
Propaganda e publicidade para divulgar novos projetos também ajudam - Os jornais "Estadão" e  JT, além do Portal e das tvs Web Estadão e ESPN  são do mesmo grupo ou no caso da ESPN parceira.


Não é segredo pra ninguém que a direção da Rádio Globo de São Paulo sonha e chega até a delirar com a aquisição de um canal em frequência modulada em São Paulo.
Recentemente o acerto com uma emissora popular estava quase fechado, até o que o seu proprietário refugou e frustrou a direção da família Marinho que quer retransmitir a programação da matriz carioca e da filial paulista no FM.
Há algumas semanas a revista "Isto É" trouxe a seguinte matéria falando do declínio da igreja da bispa Sônia/ Renascer em, Cristo.
Vejam na íntegra clicando aqui
A emissora de tv demitiu todos os profissionais da madrugada, e há quem diga que se a situação não melhorar, infelizmente muitas pessoas do grupo, que detém emissoras em frequencia modulada, devem seguir o mesmo caminho.
Entendenderam a ligação entre o poder e o querer?

Cobertura do Pan



Para a cobertura da Rádio Estadão/ESPN  nos jogos Panamericanos de Guadalajara.
Os enviados do site ESPN Thiago Arantes e Antônio Strini estão fazendo uma excelente cobertura do evento para a emissora que tem uma grade bem flexível, isso permite várias entradas oportunas da dupla ao longo da programação.


Lembrando que Transamérica com André Galvão e o Portal Terra com o polivalente Marcelo do Ó, que também trabalha na 105 FM não ficam nada a desejar.

Inclusive a cobertura do Terra na modesta opinião do BLOG é a mais completa aqui no Brasil e também em território do Pan.

Você quer saber o que é um profissional polivalente?

Marcelo do Ó  nos estúdios do Portal Terra
Muitos ouvintes da 105 FM não sabem que Marcelo do Ó  começou como freelancer no Portal Terra na Copa do Mundo de 2006, narrando os compactos dos 64 jogos e apresentando ao lado de Fernando Gavini (Hoje na ESPN) os boletins Copa 2010.

Já contratado em 2007 como apresentador, narrador e editor assistente do esporte de Terra TV começou a fazer de tudo um pouco no Portal:
Finais do ATP de Estoril e Stuttgart – 2007 e 2008
Campeonato Sul-Americano Sub-17 e Sub-20 – 2007 e 2009
Jogos Olímpicos de Pequim 2008 – Destaque para a narração da final olímpicas do vôlei feminino (a primeira da história)
Copa do Mundo Feminina Sub-20 Fifa – 2008
Jogos Olímpicos de Inverno 2010 – destaque para a final do Hóquei no Gelo (CAN x EUA) e do Curling Masculino
NBA – temporadas 2008-09 e 2009-2010
Formula Indy – temporada 2010 e SP Indy 300 2011
Ancorou direto da África do Sul a  cobertura do mundial 
No jornalismo não esportivo o chamado geral apresentou o resgate dos mineiros do Chile, queda do avião Airfrance, funeral de Michael Jackson, apuração das Eleições 2010, casamento real (2011), entre outras
Como repórter esteve na cobertura do Tsunami no Japão em março, se destacou também pela cobertura da invasão do Morro do Alemão e o massacre das crianças em Realengo.
Em Guadalajara, Marcelo do Ó ocupa as várias  funções: repórter especial/âncora, entrevista na “rua” os atletas brasileiros e eventualmente ancorando transmissões, como a cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos.
Para quem quiser acompanhar, Marcelo está diariamente em  edições do "Boletim Guadalajara 2011" (sem horários definidos) Algumans reportagens estão na página do jornalista no Facebook:  www.facebook.com/marcelonarrador ou pelo site do terra: www.terra.com.br
Além disso, participa também do programa 105 FM Futebol Club, de segunda à sexta, falando rapidamente sobre o Pan.
Foto: Divulgação