segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Audiência esportiva RJ

Há anos a dispita entre Globo e Tupi no Rio de Janeiro vai muito além do esporte e das amplitudes moduladas. Nos últimos anos a Tupi saiu na frente ao ser a primeira emissora de esportes a retransmitir a sua programação na FM. Pouco tempo depois a Globo também conseguiu um canal em freqüência modulada para retransmitir a sua programação. A disputa acirrada no am, passou para o fm, porém nós últimos meses a Tupi está abrindo uma boa vantagem mês a mês.
O Blog divulga aqui com exclusividade a boa “briga” pela audiência  no rádio esportivo carioca.

Dados referentes ao último trimestre (maio a julho de 2011) 
audiência = ouvintes por minuto


DOMINGOS 16H00 ÀS 20H 00
TUPI AM + FM
104.701
GLOBO AM + FM
 64.425

QUARTAS-FEIRAS 22H00 ÀS 24H00
TUPI AM+ FM
138.185
GLOBO AM + FM  79.067


QUINTAS-FEIRAS 22H00 ÀS 24H00
TUPI AM + FM 94.695
GLOBO AM + FM 58.578



SÁBADOS 16H00 ÀS 20H00
TUPI AM + FM121.099
GLOBO AM + FM
 58.578


Rede surgiu em 2001
Sabe aquela máxima de que time que está ganhando não se mexe? Bem, ela não vale para quem manda na  Rádio Globo. Os responsáveis conseguiram acabar com uma  programação líder e vitoriosa no Rio de Janeiro  e também em São Paulo. 
Em 2001 a direção mudou radicalmente a programação e deixou a identificação e o carisma regional de lado e optou pela padronização e neutralidade da "Rádio Globo Brasil". A partir daí, a Super Rádio Tupi  começou a perceber que sua audiência subia mês a mês começou a apostar ainda mais em uma programação regional, reforçou seu time de comunicadores e passou a se   identificar cada vez mais com a cidade e consecutivamente com seus ouvintes. Essa postura associada a uma estratégia certeira deu mais do que certo.
Quando a direção da Rádio Globo percebeu isso, tentou reverter o quadro com programas locais, como o Globo Cidade por exemplo, mas  não mudou muita coisa não, uma vez que já tinha perdido um considerável número de ouvintes por minuto para a concorrente.
Hoje o grande exemplo  da programação reginal x nacional é o horário noturno. Enquanto a Globo tem o Panorama Esportivo que   fala  dos clubes do eixo Rio/São Paulo e Minas, a Tupi investe no  "Giro Esportivo"  que fala  exclusivamente  dos times cariocas.
Tirando um eventual confronto entre paulistas e cariocas em uma determinada competição, o que interessa para o ouvinte carioca saber dos times paulistas ou vice-versa?
A ideia da Globo em  fazer um programa nacional é  ótima, mas que vale para a tv, não vale para o rádio.
Mudar esse quadro seria possível somente com o fim da rede, e isso vale para a toda programação da esportiva até a popular.  Fato esse  completamente descartado pela direção da emissora. A Tupi agradece.

E você,  prefere ouvir uma programação nacional da Globo Brasil ou a regionalizada como a da Super Rádio Tupi?