Redes Sociais e o Rádio

Emissoras tradicionais do jornalismo e do esporte já começaram a investir pesado no ouvinte/internautas , novidades já estão acontecendo a todo vapor

Com o aumento considerado de internautas no Brasil e conseqüentemente as redes sociais, a maioria das emissoras de rádio estão se adequando a nova linguagem, novos canais de comunicação com o ouvinte surgem todos os dias.
Hoje as emissoras voltadas aos jornalismo possuem sites ou blogs  e dentro deles o ouvinte tem a opção de escutar a programação on-line. As emissoras aproveitam esse  canal  para divulgar  o endereço de suas redes sociais como twitter, Facebook  entre outros existe também os Blog direcionados ao publico alvo como o Show de Bola ra Rádio Capital e o Pimba na Gorduchinha da Rádio Globo/SP. Comunicação via email e telefone ainda existem, mas aos poucos serão ultrapassados.  
E o mais interessante, com a OBRIGATÓRIA "Voz do Brasil", as emissoras estão explorando a prestação de serviço e o entretenimento com programas exclusivos para a Internet dentro desse horário das 19 às 20 horas.
Hoje  quem explora mais  o twitter é a Rádio Estadão/ESPN que em um curto espaço será uma emissora 100% esportiva, todos os profissionais  possuem uma conta no twitter e assim, convidam seus seguidores a ouvirem a emissora com o tradicional radinho em casa ou no carro ou pelo modo convencional, que hoje é via computador ou celulares que já possuem um aplicativos voltado  para isso.
Ainda falando de Estadão/ESPN hoje a emissora é mais ouvida em celulares e computadores do que no próprio rádio, segundo  dados do próprio instituto que mede a audiência.
Essa é a tendência de hoje e vai aumentar ainda mais  a curto prazo, não se pode ignorar  o poder de compra do ouvinte em geral, e muito menos a sua capacidade de interação com as mídias sociais.
Pensado nisso a Estadão/ESPN investe pesado com seu próprio profissional para aumentar sua audiência seja na internet onde já quebrou recorde de audiência com transmissão de futebol, ou no rádio, onde deve alcançar melhores índices com a mudança de nome e nova freqüência no FM.
Pensando nessa nova linguagem a emissora que já foi conhecida como Eldorado e virou Estadão no final de março colocou um dos nomes dos programas esportivos como  Esporte.com  que vai ar ar de segunda à sexta-feira 11:30 até 13 horas. 
Já a Rádio Globo, líder de audiência também na Internet apostou ainda mais no seguimento com um programa esportivo exclusivo só para Internet que foi lançado na última segunda-feira o Esporte@GloboSP que já tinha sido lançado no Rio de Janeiro e caiu nas graças dos ouvintes/internautas.
E olha que não estamos falando das Web Rádios  que crescem no Brasil inteiro e de certa forma acabam "roubando" ouvintes das emissoras tradicionais. No Seguimento esportivos temos em São Paulo as webs: Voz do Futebol, Futebol pela Internet, Futebol Interior, Corinthians, Lusa, São Paulo e outras  que estão por vir
Qual será o próximo passo das emissoras e  qual o caminho do jornalismo e do esporte no rádio com tanta rapidez e tecnologia?
Anderson Cheni

Postagens mais visitadas