sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Rádio Bandeirantes destaca jornalismo de opinião em campanha publicitária

divulgação
\
Rádio Bandeirantes (AM 840 KHz e FM 90,9 MHz - São Paulo/SP) lança hoje (13) uma campanha publicitária destacando o jornalismo de opinião, uma das marcas registradas da emissora.
As peças publicitárias que serão veiculadas nos principais jornais e revistas, ressalta a atuação de alguns dos profissionais da RB nas suas respectivas editorias: no jornalismo, José Paulo de Andrade, Salomão Ésper e Joelmir Beting; no esporte, José Silvério, Mauro Beting, Sérgio Patrick e Ulisses Costa.
Criada pela House do Grupo Bandeirantes de Comunicação, a campanha apresenta o novo slogan da Rádio Bandeirantes: "A Rádio que tem opinião".
Uma das marcas mais respeitadas e de maior credibilidade e tradição do Radiojornalismo brasileiro, a Rádio Bandeirantes está no ar há 72 anos é transmitida via satélite para mais de 1000 municípios brasileiros.
A emissora também pode ser ouvida pelo iPhone por meio do aplicativo gratuito "Band Rádios", disponível na iTunes Store.
Campanha Rádio Bandeirantes - Ficha técnica de criaçãoCriação: Enio MainardiRedação: André YasakaDireção de arte: Martin Luz
Fonte: Tudo Rádio

São Paulo FC Social























Imagine-se pai de uma criança ou, então, no lugar da própria, vítima de Mucopolissacaridose (MPS), doença genética rara para a qual só há tratamento aprovado pela ANVISA para os tipos I, II e VI e que não são custeados pelo SUS (Sistema Único de Saúde)? As crianças têm os sintomas agravados e a qualidade de vida piorada. Sem medicação, o crânio começa a sofrer mudanças, aumentando de tamanho e deformando as feições do rosto. Baço e fígado também aumentam de tamanho, dando ao paciente uma barriga disforme e inchada.
Com o tempo, coluna e articulações começam a sofrer o processo de enrijecimento e, por tabela, a doença acaba afetando os músculos. Em estágio mais avançado, a MPS atinge pulmões, laringe e o coração, causando a falência do organismo.
Mais que manter os pacientes vivos, a medicação tem mostrado, na prática, que é possível assegurar qualidade de vida a seus portadores. “O tratamento ainda não faz parte da lista de medicamentos excepcionais do SUS e por isso o medicamento não é disponibilizado para os pacientes”, diz Regina Próspero, presidente da Associação Paulista dos Familiares e Amigos dos Portadores de Mucopolissacaridose. As famílias têm que recorrer à Justiça para conseguir o medicamento.
Não existe “prevenção”, mas é importante o acompanhamento periódico, com intervalos de 4 a 6 meses, observam os médicos, para controle do portador de MPS. Em geral, geneticistas, pediatras ou clínicos fazem o acompanhamento.
De acordo com Regina Próspéro, tudo no portador de MPS requer cuidado especial. Da fsioterapia do paciente à observação do sono (podem morrer de apnéia) e a higiene bucal.

APOIO

A Associação Paulista dos Familiares e Amigos dos Portadores de Mucopolissacaridoses (www.apmps.org.br), com sede em Guarulhos, ganhou um poderoso aliado na luta para alertar e informar a população sobre a doença: o São Paulo Futebol Clube.
O Clube, através do programa São Paulo Social, literalmente vestiu a camisa da Associação e entra em campo com sua mais completa escalação. Além de doar alimentos para as famílias e amigos dos portadores de MPS, que em geral são humildes e contam com o Governo para prover o medicamento às crianças, o São Paulo programou duas ações para chamar a atenção da sociedade e dos meios de comunicação para a doença.
Depois de visitar o Centro de Treinamento do clube na Barra Funda, mês passado, as crianças portadoras de MPS entram em campo sábado (14/11), no Morumbi, no jogo São Paulo e Vitória, para chamar a atenção da sociedade sobre o problema que afeta - e muitas vezes mata - meninos e meninas em todo o País.

SERVIÇO

Existe no País um centro de referência para problemas genéticos, o IGEIM (http://www.igeim.org.br/), que fica em São Paulo telefone 5081-9620. Trata-se de um instituto de genética e erros inatos do metabolismo que disponibiliza testes laboratoriais e faz o acompanhamento clínico dos pacientes. Há, ainda, a Rede MPS Brasil, que atende pacientes com Mucopolissacaridoses na região Sul do Brasil. Mais informações através do telefone: 0800510 2030 ou acesse www.ufrs.br/redempsbrasil.



Fonte: Primeira Página AC

Fim de semana esportivo na TV Gazeta


Os principais campeonatos mundiais param por conta das partidas da repescagem da Copa do Mundo de 2010. No final de semana esportivo da TV Gazeta, alguns destes jogos são destaque na programação.
No sábado, dia 14, serão transmitidos dois jogos.
A partir das 14h, Rússia e Eslovênia lutam por uma vaga para a Copa do Mundo de 2010, no jogo de ida da repescagem. A partida será transmitida ao vivo.
Às 16h15, o esporte feminino entra em ação, com o jogo Novo Mundo x Santos, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil de Futebol Feminino. A equipe de Marta, Cristiane e companhia, atual campeã da Libertadores de América, luta por mais um título.
No domingo, dia 15, a TV Gazeta exibe, a partir das 14h, mais uma partida válida pela repescagem da Copa: Portugal x Bósnia.

Programação do sábado, 14/11
13h – Febre de Bola
14h – Eliminatórias (Repescagem): Rússia x Eslovênia – Ao Vivo
16h15 – Copa do Brasil de Futebol Feminino: Novo Mundo x Santos

Programação do domingo, 15/11
14h – Eliminatórias (Repescagem): Portugal x Bósnia
21h30 - Mesa Redonda
Fonte: AI TV Gazeta