quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Bradesco Esportes do Rio de Janeiro acaba nesta quinta-feira (23/02)

           E   x   c   l   u   s   i   v   o
Conforme antecipamos no último dia 7 de fevereiro aqui na coluna (veja aqui) , a Bradesco Esportes FM chega ao fim, porém a emissora não sairá do ar em São Paulo e Rio de Janeiro de forma simultânea. A partir de amanhã quem sintonizar a Bradesco Esportes Rio FM 91,1 Mgz , não vai encontrar mais a emissora no dial carioca e muito menos nos aplicativos que deve reproduzir os  94.1 Mgz de São Paulo. A definição do fim antecipado  aconteceu hoje na emissora, assim a Bradesco Esportes sairá do ar a partir desta sexta-feira dia 24 de fevereiro e provavelmente conforme escrito aqui o canal será arrendado provavelmente para uma instituição religiosa. Nos últimos meses o maior investimento de uma equipe esportiva no Brasil foi feita pelo empresário e narrador Edilson Silva, que acreditava que seria possível  continuar com espaço na emissora, porém não teve acordo e agora a tentativa e de seguir com sua equipe na BandNews FM. As negociações prosseguem, porém sem muito otimismo por parte de alguns diretores da emissora all news.  Já a frequência da Bradesco em São Paulo segue normalmente a sua programação até o próximo dia 12 de março, data  de seu término. 

Deva Eterno!

Imagens: Santos Futebol Clube

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Convergência de mídias quando convêm

exemplo negativo
Olha que legal (ou não), o narrador e o comentarista da tv estão também no rádio!
Olha que legal  (ou não),  o programa da tv está passando simultaneamente no rádio!
Olha que legal, o site agora está informando quem vai fazer o jogo na tv aberta, na tv fechada e até o site vai fazer o jogo em tempo real.
"Ué", mas a rádio não é do mesmo grupo? dia desses o comentarista estava lá, será que virou concorrente
Esse é a "famosa" Convergência de Mídia, quando convêm é claro.
Aplausos aos envolvidos em uma Organização, ou se preferir um Grupo que sempre joga o rádio para escanteio.
Lembrando que tudo começou com o rádio há décadas e décadas atrás e hoje ele esta foi esquecido, ou se preferir jogado para escanteio. 

Reprodução: GloboEsporte.com

exemplo  positivo 
No último dia 17 de fevereiro o ex-jogador e atualmente comentarista de rádio e tv Caio Ribeiro, mostrou como funciona uma transmissão de jogos em meios diferentes: rádio e televisão. Na última quarta-feira, ele comentei o jogo entre  Napoli e Real Madrid, pela Liga dos Campeões, para a Rádio Globo, que fez o jogo em rede, a narração foi de Alex Escobar dos estúdios do Rio de Janeiro. Depois, à noite, ao lado do Casagrande, Cléber Machado e Paulo César Oliveira, trabalhou no clássico entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Conheça os bastidores das duas transmissões em um exemplo positivo de convergência de mídia.
Vídeo: GloboEsporte.com
atualizado 15 horas

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Santos homenageia Deva Pascovicci na Vila Belmiro

Como antecipamos nesse espaço em dezembro de 2016, (veja aqui) a diretoria do Santos cumpriu o prometido,  e inaugurou no último sábado dia 18 de fevereiro  o setor de cabines de transmissão para tvs Devair Paschoalon, nome de batismo do grande narrador  Deva Pascovicci, que foi uma das 71 vítimas fatais do acidente aéreo  da LaMia, no triste dia 28 de novembro em Medellín. Deva foi um santista apaixonado pelo time da Vila Belmiro, infelizmente  nos deixou precocemente aos 51 anos.
Carolina, filha do narrador
Deva Pascovicci
P
rofissional exemplar,  sempre foi imparcial quando transmitia no rádio ou na tv, só os amigos mais próximos sabiam o quanto ele "cornetava" ou comemorava após terminar o seu trabalho quando transmitia jogos do Santos. As filhas Carolina e Mariana Paschoalon, além d e Rosana,  viúva do narrador estiveram na inauguração do espaço e foram presenteadas pela diretoria com flores e camisa personalizada do peixe. Parabéns a diretoria do Santos, seus conselheiros e principalmente ao presidente Modesto Roma pela linda homenagem.
Fotos: Divulgação


Rádios do Grupo Bandeirantes transmitem o Carnaval de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador

As rádios do Grupo Bandeirantes transmitem os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo, além da festa em Salvador. Confira a seguir os detalhes da programação. A Rádio Bandeirantes e a BandNews FM se unem na transmissão do desfile das escolas de samba da capital paulista na sexta-feira e no sábado. A equipe terá André Coutinho na apresentação, Letícia Valente e Willian Kury nas reportagens e o cantor e pesquisador musical especialista em samba Helder Celso nos comentários. A Rádio Bandeirantes leva ao ar até sexta-feira a série “Samba de Sampa”, que conta as histórias dos samba enredos das escolas paulistanas deste ano. A emissora também acompanha a folia nos principais blocos de São Paulo e a festa em outras cidades do Brasil, como Salvador, com a participação especial de Betinho, que apresenta o Band Folia na tela da Band. No domingo de Carnaval, a Rádio Bandeirantes abre espaço para a cobertura do Oscar. A partir das 22h, o programa “Bandeirantes Acontece” acompanha a cerimônia direto de Los Angeles com apresentação de Paulo Galvão e comentários de Edison Delmiro e Marcio Tadeu. Além da festa em São Paulo, a BandNews FM também acompanhará a folia no Rio de Janeiro no domingo e na segunda-feira de Carnaval. O desfile das escolas de samba será apresentado por Pablo Ribeiro, reportagens de Flávio Besse e Pedro Antônio Guimarães e comentários de Bruno Felippo. Ao longo de todo o carnaval, a BandNews FM também levará aos ouvintes todas as informações sobre as principais festas no Brasil, como Salvador e Recife, além de toda a prestação de serviço para quem vai viajar. A Band FM transmitirá os desfiles das escolas de samba de São Paulo. Robson Ramos na apresentação, Marcinha e Wilson na reportagem e comentários de Lívia Andrade. A emissora também marca presença em Salvador com um estúdio avançado dentro do camarote da Planeta Band Othon. A emissora transmitirá flashes ao vivo direto da festa durante todos os dias de folia, sempre a partir das 20h, com participação especial de Lívia Andrade.

Rádio Memória - Motorádio

1969 Pacaembu - Eli Coimbra (esquerda)
entrega o Motorádio o volante  Denílson
 do Flu,  eleito melhor jogador em campo. 
Os mais novos não vão se lembrar, porém quem gosta de futebol já ouviu a famosas histórias de que os bons jogadores do passado eram presenteados com o MOTORÁDIO. Foi assim nos anos 60, 70 e parte dos anos 80, essa a última década de ouro do rádio esportivo. O Motorádio era  um aparelho de rádio para carros, que tinha grande captação de áudio e grande alcance radiofônico. O Motoradio virou lenda no nosso futebol por ser durante duas décadas o prêmio de melhor jogador nas partidas. 
A saudosa TV Tupi premiava os atletas com um aparelho Motoradio, depois vieram as grandes emissoras de rádio do eixo Rio-SP. Entre as inúmeras histórias dos jogadores que ganharam o famoso aparelho se destaca a frase verídica  de Biro-Biro, melhor em campo no empate por um gol contra a Ponte Preta, sua frase foi destaque na  edição de 19 de outubro de 1979 na Revista Placar, disse o volante: “A moto eu vou vender e o rádio eu vou dar para minha avó”. Arrancando risadas de todos até hoje. O jogador pensava que eram dois prêmios. No inicio da década de 1990, foi constituída a empresa Audiomótor que utiliza a marca Motobras, sendo que os sócios da empresa Audiomótor foram antigos funcionários da Motoradio. A fábrica está atualmente situada na cidade de Brasópolis, MG conta com escritório também em São Paulo.
Fotos: Revista Placar

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Humor e Solidariedade


No próximo dia  08/03, às 19 horas, o Teatro João Caetano apresenta o espetáculo: " Num é mole ser Duro! Humor e Solidariedade". um espetáculo de humor com dois grandes nomes da TV e do rádio: Paulinho Gogó (personagem de Maurício Manfrini) e Manoel Tamancas (de Luizinho Campos).  Toda a renda será revertida aos trabalhadores em greve na Super Rádio TUPI, há meses sem salários, décimos terceiros, e sem recolhimento de FGTS. Prestigiem.
Fonte e Foto: Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro