quinta-feira, 1 de dezembro de 2016




Rádios de Chapecó vivem clima de devastação após mortes de jornalistas


"Se a Chapecoense vai ter que se reconstruir, a crônica esportiva de Chapecó também vai ter que se reconstruir", disse Ivan Carlos, radialista da Super Condá, num intervalo entre programas na quarta-feira. Em meio ao luto, ao desgaste emocional de encarar a burocracia para trazer corpos de colegas de empresa ao Brasil, ainda existe a missão de seguir preenchendo programações. As rádios esportivas da cidade não pararam de trabalhar, mas nestes dias operam em clima de devastação.
Seis profissionais de quatro rádios da cidade morreram no acidente aéreo que vitimou a delegação da Chapecoense na Colômbia, na segunda: Gelson Galiotto e Edson Luiz Ebeliny (Rádio Super Condá), Fernando Schardong e Douglas Dorneles (Rádio Chapecó), Jacir Biavatti (Rádio Vang FM) e Renan Agnolin (Rádio Oeste Capital). Apenas o narrador Rafael Henzel (Oeste Capital) sobreviveu.
Eram todos eles figuras populares do microfone local, identificadas com o público como as vozes que repercutiam a atualidade do time da cidade – e sua grande fase esportiva. A partir de agora, no entanto, as emissoras vão enfrentar uma reposição forçada.
"A gente sabe que, de certa forma, a sociedade de Chapecó fundou o time, e hoje o time se tornou maior do que a cidade. Os jogadores vão, os jogadores vêm, a associação fica aí. Mas os cronistas eram pessoas que a gente tinha contato direto, diário", comentou Fernando Bonner Neto, diretor da Rádio Chapecó.

Jantar reuniu a crônica esportiva de Chapecó na última sexta

Dias antes da histórica cobertura na Colômbia, para o primeiro jogo da final da Sul-Americana contra o Atlético Nacional, a imprensa esportiva de Chapecó se reuniu em um jantar de fim de ano. Praticamente todos os radialistas que viajaram estavam presentes.
"Foi a última vez que nos vimos. Estava todo esse pessoal", contou Fernando Bonner Neto, da Rádio Chapecó. "E isso nos deixa um pouco amargurados. Era tão comum eles saírem para uma transmissão esportiva que poucas vezes desejávamos um 'boa viagem', um abraço", acrescentou.

Tragédia vitima narrador premiado e popular

A voz de Fernando Schardong era presença constante no quadro Redação AM, dentro do programa Redação SporTV, da emissora de TV por assinatura. Vencedor do prêmio de melhor narrador de Santa Catarina em 2010, o profissional da Rádio Chapecó era uma personalidade local, um "vendedor de emoções".
Com 11 anos na empresa, Schardong fazia sucesso também à frente do programa "Sertão em Festa", que unia notícias e música. Seu irmão, Flávio, também atua na rádio, como coordenador de jornalismo. Era conhecido por encarar o microfone sem roteiros, com desenvoltura.

Acidente de 1976 matou dois radialistas antes de jogo da Chape

Esta não é a primeira vez que a Rádio Chapecó lamenta a perda de profissionais que viajavam na cobertura da Chapecoense. Há 40 anos, a emissora chorou a morte de dois funcionários que viajavam de carro para transmitir uma partida do Campeonato catarinense.
"Quando a Chapecoense estava iniciando no Campeonato Catarinense, em 1976, nós tivemos um acidente automobilístico em que dois colaboradores faleceram. E agora 40 anos depois a gente se depara com essa situação que é muitíssimo mais trágica, mas que também leva dois colaboradores da emissora", relatou o diretor Fernando Bonner.
Felipe Vita/UOL
Rádio Chapecó perdeu profissionais mais uma vez; em 1976, dois morreram em acidente

Pai em estado de choque na Arena Condá

Sozinho no campo, Luis Carlos Agnolin tem sido uma presença constante no gramado da Arena Condá desde a última terça-feira. Pai do jornalista Renan Agnolin, o gaúcho de Erechim lida com a dor diante de todas as referências presentes na precoce morte do filho, repórter da Rádio Oeste Capital.
"Estou aqui mais para receber as coordenadas, saber como será o traslado do corpo. Quero só pegar meu guri e levar embora", declarou, em tom de consternação e com olhos marejados. "Ele trabalhava em rádio, TV e jornal. Tinha um vínculo muito grande com a cidade", completou Luis Carlos Agnolin, que veio de Erechim acompanhado da esposa e da noiva do filho.

No ar: o trabalho não pode parar

Uma mesa-redonda na tarde de quarta-feira na Super Condá debatia a dor pela perda dos amigos no acidente da Colômbia. O programa contou com diversas manifestações de ouvintes e contato de uma emissora do Amazonas, que prestou homenagem aos profissionais de Chapecó. Nos bastidores, no entanto, o luto pela perda do narrador Gelson Galiotto e do repórter Edson Luiz Ebeliny estava presente em cada gesto ou palavra.
Felipe Vita/UOL
Na Rádio Super Condá, mesa-redonda debateu dor da perda de colegas
"Eles eram dois lutadores. Dois que superaram falta de estudo, com vontade, com empenho, com dedicação. O Gelson se transformou num narrador fazendo. O Edson se transformou em um repórter também fazendo, na prática. Dois guerreiros", comentou Ivan Carlos, coordenador Super Condá.
"Nós vamos ter que reconstruir a equipe. Não sei como a gente vai fazer, mas temos que repor os profissionais. Não parei para pensar nisso ainda, mas a gente sabe que vai ter que acontecer", concluiu o jornalista.

Vídeo da reportagem: http://tv.uol/15RvK

APCA divulga lista dos melhores em 2016

Em assembleia realizada nesta quarta, 30, no Sindicato de Jornalistas de São Paulo, os críticos da APCA elegeram os melhores de 2016 nas artes em dez categorias. A Associação Paulista de Críticos de Artes fará no primeiro trimestre de 2017 sua 60a. entrega de prêmios. A entidade, fundada 1956, premia este ano os talentos das artes em 10 categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Literatura, Música Erudita, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infanto-Juvenil e Televisão. Não houve quórum para votação em Dança e Moda. Confira os ganhadores na Categoria Rádio:

O jornalista Marcel Naves
da Rádio Estadão
Apresentador (entretenimento): Serafim Costa Almeida – Banda de Todas as Bandas – Capital AM 1040.
Repórter: Marcel Naves – Blitz Estadão – Estadão FM.
Colunista: – Claudio Zaidan – Esporte Notícia e Esporte Notícia Internacional – Bandeirantes AM/FM.
Humorista – Emerson França – Band Bom Dia – Band FM.
Produtor (entretenimento): Mariana Piza – Programa Maritaca – Rádio Vozes (www.radiovozes.com/maritaca). 
Produtor jornalístico: Renan Sukevicius – Em Alta Frequência – BandNews FM. 
Prêmio Especial do Juri: Bradesco Esportes FM, pela cobertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
Votaram: Fausto Silva Neto, Marcelo Abud, Marco Antonio Ribeiro e Silvio di Nardo.
A lista completa de todas categorias e seus respectivos vencedores você encontra na página da APCA no Faceebook
Foto: Arquivo Pessoal

Finalistas do troféu ACEESP 2016

A ACEESP informa os finalistas de cada categoria do Troféu ACEESP 2016. Os vencedores serão anunciados em 19/12 (segunda-feira), a partir das 19h30, no Esporte Clube Sírio, no jantar de comemoração dos 75 anos da entidade. Em ordem alfabética, os 3 (três) finalistas são:

Narrador de Rádio 
Oscar Ulisses – Rádio Globo 
Paulo Sodate – Rádio Tropical 
Ulisses Costa – Rádio Bandeirantes

Comentarista de Rádio 
Cláudio Zaidan – Rádio Bandeirantes
Henrique Guilherme – Rádio Transamérica
Marco Godoy – Rádio Tropical 

Repórter de Rádio 
Ana Thaís Matos – Rádio Globo 
Guto Monte Ablas – Rádio Tropical 
Lucas Basilio – Rádio Tropical 

Apresentador de Rádio 
Don Roberto Costa – Rádio Trianon 
Eduardo Moreno – Rádio Tropical 
Ricardo Capriotti – Rádio Bandeirantes 

Mídia Web 
Web Rede Contínua 
Web Rádio Coringão 
Web Rádio Verdão 

Rádio do Interior 
Rádio Bandeirantes de Campinas 
Rádio Central de Campinas 
Rádio Nova Estação FM – Franco da Rocha 

Narrador de TV 
Galvão Bueno – TV Globo 
Luís Roberto de Múcio – TV Globo 
Téo José – TV Bandeirantes 

Comentarista de TV 
Maurício Capela – Rede TV 
Paulo Roberto Martins – TV Bandeirantes
Reginaldo Leme – TV Globo  

Repórter de TV  
Abel Neto – TV Globo
Fernando Fernandes – TV Bandeirantes
Mauro Naves – TV Globo 

Apresentador de TV 
Flávio Prado – TV Gazeta 
Ivan Moré – TV Globo 
Renata Fan – TV Bandeirantes 

Narrador TV por assinatura 
Milton Leite – SporTV 
Paulo Andrade – Canais ESPN 
Romulo Mendonça – Canais ESPN

Comentarista TV por assinatura 
Alexandre Oliveira – Canais ESPN 
Luiz Ademar – SporTV 
Paulo Vinicius Coelho – Fox Sports 

Repórter TV por assinatura 
André Hernan – Sportv 
André Plihal – Canais ESPN 
Eduardo de Meneses – Canais ESPN

Apresentador TV por assinatura 
Benjamin Back – Fox Sports 
Bruno Vicari – Canais ESPN 
João Carlos Albuquerque – Canais ESPN


Site 
www.espn.com.br 
www.globoesporte.com  
www.lancenet.com.br 

Colunista/Bloqueiro 
Ademir Quintino (www.ademirquintino.com)
Luís Augusto Simon (Blog do Menon – UOL)
Paulo Vinicius Coelho (Fox/Folha de São Paulo) 


TV do Interior  
A Tribuna de Santos 
Bandeirantes de Campinas  
EPTV Campinas 


Jornal do Interior 
A Tribuna de Santos 
Correio Popular de Campinas
Diário do Grande ABC 

Assessoria de Imprensa 
Jairo Giovenardi – Basquete Osasco
Marcos Vieira Ribeiro – Flamengo de Guarulhos 
RV Sports Comunicação e Marketing – Ruany Veríssimo 

Ex-Atleta Comentarista / Colunista
Caio Ribeiro – TV Globo 
Edmundo Alves de Souza – Fox Sports 
José Ferreira Neto – TV Bandeirantes 

Prêmio Regiani Ritter : Camila Mattoso (Destaque feminino do Jornalismo Esportivo)

Prêmio Ely Coimbra: Osmar Santos 
Vencedor Melhor Matéria Imprensa Escrita (Futebol) : Matéria: Não teve Copa, mas teve grana Repórteres: Leonardo Lourenço e Martín Fernandez (Globoesporte.com)

Vencedor na categoria Furo Jornalístico
Matéria: Dossiê Handebol Repórter: Diego Garcia (ESPN) 

Vencedor em  Matéria Imprensa Escrita (Outros Esportes) : Matéria: Fórmula Truck – Um caminhão de problemas Repórteres: André Avelar, Evelyn Guimarães e Victor Martins (WARMUP) 

Homenagem Especial de 50 anos de Jornalismo Esportivo:
Edgard Alves Rodrigues (Jornal)
Juarez Soares (TV) 
Vanthier Mantovanellli (Rádio)