sexta-feira, 24 de junho de 2016

Presidente e diretor de futebol do Palmeiras processam jornalista de rádio

No dia 27 de março desse ano o Palmeiras entrou em campo pela 12ª rodada do Campeonato Paulista, dentro de campo a equipe jogou muito mal  e acabou  sofrendo uma goleada por 4 x 1 para o time  do Água Santa em Presidente Pudente, interior de São Paulo. Essa goleada teve grande repercussão entre os torcedores palmeirense que sofreram com inúmeras gozações dos rivais. Dia depois um dos membros do grupo de WhatsAppvazou  o áudio  contendo fortes críticas ao time que atingiu além do  elenco, o treinador Cuca, o dirigente Alexandre Matos até chegar ao conhecimento do Presidente do Palmeiras Paulo Nobre. Assim que a torcida descobriu as visualizações  foram  aumentando ( hoje os vídeos ultrapassam 250 mil visualizações só no YouTube)    os compartilhamentos  aumentavam cada vez mais, a reação de quem ouvia era dividida entre  quem achava  engraçado  e  os que ficavam espantados, pois o autor não era de um simples torcedor anônimo, mas sim do jornalista  Felippe Facincani, que na data ocorrida tinha menos de dois meses de trabalho na respeitada e conceituada emissora de rádio com tem quase 80 anos de fundação, sendo referência no jornalismo e com muita credibilidade no esporte, Facincani é experiente, já trabalhou em outras grandes empresas e tratou de imediatamente pedir desculpas aos envolvidos nesse infeliz acontecimento, o jornalista passou por um período muito difícil, foi suspenso e posteriormente retirado da cobertura diária do Palmeiras, clube que hoje raramente é escalado nas jornadas como repórter de campo tamanha a  repercussão negativa, teve inclusive que encerrar contas nas principais redes sociais, visivelmente abatido recebeu apoio da família, e dos  colegas, inclusive de quem por deslize assumiu a culpa pelo vazamento, foi preservado pelos coordenadores e diretores que  seguem apostando em seu trabalho como repórter e também comentarista,  afinal quem nunca cometeu um errou na vida?
Alexandre Mattos e Paulo Nobre não esqueceram o teor da gravação, muito menos as desculpas e trataram de acionar seus advogados que dias depois abriram processo contra o jornalista que agora terá que apresentar a sua defesa no Juizado Especial Criminal do Fórum Regional de Pinheiros, a ação ainda não tem data marcada. A coluna entrou em contato com a  Assessoria de Imprensa do Presidente Paulo Nobre que preferiu não se manifestar a respeito do assunto, o mesmo aconteceu com o Diretor de Futebol Alexandre Mattos. Facincani por sua vez ignorou o contato da coluna, dando a entender que não quer falar do assunto. 
Segue abaixo detalhes do processo segundo dados do TJSP:
Partes do Processo
Querelante: Paulo de Almeida Nobre 
Querelante: Alexandre Figueiredo Mattos 
Querelado: Felippe Facincani
Vistos.A lei 9099/95, especial em relação ao Código de Processo Penal, estipula que a competência para as infrações de menor potencial ofensivo devem ser processada no local em que praticada a infração (art. 63). Ainda que se trate de crime contra a honra injúria - cuja consumação ocorre quando a vítima toma conhecimento da ofensa, inaplicável o art. 70 do CPP já que no microssistema dos juizados há regra própria (art. 63).No caso em tela, segundo consta, trata-se de ofensa praticada por meio de vídeo postado na internet. Não obstante o crime tenha se consumado quando as vítimas tomaram conhecimento das ofensas - podendo ser em qualquer lugar, já que o crime teria sido cometido pela rede mundial de computadores, não se sabe, ao certo, em que local fora ele praticado (postagem do vídeo ou remessa para grupo de Whatsapp).Nesta específica situação quando não conhecido o lugar da infração o art. 92 da Lei 9099/95 autoriza que sejam aplicáveis subsidiariamente os dispositivos do CPP. Assim, consoante art. 72 do CPP, não sendo conhecido o lugar da infração, a competência deve regular-se pelo local de domicílio ou residência do réu aqui querelado. Nesse sentido, como declarado nos autos que o domicilio do querelado é na Rua Radiantes, nos termos do art. 72 do CPP, determino a remessa dos autos ao Juizado Especial Criminal do Fórum Regional de Pinheiros. Intime-se.

Radialista se especializa em narrar esportes americanos

Luis Cláudio trabalhando em evento da SPFL
Há pouco tempo o radialista Luis Cláudio, formado em locução pela Rádiooficina tinha o seu emprego garantido, mas a crise acabou empurrando Luis para a narração dos esportes americanos que cada vez mais ganha adeptos e admiradores por aqui. Entender alguns  esportes como beisebol, Futebol Americano e Hóquei pode parecer complicado pra maioria, mas pra ele é fichinha, e olha que nunca esteve em solo amaericano. Luis já trabalhou  no  Sports Plus da SKY, Bandsports, TV Mais ABC, TV Corinthians, Rádio Bradesco Esportes FM São Paulo, Rádio Nova Difusora AM 1540 e Rádio ABC AM 1570.  Hoje é contratado pelo Comitê Olímpico Rio 2016 para narrar as provas de remo da Olimpíada na Lagoa Rodrigo de Freitas. É fera em narrações em arenas, com ênfase em futebol americano. Luis é também locutor oficial da São Paulo Football League - SPFL, sendo responsável pelos eventos como  a abertura do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano no  próximo dia 09/07 na Arena Pantanal no jogo entre Cuiabá Arsenal e Corinthians Steamrollers. 
Comecei a narrar esportes menos conhecidos do público em geral, em razão da falta de narradores especializados. Pela chegada dos canais de televisão fechados, verifiquei que o narrador que conhecesse outros esportes menos populares ganharia espaço, e foi exatamente por isso que passei a estudar e acompanhar outras modalidades", disse Luis a coluna.  O Brasil é o terceiro mercado que mais consome futebol americano no mundo, ficando atrás apenas de EUA e México, e são poucos locutores que conhecem o esporte e têm interesse para divulgar e trabalhar com ele. A função do narrador no estádio é explicar o que acontece dentro de campo para aquele público que tem interesse em aprender o futebol americano. 
E para quem gosta ou quer ver de perto como funciona o esporte e o trabalho de Luis Cláudio, basta comparecer nesse domingo dia 26 a partir das 10 horas da manhã no Canindé  e prestigiar  os jogos semifinais da São Paulo Football League - SPFL, a Liga de Futebol Americano do Estado de São Paulo, com um atrativo muito especial para os amantes da bola oval: a presença de Cairo Santos, o brasileiro kicker do Kansas City Chiefs, da NFL. Cairo Santos dará o chute inicial às 10:00h para a partida entre São Paulo Storm e Santos Tsunami. Mais tarde, às 15:00h, é a vez do confronto entre Lusa Lions e Corinthians Steamrollers. Além dos grandes jogos e da presença de Cairo Santos, a SPFL vai sortear 1 passagem aérea para Miami e 1 ingresso para um jogo da NFL, além de camisetas promocionais, voos de paraquedismo indoor, buquê de flores e equipamentos para prática de futebol americano. O ingresso pode ser adquirido antecipadamente pelo endereço www.sympla.com.br/SPFL com desconto, ou, nas bilheterias do Canindé no dia dos jogos.
Foto: Arquivo pessoal

Gikovate faz programa especial na CBN durante tratamento contra o câncer

Dr. Gikovate, 73 anos, reencontra
 a platéia de seu programa
Ainda em tratamento para combater um câncer, o psiquiatra e psicoterapeuta Flávio Gikovate fará uma gravação especial do seu programa “No Divã do Gikovate” na próxima terça, dia 28 de junho, das 18h às 19h. Esse reencontro com a plateia será no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, e terá transmissão em tempo real pelo Facebook live. O Divã está temporariamente suspenso, até o fim do tratamento, mas este especial será veiculado no fim de semana seguinte. Em abril, Gikovate concedeu entrevista a Tânia Morales, âncora do CBN Noite Total, durante a qual deu um depoimento corajoso e transparente sobre a doença, enfatizando a importância de se ter serenidade para enfrentar o problema. 
Serviço: a entrada do programa é grátis e os ingressos serão distribuídos a partir das 17h. O Teatro Eva Herz fica na Av. Paulista, 2.073, Bela Vista.

Rádio Estadão tem novidades no ar

A Rádio Estadão já estreou e estreará novas atrações, acompanhando a tendência de levar ao ouvinte o melhor da cobertura multiplataforma do Grupo Estado, como o uso do estúdio na redação do sexto andar e a cobertura jornalística multiplataforma, com entradas em tempo real de profissionais do jornal impresso, por exemplo. Entre as novidades que os ouvintes já estão acompanhando estão o Vida Urbana, pílulas durante a programação (três vezes ao dia às segundas, quartas e sextas-feiras) com dicas e informações do mercado imobiliário passadas por representantes do Secovi, prinicpal entidade do segmento; Destino Certo, pílulas com a editora do caderno Viagem do Estadão, Adriana Moreira que vão ao ar em três edições diárias; o PME Franquias é um programa semanal sobre o setor de franquias, com convidados e um formato descontraído, mas sério e de opinião clara para o ouvinte. Denis Santini, consultor da Associação Brasileira de Franchising, e Daniel Fernandes, editor de Estadão, fazem um bate bola com um convidado, abordando diversos temas que atingem o setor e também assuntos relacionados. O programa entra aos sábados e domingos das 13h às 14h. Apresentado também pela TV Estadão, o Entre Nós, comandado por Eduardo Moreira, traz semanalmente (sábados e domingos, das 20h às 21h) nomes influentes do País para um bate papo descontraído, inteligente e diferente para mostrar que ousadia, estratégia, foco e planejamento são os ingredientes para alcançar o sucesso profissional. O Estante de Letrinhas, conduzido por Bia Reis, jornalista do Estadão, é um encontro marcado toda terça no Estadão Noite para falar de literatura infantil. Ela comenta novos autores, lançamentos de livros e tudo o que envolve o mundo das histórias infantis. Mas outras novidades estão para entrar no ar. Amanhã, sexta-feira (24), estreia o Bora Aí, com Lina Bróchman, blogueira do Estadão, que dará dicas de programas super legais para fazer com os pequenos aqui em São Paulo. A cidade está cheia de atrações e passeios pra todas as idades e bolsos. O boletim será apresentado às sextas-feiras, na segunda edição do Direto da Redação. No dia 27 (segunda-feira) será a vez do Conversa de Bicho, com Fábio Brito, jornalista especialista em animais e blogueiro do Estadão, falando ao vivo sobre relacionados ao mundo animal três vezes por semana no Direto da Redação 1ª edição. A Rádio Estadão ampliou seu alcance e passa a ser ouvida em diversas partes do País. Por meio de parcerias com sites, a emissora disponibiliza o player de sua programação ao vivo para sites de notícias de Norte a Sul do Brasil. Atualmente 13 sites possibilitam que seus usuários abram o áudio da emissora.

Jornalista esportivo Alberto Léo morre aos 65 anos no Rio de Janeiro

 Alberto Léo estava nas EBC
O jornalista Alberto Léo morreu nessa quinta-feira (23), aos 65 anos, por complicações de um câncer no intestino, na Clínica São Carlos, no Humaitá, na zona sul do Rio de Janeiro. Ele estava internado desde 8 de junho. Léo trabalhava desde 2000 no setor de jornalismo esportivo da televisão pública, primeiro na TVE e depois na Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Seu corpo foi sepultado hoje  às 13h, no Cemitério Israelita do Caju. Alberto Léo começou a trabalhar com esporte na televisão em 1980, na TV Bandeirantes. Cinco anos depois, migrou para a TV Manchete. Foi apresentador de TV, locutor e chefiou a editoria de esportes até a extinção da emissora, em 1999, tendo trabalhado ao lado de estrelas do jornalismo esportivo como João Saldanha, jornalista e ex-técnico da Seleção Brasileira. Na TVE, trabalhou como comentarista do programa Ataque, mesa-redonda exibida no domingo à noite. Depois, foi editor-chefe do programa, que hoje se chama No Mundo da Bola. Há três anos, assumiu a Gerência de Esportes da EBC no Rio de Janeiro, sendo responsável pela programação esportiva da TV Brasil e da Rádio Nacional. 

 
Fonte: Comunique-se com edição de Kleber Sampaio
Foto:  Ana Paula Migliari/TV Brasil
Vídeo: TV Brasil