segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Desembargador chama comentarista da Jovem Pan de “laranja” e “covarde”

Marco Antônio Villa e  Ivan Sartori
Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) que votou pela anulação do julgamento do caso conhecido como “massacre do Carandiru”, Ivan Sartori participou por telefone da edição desta segunda-feira, 17, do ‘Jornal da Manhã’, noticiário transmitido pela Jovem Pan. No ar, ele disparou críticas contra o comentarista de política do programa, o historiador Marco Antonio Villa. Segundo o entrevistado, o funcionário da rádio é “covarde” e “laranja”. Sartori afirmou que tem sido frequentemente atacado por analistas da rádio. “Em primeiro lugar, quero deplorar o jornalismo da Jovem Pan por dois programas que me ofenderam gravemente, esse ‘tal’ de Villa e um ‘tal’ de Reinaldo Azevedo”, disse o desembargador. A discussão com o historiador, que estava como de costume no estúdio da Pan ao lado dos âncoras Joseval Peixoto e Thiago Uberreich, foi acalorada. Ao ser chamado de “tal” pelo desembargador, o comentarista rebateu. “‘Tal’ pode ser o senhor. Eu tenho nome”, respondeu. O programa seguiu com Villa e Sartori gritando. O comentarista pediu educação ao desembargador, que seguiu se referindo ao integrante da Pan de forma ofensiva. “O senhor é uma metralhadora giratória, um laranja (...) Isso tudo que o senhor falou, venha falar na minha cara, no meu gabinete, seu covarde”, desafiou o servidor do TJSP. Xingado, o comentarista usou o mesmo termo para se referir ao oponente. “Covarde é o senhor que toma decisão [equivocada], que não tem equilíbrio. O senhor não poderia ser juiz”, declarou. A ligação com o desembargador chegou a cair, mas a produção do veículo de comunicação conseguiu reestabelecer o contato e colocá-lo novamente ao vivo durante o ‘Jornal da Manhã’. A discussão com Villa seguiu, com a própria emissora divulgando a participação de Sartori no YouTube em vídeo com mais de 13 minutos de duração. Ao dar publicidade ao material, a direção da Jovem Pan definiu que o desembargador “agrediu o jornalismo independente” da casa.
Fonte: Comunique-se
Vídeo: Jovem Pan