segunda-feira, 11 de julho de 2016

Conheça os narradores que conquistaram o mundo durante a Eurocopa

Alexandre Afonso e  Nuno Matos da  rádio Antena 1
Além da conquista inédita de Portugal nessa edição da Eurocopa, outros momentos vão ficar para a história da competição, e não são fatos marcantes só dentro de campo, são gols, classificações e principalmente a conquista  passada com muita emoção por jornalistas e radialistas que trabalharam na Euro 2016.  Se você gosta do politicamente correto nas coberturas esportivas, esqueça, afinal os exemplos citados não estão nem aí para manuais de narração, conduta da empresa etc... Eles  conquistaram o público justamente por adotarem o bom humor e a irreverência em suas transmissões e não estão nem aí pras críticas e outras bobagens dos "chatos de plantão" possam dizer. O primeiro anônimo antes da competição começar foi o narrador islandês Gudmundur Benediktssonque foi a loucura a cada vitória  da Islândia dentro da competição, principalmente na contra a Áustria que garantiu a inédita classificação para a próxima fase (vídeo abaixo) e depois a épica vitória contra a  Inglaterra. Nesse domingo de decisão entre França e Portugal o que  não faltou  foi emoção, torcida e muitas alfinetadas aos críticos da seleção portuguesa no momento que o atacante Éder fez o gol aos 3 minutos do segundo tempo da prorrogação. O gol foi apensa um detalhe,  aquela era a hora de extravasar e foi isso que Alexandre Afonso e de Nuno Matos, jornalistas  da  rádio Antena 1 de Portugal, fizeram (áudio abaixo). Parabéns para a seleção Portugal e aos colegas jornalistas que cobriram a competição com uma emoção muito maior que um simples  grito de gol.

             Gudmundur Benediktssonque foi a loucura e ficou famoso durante a competição


Jornalistas Portugueses adotaram o bom humor e a irreverência  na hora do gol e não  estavam nem aí que tinha mais 12 minutos de jogo e já cravaram que Portugal seria campeão da EURO 2016


Foto: Jornal Record  / vídeo Youtube/ áudio Sond Cloud