segunda-feira, 9 de maio de 2016

Desligamento e demissões no rádio esportivo de SP e RJ

Dois repórteres experientes deixaram os microfones de suas respectivas emissoras, Ademir Quintino, setorista do Santos Futebol Clube cobria o dia a dia do peixe para a Equipe Líder que hoje transmite jogos na Tropical FM de São Paulo pediu demissão ontem após cobrir a vitória e o título do Santos contra o Audax na Vila Belmiro. Quintino de 43 anos estava na reportagem há 19 e  alegou problemas particulares para sua saída, mas espera voltar em breve para o rádio, por enquanto vai se dedicar ao seu premiado blog que fala sobre o Santos F. C. (www.ademirquintino.com.br).
Outro repórter  experiente que deixa o microfone momentaneamente  é o jornalista Antônio Carlos Duarte da Globo/CBN do Rio de Janeiro, Duarte de 51 anos estava no Sistema Globo de Rádio há 16. Haverá um remanejamento entre alguns profissionais, como Francisco Aiello por exemplo, ele era comentarista e terá que voltar para as reportagens. Além de Duarte também foram demitidos hoje no SGR  o narrador Felipe Santos, os repórteres Lisandro Violante e Paulo Fonseca e os operadores de externa Maicon Gorrilhas e Roberto Mesquita. A nova direção do SGR já tinha feito essa junção de equipes em SP e BH, agora chegou a vez de cortar os custos no Rio de Janeiro e mudar o foco, ao invés de assumir a crise e realmente admitir que é preciso cortar os custos sem se importar com o ouvinte que é diferente entre a popular Globo e a "all News" CBN, vende a ideia de junção  como "inovação" com o lindo nome nome de "Seleção de Craques Globo/CBN". 
Colaboração Sérgio Solon
Charge: Internet (autor desconhecido)