quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ondas Curtas - edição 73

* Em crise, a Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro segue perdendo seus profissionais. Ontem foi a vez da jornalista Carla Matera, a setorista do Fluminense optou pela rescisão indireta e deixou a emissora após 14 anos (computando duas passagens). com novos projetos na carreira, Matera já estará no vídeo nessa quarta-feira, onde será a comentarista convidada na TV Brasil, a emissora vai transmitir a partir das 19 horas de hoje na partida entre São José e Corinthians pelo Campeonato Brasileiro feminino de futebol .

* Três baixas na Rádio Globo do Rio de Janeiro, os comunicadores Mário Esteves, Maurício Menezes e Sérgio Ricardo deixaram a emissora. Internamente o comentário é muito forte que Washington Rodrigues, o popular Apolinho vai chegar em maio na Globo Rio para comandar seu tradicional programa no final das tardes. Tudo isso em virtude da crise da Super Tupi. Divulgamos aqui na coluna que já aconteceram várias reuniões e que o contrato de Apolinho com a Tupi está perto do fim. Por enquanto o horário está sendo preenchido pelo comunicador David Rangel. Em São Paulo o clima também está ruim, uma coisa é certa, a direção deve tirar do ar o  programa "Gente Como a Gente" .

* Alfredo Raimundo e Ricardo Henrique deixaram saudades quando o assunto é administração na Super Rádio Tupi, desde que saíram de cargos importantes a emissora naufragou em dívidas que ultrapassam milhões de reais.

* A baixa confirmada na Rádio Gaúcha foi do poeta, cronista e jornalista Fabrício Carpinejar que informou que não faz mais parte da equipe de comentaristas da emissora, onde atuou por quatro anos. 

* A cobertura jornalistica feita pelas rádios de "all news" no último domingo foi o grande destaque do dial no final de semana e reforçou que a frequência em amplitude modulada fica mesmo em segundo plano. As emissoras que transmitem em AM e FM optaram acertadamente em deixar o futebol em am e a longa cobertura política em FM.

* Marco Antônio Villa,  historiador e comentarista político da Rádio Jovem Pan e da TV Cultura é sem dúvida nenhuma  o comentarista  mais audacioso e corajoso  do momento. Tudo é claro com base em seus fortes argumentos. Villa não tem papas na língua, principalmente quando o assunto é o governo  atual. Mais uma grande  contratação da direção Rádio Jovem Pan.


* O rádio segue carente de revelações, prestem atenção  na narração de alguns jogos da Tropical FM/Equipe Líder  que acertou em cheio em dar oportunidade para o jovem narrador Gabriel Dias de apenas 19 anos. Depois de quatro anos na Web Rede Contínua, o narrador  precoce e de potencial vem se destacando em sua primeira experiência no rádio.


* Um dos repórteres mais experiente da Rádio Globo de São Paulo, o bom Maércio Ramos, popular Morcegão, não faz mais jogos desde que as emissoras se fundiram. A ordem expressa vem da alta cúpula da CBN. É por essa e outras que a qualidade das transmissões esportivas caiu tanto, quem perde é o ouvinte, afinal existem outros bons profissionais da Globo que são taxados como "populares" que seguem trabalhando normalmente nos jogos Globo/CBN.  É estranho ou não é?


* Ressalto que além da CBN, outras emissoras também perderam a identidade, uma vez que os números dos institutos de pesquisa se sobressaem aos bons profissionais que deixaram ou rádio.  Espaço tem pra todo mundo, mas colocar somente jovens ou recém formados sem o apoio de outros mais experientes  deixa a sensação da chamada " economia burra" e quem não é burro é o ouvinte com certeza.


* Segundo dados do IBOPE a 105 FM segue na liderança do futebol das emissoras populares e os números da Jovem Pan somando AM e FM cresceram consideravelmente em comparação com as outras emissoras jornalísticas concorrentes.


* A Rádio MEC comemora nessa quarta-feira (20-04),  93 anos de fundação, a emissora que opera na frequência dos 800 Khz no Rio de Janeiro.


* O martelo ainda não foi batido em relação a terceirização do esporte na Rádio Capital de São Paulo, mas uma coisa é certa. Popular e prefixo importante no rádio de São Paulo, a emissora vai voltar a falar de esportes nas primeiras semanas de maio.