sexta-feira, 18 de março de 2016

Eldorado e Estadão são as rádios oficiais da Hora do Planeta 2016

No próximo dia 19 (sábado), o mundo todo celebra a Hora do Planeta. A ação, idealizada pelo WWF, organização não-governamental dedicada à preservação da natureza, novamente terá as emissoras do Grupo Estado como rádios oficiais da iniciativa em São Paulo. A Rádio Eldorado, pelo oitavo ano consecutivo, e a Rádio Estadão, pelo quarto, preparam uma série de ações para envolver seus ouvintes. Em ambas, já estão no ar chamadas e depoimentos, assim como nos sites das emissoras. A iniciativa da WWF busca envolver a população de todo o planeta no ato simbólico de apagar as luzes durante uma hora, em protesto contra o desmatamento e as mudanças climáticas. No dia 19, às 20h30, o site da Eldorado www.territorioeldorado.com.br ficará “apagado” por uma hora. Desde o início do mês, as emissoras veiculam boletins sobre dicas do que fazer na “Hora do Planeta”, bem como trazem depoimentos de personalidades, chamando os ouvintes a participar da iniciativa. Entre os convidados, nomes como Gloria Pires, Leonardo Miggiorin, Betty Prado, Marina Person, Ivan Achcar e Paulo Lima, que também dão dicas sobre sustentabilidade. Segundo Paulina Chamorro, apresentadora e editora de Meio Ambiente e Cidadania das rádios, a Eldorado se envolve desde o início com a Hora do Planeta e, em razão da importância do tema, era uma consequência a Estadão também apoiar. “Quanto mais percebemos a importância de pequenos atos, hoje, para as gerações futuras, mais esse movimento tende a crescer. O desafio de fazer um planeta melhor é de todos e essa é uma das grandes missões das emissoras do Grupo Estado”, enfatiza. Ações no Brasil todo - O evento teve sua primeira edição em 2007 e a cada ano, alguns dos mais conhecidos monumentos mundiais, como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel em Paris, e a Acrópole de Atenas ficam no escuro durante sessenta minutos. No Brasil, também já foram apagados o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e a Ponte Estaiada, em São Paulo. Em 2013, mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Este ano, o maior movimento mundial de alerta para a questão das mudanças climáticas, conta com a adesão de 118 cidades brasileiras, incluindo as capitais João Pessoa (PB), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Teresina (PI), Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG), Aracaju (SE), Natal (RN), Macapá (AP), Maceió (AL), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Rio Branco (AC), Recife (PE), Vitória (ES), Salvador (BA), Manaus (AM) e Palmas (TO). No dia, a WWF-Brasil organizará uma caminhada, a partir das 9h. O evento, chamado Horinha do Planeta, é focado na conscientização das crianças para a importância da conservação do meio ambiente. À noite, até o momento, dois importantes ícones cariocas terão suas luzes apagadas entre 20h30 e 21h30: o Pão de Açúcar e o Museu do Amanhã, que se juntarão ao movimento global criado pela rede WWF.