sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Rádio Capital encosta na Globo na audiência geral

Baseado na mais recente pesquisa IBOPE/EASYMEDIA - Trimestre: Junho a Agosto/2015) -, a Rádio Capital (1.040 kHz - São Paulo/SP) ainda mantém a vice-liderança no ranking geral das emissoras AM mais ouvidas na Grande SP. Apesar disso, podemos dizer que existe um empate técnico na disputa com a líder Rádio Globo (AM 1.100 kHz - São Paulo/SP). A diferença entre as duas emissoras, de segunda a sexta-feira, das 6h às 19h, é de apenas 0,05. Pelo que foi analisado pelo site Bastidores do Rádio, a Rádio Globo aparece em 1º lugar, apenas entre 8 horas da manhã e meio-dia, nas demais horas a liderança consolidada pertence a Rádio Capital. Outra mudança significativa, foi em relação a Rádio 9 de Julho (1.600 kHz - São Paulo/SP) que aparece na 5ª posição, ultrapassando a Rádio Record (1.000 kHz - São Paulo/SP) que agora aparece em 6º lugar. Confira abaixo o posicionamento das 10 emissoras AM mais ouvidas na Grande São Paulo: 
01) GLOBO 
02) CAPITAL 
03) BANDEIRANTES 
04) JOVEM PAN 
05) RÁDIO 9 DE JULHO 
06) RECORD 
07) SUPER RÁDIO 
08) REDE BOA NOVA 
09) TERRA 
10) IMACULADA CONCEIÇÃO
Fonte e montagem: Bastidores do Rádio

Arbitragem é tema de reportagem especial da Rádio Senado

O árbitro Sandro Meira Ricci participa
do programa especial
Que o futebol é uma paixão do brasileiro, quase ninguém discute. O que muita gente discute ao final de cada partida é o nível da arbitragem no futebol brasileiro. Os erros dos árbitros costumam ser o ingrediente principal dos debates esportivos da segunda-feira. Como evitar esses erros? A profissionalização é o caminho? Os árbitros devem receber o direito de arena? Racismo e machismo também influenciam na atuação dos árbitros brasileiros? Questões como essas serão tratadas na Reportagem Especial “Gol Legal”, do jornalista Rodrigo Resende. 
A reportagem conta com a participação do senador Romário (PSB-RJ), os jornalistas Juca Kfouri e Eraldo Leite, diversos árbitros e auxiliares, como Sandro Meira Ricci e Fernanda Colombo; ex-árbitros como Romualdo Arppi Filho, brasileiro que apitou a final da Copa do Mundo de 1986, Evandro Rogério Roman, que atualmente é deputado federal, e Márcio Chagas da Silva, ex-árbitro gaúcho vítima de racismo. O especial traz ainda uma homenagem a Mário Vianna, folclórico árbitro e comentarista do rádio brasileiro. A Reportagem Especial “Gol Legal” será apresentada nesta sexta-feira, às 18h, com reapresentação no sábado às 10h e domingo às 17h, horário de Brasília. O programa também pode ser ouvido pela internet no site www.senado.leg.br/radio.
Foto: Divulgação