quinta-feira, 25 de junho de 2015

Novo facão na Rádio Estadão

Basílio, Velloso e Weber Lima
O  ex-goleiro e comentarista Veloso não faz mais parte da equipe de esportes da Rádio Estadão. Veloso confirmou a informação  em sua página na Internet:
"Agradeço muito a Rádio Estadão e a todas as pessoas que lá tive o prazer te trabalhar. foram dois anos de muito aprendizado. A partir de hoje não faço mais parte do quadro de comentaristas da rádio. Obrigado!"   Assim foi a despedida do ex-goleiro que segue como comentarista da TV Bandeirantes de São Paulo.  Velloso era o comentarista que mais se destaca na emissora, que segue  tendo em seu quadro  de funcionários os ex-jogadores Zetti e Basílio, além de Ana Paula Oliveira, ex-auxiliar de arbitragem.
A tendência infelizmente  é que novos cortes ocorram na emissora  nos próximos dias.
Foto: Divulgação

Anatel novamente fecha a Rádio Vida FM em São Paulo

Depois de novamente  constatar irregularidades na documentação e principalmente na torre de ou transmissão, a fiscalização ANATEL, órgão   de fiscalização do Ministério das Comunicações, desligou os transmissores da rádio Rádio Vida FM. Coincidências a parte, foi justamente  dias após a emissora comemorar mais um resultado surpreendente da medição do último trimestre IBOPE que colocou a emissora na surpreendente terceira colocação em um ranking de 39 emissoras no dias da Grande São Paulo.
A ANATEL ainda não divulgou informações para a imprensa, já a emissora em sua página na internet  declara que está sendo perseguida, veja um trecho do comunicado:

Mais uma vez, a Rádio Vida FM 96.5 é vítima de perseguição. Novamente, após um ano e meio da mesma ação praticada, técnicos da Anatel foram até nossos transmissores e equipamentos de transmissão, e simplesmente desligaram, destruíram equipamentos, e levaram equipamentos de transmissão que impedem a Rádio Vida de transmitir sua programação.  A perseguição tem sido terrível, e vem de funcionários da ANATEL, empresários do setor, líder de igrejas, que se fosse citado o nome, certamente escandalizaria a muitos. Embora muitos saibam quem é. No momento oportuno, todos saberão.  Há na cidade de São Paulo 39 emissoras operando em FM. Entre elas, há dezesseis que não são da cidade de São Paulo. Porém, transmitem normalmente há anos, mesmo tendo suas outorgas em municípios diferentes. Alpha (FM 101,7) e Rádio Rock (FM 89,1) de Osasco, Nativa (FM 95,3) e Mix (FM 106,3) de Diadema, Energia 97 (FM 97,7) e Rede Aleluia (FM 99,5) de Santo André, Sulamérica Trânsito (FM 92,1) de Mogi das Cruzes, Tupi (FM 104,1) de Guarulhos, Terra (FM 97,3) de Atibaia, FM 98,1 de Itatiba, Bandeirantes (FM 90,9) de Itanhaém, Expressão (FM 106,9) e Scalla (FM 102,1) do Arujá, 106 Love (FM 105,7) e Tropical (FM 107,9) de Itapecerica da Serra. POR QUE SÓ A VIDA 96,5 FM? Nenhuma destas emissoras atende aos requisitos estabelecidos pela lei. Então, por que só a Rádio VIDA FM 96,5 tem sido perseguida dia e noite por estar em Mogi das Cruzes? Por que não existe ação da justiça para que retire todas as emissoras que não possuem outorga para São Paulo do ar? Por que não há questionamento sobre suas relações comerciais? Por que só a Rádio Vida está sendo penalizada e perseguida?