quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Rádio Cultura de Santos demite funcionários após arrendamento

Um dos prefixos mais tradicionais da baixada santista acaba de ser arrendado. A tradicional Rádio Cultura de Santos, FM 106,7 Mhz  foi arrendada pela igreja Plenitude, a nova programação começou ontem dia 1/9. Pelo que apuramos, quase todos os funcionários, alguns com mais de 30 anos de casa, foram demitidos. Houve  forte comoção nas redes sociais a partir da confirmação do arrendamento. Ex - funcionários e ouvintes lamentaram a decisão da diretoria da emissora. A Rádio Cultura teve no final dos anos 70 e durante toda a década de 1980 uma fase de ouro. Por lá passaram profissionais conhecidos do rádio e da tv de São Paulo, como Dedé Gomes, Beto Rivera, Cláudio Zaidan, Julinho Mazzei, Luís Roberto de Múcio, João Antonio de Carvalho, Paulo Roberto "Morsa" Martins, Cacá Fernando, Eduardo Silva (hoje diretor na tv Tribuna de Santos), Murilo Junior (diretor da Band FM), Lui Riveglini, Eduardo Melo, Fernando Moreno, Selma Boiron, além de ícones locais como Beto Zarif, Ruy Pantera, Tony Lammers, Sérgio Torres, Caio Vilella, Marcelo Guimarães, Cléber Celino, Luiz Torquato, Edmir Rabelo e o saudoso locutor Lombardi que trabalhou na emissora no final dos anos 90 e começo de 2000. A Cultura era tão forte que na década de  80, a emissora  teve dois slogans marcantes: "O jeito santista de fazer rádio" e "De cada 10 rádios ligados, 8 estão na Cultura".
Mais um episódio triste para o rádio brasileiro que tem uma legislação fraca e ultrapassada, isso pra não mencionar os donos das emissoras que em grande maioria são políticos que  relutam em mudar a legislação e assim permitem vendas, arrendamentos etc...