sexta-feira, 18 de julho de 2014

José Luiz Datena estreia programa na Bradesco Esportes FM

Datena retorna ao dial segunda que vem
A Bradesco Esportes FM 94.1 (São Paulo) e FM 91.1 (Rio de Janeiro) traz José Luiz Datena para comandar o programa “Nossa Área Com Datena”, depois de uma grande atuação como narrador esportivo na Copa do Mundo na Band e no canal Bandsports. A partir das 11h da próxima segunda-feira, dia 21, o público poderá conferir as principais notícias esportivas do dia e entrevistas com personalidades da área. Além disso, o ouvinte terá espaço no programa para discutir sobre seu esporte favorito com o apresentador. Datena, que começou a sua carreia jornalística no rádio, fala da expectativa em voltar a trabalhar neste veículo de comunicação, que está longe desde março de 2013. “Estou muito feliz em voltar ao rádio. E muito feliz com a oportunidade de interagir com o público. Muitas vezes, a opinião de um ouvinte é mais interessante que a do próprio apresentador”, comenta. A Bradesco Esportes FM já se prepara para cobrir as Olimpíadas no Rio de Janeiro em 2016 e planeja novidades para os ouvintes neste segundo semestre de 2014. O “Nossa Área com Datena” será transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira das 11h às 12h.
Foto: Divulgação/Band

Eldorado é a rádio oficial do filme Amazônia

Ouvintes da Eldorado e um grupo de convidados terão o privilégio de assistir a uma sessão especial fechada do filme Amazônia neste sábado (19), às 10h30, no Cimemark Shopping Paulista. A emissora é rádio oficial do filme que mostra a aventura do macaquinho Castanha, com direito a combo e sorteio de pelúcias do personagem. Amazônia conta a história de Castanha (dublado por Lúcio Mauro Filho), um macaco prego criado em cativeiro que é liberado na Floresta Amazônica. Seguindo o ponto de vista do animal, o documentário revela os mistérios da fauna e da flora da região, destacando dificuldades enfrentadas pelo animal e ainda algumas amizades, como a com a macaca Gaia (voz de Isabelle Drummond). Dirigido pelo francês Thierry Ragobert (do documentário 'O planeta branco', panorama sobre as mudanças no Ártico), foi filmado em 3D durante três anos na Amazônia. Noventa e nove por cento das cenas foram realizadas com animais da própria floresta.