Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 11, 2014

TV Gazeta dispensa Fernando Solera

Mais uma reformulação foi colocada em prática, desta vez na Fundação Cásper Líbero, Fundação que é responsável pela TV Gazeta de São Paulo. Em novembro do ano passado o apresentador Thiago Oliveira deixou a emissora, Anita Paskes assumiu o "Super Esporte" agora foi a vez de Fernando Camargo, que ocupava o cargo de subeditor de esportes e estava na empresa há dez anos deixar a emissora junto com  um dos funcionários mais antigos do departamento esportivo,  Fernando Solera, de 81 anos estava na TV Gazeta há 25 anos, também foi dispensado. Em 2010 outro grande nome havia deixado a Fundação,  Dalmo Pessoa, que inclusive participou das primeiras edições do "Mesa Redonda" também havia deixado a emissora com forte identificação entre os paulistanos. Desde então Solera continuou a narrar os vts dos jogos e também a comandar o quadro ‘Futebol Memória’  no "Mesa Redonda". Entre os programas esportivos da TV Gazeta o mais tradicional é o "Mesa Redonda" …

As Tribos Musicais e sua relação com as mídias

O estudo do Instituto IBOPE analisou seis diferentes tribos musicais: sertanejos, pagodeiros, roqueiros, emepebistas (MPB), funkeiros e gospeis. A escolha baseou-se não apenas nos estilos musicais com maior penetração, mas também considerou os que ocupavam posições de destaque em duas variáveis importantes para análises comportamentais: classe social e faixa etária. Além disso, foi feito um levantamento em parceria com a Crowley, das 100 músicas mais tocadas nas rádios brasileiras de janeiro a agosto de 2013, para dar sustentação à análise. O sertanejo e o pagode estão entre os gêneros musicais mais escutados nas rádios com 58% e 44% de penetração entre os ouvintes, respectivamente. Não por acaso, esses são os estilos musicais com a cara do brasileiro. Os dois grupos são, basicamente, compostos por pessoas de ambos os sexos, da classe C e com idade entre 25 e 35 anos. Os ouvintes desses estilos musicais possuem boa relação com propagandas, com ligeiro destaque para os pagodeiros.…

Rádio Globo lança nova bandeira: “Cerol? Corta essa!"

Nesta semana os programas Manhã da Globo do Rio e SP lançam, separadamente, campanhas contra o cerol, mistura de cola e vidro moído que é proibida mas continua sendo usada por pipeiros nas duas cidades e também no interior dos estados. “Cerol? Corta essa!" quer conscientizar as pessoas sobre o perigo de uma prática irresponsável: soltar pipas com esta substância que transforma pipas em armas letais. O cerol é passado na linha da pipa para ajudar na disputa que os pipeiros travam nos céus, em que um quer cortar a pipa do outro. Mas acaba ferindo e matando pessoas, muitas delas degoladas pela linha. "Uma rádio popular precisa se engajar em campanhas, assumir bandeiras. Este ano já estamos defendendo a paz nos estádios e, agora, o fim do cerol", diz o diretor da Globo, Claudio Henrique. A campanha terá um quadro diário nos programas de Roberto Canázio e Laércio Maciel (com registro e lembrança de acidentes com vítimas, entrevistas com médicos, reportagens com pipeiros e bo…