quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Premio Comunique-se faz homenagem póstuma para Luciano do Valle, Maurício Torres e Santiago Andrade

Muito emocionada, a e esposa de
 Santiago Andrade  recebe  troféu
Uma premiação que celebra a excelência dos trabalhos da imprensa não poderia deixar passar em branco três grandes perdas que o jornalismo brasileiro sofreu em 2014. As mortes do cinegrafista Santiago Andrade e dos locutores Luciano do Valle e Maurício Torres comoveram os colegas, que deram adeus aos profissionais. Nessa terça-feira, 23, o CEO do Comunique-se, Rodrigo Azevedo, prestou tributo ao locutor esportivo Luciano do Valle, que faleceu em abril após infarto agudo do miocárdio, aos 66 anos. Com cinco décadas de carreira construída no jornalismo esportivo, A viúva de Santiago Andrade recebeu o troféu e lembrou que o cinegrafista estava se preparando para comandar a cobertura da Band da Copa do Mundo. A mulher do jornalista, Flávia do Valle, subiu ao palco para receber o troféu e agradecer o carinho dos colegas. “Ele foi um marido e um pai fantástico. Sou muito grata a Deus por ter casado com a melhor pessoa que conheci na vida. Ele adorava acompanhar o trabalho do Milton Leite e Jota Júnior, além de várias pessoas que estão aqui hoje. Vocês fazem parte da nossa casa", disse emocionada. Em seguida, o apresentador Luiz Bacci, um dos mestres de cerimônia do evento, falou sobre a partida de Maurício Torres e reverenciou os feitos jornalista. “Não poderia deixar de citar outro grande jornalista muito ligado ao esporte e que também nos deixou esse ano de forma tão repentina”. Aos 43 anos, ele apresentava o ‘Esporte Fantástico’, da Record, e morreu em maio, por falência múltipla dos órgãos após passar um mês internado com quadros de arritmia cardíaca e infecção pulmonar. O caso do cinegrafista Santiago Andrade, morto depois de ser atingido na cabeça por um rojão em um protesto no Centro do Rio de Janeiro, sensibilizou toda a comunidade jornalística e promoveu diversos debates sobre a seguranças dos profissionais em coberturas de risco. Por seu trabalho com as câmeras da Band, ele recebeu o prêmio da categoria Repórter de Imagem e foi representado pela viúva Arlita Andrade. “Por 30 anos tive uma pessoa maravilhosa ao meu lado, de muita felicidade e uma família linda. Santiago, este é seu, meu amor”, disse ao levantar o troféu.
Fonte: Redação Comunique-se
Foto: Fábio Gois - Comunique-se