quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Câmara encerra sessão sem votar flexibilização da Voz do Brasil

Plenário está praticamente vazio nesse
 período de pré eleição
A Câmara dos Deputados encerrou a sessão ordinária desta terça-feira (5) sem votar a flexibilização permanente da Voz do Brasil. Em obstrução, o PV apresentou vários requerimentos para impedir a votação da Medida Provisória 648/14. A MP original previa a veiculação do Programa entre as 19h e as 22h durante a Copa do Mundo ou em períodos excepcionais determinados pelo Executivo. No entanto, o texto foi alterado pela Comissão Mista criada para analisar a medida, permitindo a flexibilização permanente da Voz do Brasil para as emissoras comerciais. Apenas as emissoras educativas ficariam obrigadas a transmitir o programa oficial no horário original das 19 horas. Durante os jogos da Copa do Mundo, a flexibilização foi adotada por 33,5% das rádios brasileiras, com expressivo sucesso. A audiência do programa aumentou em 7,9% no período das 20 horas às 21 horas. De acordo com pesquisa do Instituto Datafolha, encomendada pela Abert, 68% dos brasileiros são favoráveis à flexibilização, e a audiência do programa poderá ser ampliada em 13 pontos percentuais, caso seja veiculado em horários diferentes, entre 19h e 22h.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Abert
Foto: Câmara dos Deputados