quarta-feira, 16 de julho de 2014

Flexibilização permanente da Voz do Brasil é aprovada no Congresso Nacional

A Comissão Mista criada para analisar a MP 648/14 aprovou, nesta quarta-feira, 16, o relatório que flexibiliza permanentemente o programa “A Voz do Brasil” com início entre 19h e 22h. A obrigatoriedade da transmissão às 19h ficará apenas para as rádios educativas. Com a aprovação, a MP terá até o final de setembro para ser analisada pelo plenário da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Para o relator da MP, senador Ricardo Ferraço, a experiência da flexibilização durante a Copa do Mundo foi positiva e atendeu aos interesses das rádios e dos ouvintes que puderam escolher o que escutar durante um período de três horas. “Essa é uma medida democrática e vamos continuar trabalhando para a aprovação nos plenários da Câmara e do Senado”, disse. O presidente da Abert, Daniel Slaviero, afirmou que a aprovação da MP foi um passo significativo para o setor de radiodifusão e para a sociedade.  A MP 648/14, assinada pela presidente Dilma Rousseff, atendeu a um pleito da Abert e das Associações Estaduais de Radiodifusão, preocupadas com os prejuízos à transmissão e cobertura jornalística das partidas e de eventos paralelos ao Mundial. A medida autorizou as emissoras de rádio de todo o país a levar ao ar o programa obrigatório “A Voz do Brasil” até às 22h durante o torneio.  
Fonte: Assessoria de Comunicação da Abert