sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Pesquisa aponta que houve aproximadamente 500 demissões em redações em 2013

Levantamento feito pelo site Jornalistas & Cia sobre as demissões ocorridas nas redações brasileiras ao longo de 2013 mostra que o jornalismo perdeu um total de 486 vagas somente em São Paulo, Rio, Brasília e Minas. Os cortes divulgados no site no ano passado foram os seguintes: ABCD Maior – 19, Editora Abril – 80, Agência Estado – 11, Brasil Econômico – 24, Caros Amigos – 11, Correio Braziliense – 6, Diário do Comércio (SP) – 24, Folha de S.Paulo – 35 (SP, RJ, DF), Hoje em Dia (MG) – 30, Meio & Mensagem – 3, Estadão – 46 (SP, RJ, DF), O Vale (SP) – 8, Record News/R7 (SP, DF) – 10, Record RJ – 20 (diversas áreas), Rede Minas – 50, RedeTV – 40, Trip – 19 e Valor Econômico – 50. O levantamento não computou demissões pontuais nem contratações. E também pode estar defasado por cortes que não tenham chegado ao conhecimento da equipe. Só na cidade de São Paulo, a Agência Pública computou 280 demissões de jornalistas de janeiro a abril de 2013, conforme reportagem que publicou em junho.