quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Governo vai autorizar em novembro migração de rádios AM para FM, diz Paulo Bernardo


Ministro Paulo Bernardo confirmou a migração
A velha e boa rádio AM vai ganhar novo fôlego no Brasil, com a migração das emissoras para a faixa FM. Como nenhum aparelho eletrônico moderno, 
incluindo os celulares, recebem o sinal AM, as rádios que operam nessa faixa estavam perdendo público velozmente, principalmente entre os mais jovens, disse o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, durante a 43ª Assembleia Geral da Associação Internacional de Radiodifusão, que este ano ocorre no Rio de Janeiro. Paulo Bernardo disse que a digitalização do rádio, assim como vem acontecendo com a TV, ainda não tem um modelo que definitivamente sirva ao Brasil. “O que nós vamos fazer ainda este ano é autorizar as rádios AM se transformarem em rádios FM. Uma das pressões que temos para fazer o rádio digital é que a qualidade do rádio AM está caindo, principalmente nos grandes centros urbanos. Isso prejudica muito a audiência. A juventude, por exemplo, nem ouve mais rádio AM”, declarou. Bernardo informou que já foram feitos estudos que apontam viabilidade para a migração. “Com a digitalização da TV, nós temos os canais 5 e 6 [liberados], onde cabem muitas rádios. Nós estamos fazendo uma solução que é importante, que é autorizar rádio AM para a faixa de FM. Isso vai ser assinado em novembro, que tem o Dia do Radialista [comemorado em 7 de novembro.]” O ministro disse também que o desligamento do sinal analógico para os antigos aparelhos de televisão, chamado de switch off, ocorrerá no primeiro semestre de 2015, mas que o cronograma ainda está sendo acertado com as emissoras. Segundo Bernardo, não haverá, contudo, prejuízo para o público, pois o governo vai facilitar a aquisição dos aparelhos necessários para converter o sinal digital para as televisões analógicas. O presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Daniel Slaviero, explicou que, com a futura liberação do espectro de 700 mega-hertz (MHz), onde hoje operam as televisões analógicas, parte desse espaço será ocupado pelas rádios AM. “Hoje a faixa de frequência do FM atual vai de 88 MHz a 108 MHz. Os canais 5 e 6 vão de 76 MHz a 88 MHz. É o que agente chama de faixa contígua ao FM. O decreto conterá que nos municípios onde tem outorga e todas as AM cabem no espectro atual de FM elas migram automaticamente e devolvem sua frequência AM para o governo. E nas emissoras que vão para os canais 5 e 6, elas começam a operar e terão um prazo de transmissão simultâneo até cinco anos”, explicou. O presidente da Abert disse ainda que, para garantir que os novos rádios possam captar essa faixa extra de FM, o governo deverá editar uma portaria obrigando todos os receptores produzidos no Brasil já virem com atualização do software para a faixa estendida.
Fonte: Rádio Progresso e Ministério das Comunicações
Foto: Ministério das Comunicações

Web Rede Contínua fecha parceria com rádio comunitária

Na tarde de ontem (15/10) a Web Rede Continua BookSports fechou  parceria a Radio Show. 87,5 MHz, que  irá retransmitir jogos da emissora web, em troca, terá sua programação vespertina retransmitida pela Rede Continua BookSports. Em princípio a Rádio Show  irá retransmitir jogos feitos pela equipe titular da web emissora Rede Continua, em troca, a web irá preencher seu horário da tarde com a programação jovem da Rádio Show.  A Rádio Show FM é uma emissora dial comunitária 87,5 Mhz, localizada no bairro da Vila Monumento e seu alcance é de  5 km, chegando aos  bairros: Ipiranga, Cambuci, Klabin, Moóca  Saúde, Vila Mariana, Vila Monumento e Vila Prudente.  A estreia está marcada  para o dia 2 de novembro, no jogo entre São Paulo x Portuguesa válida pelo Campeonato Brasileiro. A Rede Continua já vai iniciar a retransmissão dos programas vespertinos da Radio Show, a partir da  próxima segunda-feira dia 21/10/2013.

Esporte em destaque no "Diário de Notícias" da Rede Gospel

Equipe de apresentadores do Diário de Notícias
O apresentador Sidney Botelho completou um ano como apresentador no Telejornal Diário de Notícias da Rede Gospel de TV. O programa jornalístico está no ar desde 2008. Ancorado, até então, por Karen Chrisóstomo e Priscilla Cestari, levando ao telespectador tudo que é notícia de verdade no cenário nacional e internacional. E diariamente das 18 as 19 horas e, Botelho divide a bancada com as experientes âncoras. A neutralidade nas informações e comentários precisos são os diferenciais desse trio que demonstra entrosamento. O jornalista esportivo estreou em outubro, do ano passado, comentando as notícias do esporte e com o passar do tempo recebeu o convite para dividir as laudas com as apresentadoras, Botelho é também narrador da Rede Nacional de Noticias, Diretor do Site Premium Esportes, Correspondente da Rede Brasil de Radio de Leme, além de colunista do Jornal Gazeta de Limeira e Blog Dá-lhe Dá-lhe bo GOL. 
Foto: Divulgação