quarta-feira, 25 de setembro de 2013


Rádio Bandeirantes domina premiação do Comunique-se na categoria Esportes

Mauro Beting, Executivo da  Deloitte
e José Silvério
O cronista esportivo Mauro Beting levou dois troféus do Prêmio Comunique-se 2013. Ele foi o grande vencedor da categoria Jornalista de Esportes de mídia impressa e eletrônica. Os prêmios são referentes, respectivamente, à atuação do profissional no diário Lance e na Rádio Bandeirantes e Bandsports. Colega de emissora, José Silvério foi premiado como melhor Locutor Esportivo. É a primeira vez que o vencedor da modalidade vem do rádio, embora o narrador já tenha entrado na lista de finalistas dos últimos três anos. Beting teve como concorrentes na disputa pela preferência dos internautas cadastrados do Portal Comunique-se os seguintes profissionais: Juca Kfouri (ESPN e CBN) e Tino Marcos (Globo), em mídia eletrônica; e Paulo Vinícius Coelho e Tostão (ambos da Folha de S. Paulo), em mídia impressa. Silvério, por sua vez, superou os narradores Luiz Carlos Júnior (Sportv) e Silvio Luiz (Rede TV). Prêmio Comunique-se 2013 Após edição histórica e comemorativa do ano passado, o Prêmio Comunique-se 2013 foi apresentado em junho com o tema "Circo! O maior espetáculo do jornalismo”. De acordo com o presidente do Grupo Comunique-se, Rodrigo Azevedo, a temática reforça o objetivo que o evento tem de ser “divertido e dinâmico”. Ele destaca a semelhança entre os mundos comunicacional e circense. “O jornalista precisa se dobrar e desdobrar como um contorcionista”. Considerado o Oscar do Jornalismo brasileiro, o prêmio está em sua 11° edição. No total, 12 categorias reconhecem os melhores profissionais do mercado, que foram escolhidos por seus pares em votação composta por três fases auditadas pela Deloitte.
Fonte: Comunique-se
Foto: Natália Carvalho/Comunique   

Museu do Futebol completa cinco anos

 O Museu do Futebol – instituição da Secretaria de Estado da Cultura,localizado no Estádio do Pacaembu – completa cinco anos de funcionamento no próximo dia 29 de setembro e comemora esta data com entrada gratuita, jogos educativos e ótimos números de bilheteria. Em 2012 ficou entre os mais visitados do Estado de São Paulo com 350.546 visitantes no ano. Em 2013, ultrapassou a marca de 1,7 milhão de visitantes, com média de 1.500 pessoas por dia. Durante as férias de julho, chegou a quase 5.000 visitantes numa quinta-feira, dia da semana em que a entrada é gratuita. "O Museu do Futebol é um dos pioneiros na adoção de uma proposta museológica que alia tecnologia à expografia para tratar de um tema que faz parte do patrimônio intangível do nosso país. Tudo nele é pensado para proporcionar ao público uma vivência estimulante a todos os sentidos e também à memória, especialmente afetiva", afirma o Secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo. Além de uma equipe craque em pesquisa, o Museu do Futebol conta com um núcleo educativo multidisciplinar de 21 profissionais. Até junho de 2013, 14.859 mil pessoas foram atendidas pelos educadores, que também atuam na criação de jogos e atividades com o intuito de aprofundar o contato com o acervo, suscitar reflexões e incrementar o atendimento aos visitantes. Na comemoração do aniversário, os educadores proporcionarão a partir das 11h os jogos Mundo das Copas, Linha do Tempo e Jogo de Camisas.  Desde sua inauguração, em 2008, o Museu do Futebol vem se consolidando como um espaço de eventos em São Paulo. Em 2013 já atendeu 42 empresas sediando festas, palestras, lançamentos de livros e 22 programas abertos ao público com entrada gratuita. A programação cultural do Museu vai desde Encontro de Colecionadores de Camisas de Futebol, CINEfoot, Torneio de
Sala dos Anjos Barrocos no Museu do Futebol
Futebol de Botão até datas comemorativas como Dia dos Pais, Dia Internacional da Mulher e Oficinas de férias. Ponto turístico referência quando se fala em acessibilidade em espaços públicos e acervo de ótima qualidade, o Museu vem colecionando ações pioneiras na área. Neste ano, por exemplo, está realizando a 4° edição do projeto Deficiente Residente, cujo objetivo é aprimorar o atendimento às pessoas com deficiência física, contando com a colaboração de profissionais que tem essa deficiência. O trabalho é como uma “residência” no Museu durante três meses. Há cinco anos, o Museu consolida exposições temporárias. Sete mostras já passaram pelo espaço, a mais recente, “Será que foi, seu juiz”, uniu ciência, futebol e história de forma interativa à complexidade e as dificuldades da atuação do árbitro em campo. Em 2011, a exposição “Olhar com Outro Olhar” foi itinerante com destino ao Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria, em Araraquara, e no Memorial da Inclusão de São Paulo. O Museu do Futebol fica aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, com permanência até as 18h. 
Créditos: Imagens de Divulgação