segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Ondas Curtas - 33

* Foi muito boa a homenagem/entrevista da Rádio CBN ao ex-jogador Zico, que no próximo final de semana comemora 60 anos de idade. A equipe formada pelos jornalistas Calos Eduardo Éboli, Álvaro Oliveira Filho, Evaldo José e Francisco Aiello que preparou o encontro que foi ao ar na manhã de ontem (24/02) no CBN Esportes.
A íntegra do programa com uma hora e meia de duração pode ser ouvida por aqui


* Ainda não está confirmada a estreia da equipe de esportes da Rádio Estadão para o próximo final de semana. Quem quer saber das transmissões esportivas, tem que mudar de frequência. A Estadão é a única emissora jornalística que não tem transmissão esportiva em São Paulo. 



* Líder de audiência no esporte em São Paulo com a bola rolando, jornada e programas esportivos a 105 FM de Jundiaí, mudou o horário do seu programa esportivo. O 105 Futebol Clube é apresentado desde a última terça-feira (19/02) das 18 às 19 horas. O horários das 19 às 20 horas volta a ter a veiculação da Voz do Brasil.


* No último domingo, a Rádio Jovem Pan am 620 KHz em São Paulo, estreou o programa Copa das Confederações, que tem a produção e apresentação de Vander Luiz. 
A atração conta histórias de edições anteriores da competição e ficará atenta as novidades e aos preparativos da edição deste ano, que acontece no Brasil.


* O programa "Alta Frequência" da BandNews FM  96.9 MHz é um das melhores opções no dial entre o final da tarde e começo noite entre as emissoras "all news" de São Paulo. Apresentado pela jornalista Néli Pereira, e coapresentado por outros jornalistas da BandNews FM, o programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 16 até 19 horas.


* Com a chegada do novo IBOPE trimestral, a Super Tupi am do Rio de Janeiro segue comemorando a ampla vantagem em cima da Rádio Globo. 


* Claudio Henrique de Oliveira, novo diretor da Rádio Globo será apresentado pelo Gerente de Esportes da emissora Gilmar Ferreira nesta terça-feira aos funcionários da emissora em São Paulo. 


* A programação da Rádio Record, am 1000 KHz não é 100% religiosa como a coluna anterior publicou. A programação mescla músicas não religiosas e uma programação popular. 


* A obrigatoriedade da veiculação da Voz do Brasil na faixa nobre do rádio, segue atrapalhando e exercício do bom jornalismo nas grandes cidades. E a Flexibilização ao que tudo indica não deve ser aprovada. 


*  A CBN Rio - FM 92,5 MHz e AM 860 KHz, comemora  no próximo sábado dia 2/3 os 448 anos da Cidade Maravilhosa. 
O evento acontece no Quiosque Globo Rio, na Praia de Copacabana, na altura do Posto 5 a partir das 10 horas e terá apresentação de Maurício Martins e Lilian Ribeiro, convidados especiais também estarão no local.


* O técnico de áudio Antônio Bizerra Leite, um dos mais experientes no rádio esportivo do Brasil, acaba de se aposentar de vez. Bizerra que trabalhou por décadas na Globo de São Paulo, estava há seis anos na rádio Capital.


* A Rádio Rio-São Paulo, 90.7 MHz de São José dos Campos, também está transmitindo futebol. A equipe esportiva "Feras da Bola" tem coordenação do jornalista Ayl Marques, e conta com o narrador Edson Oliveira, os comentários de Publio Vitor e André Paulo André, reportagens de Thiago Campos, Ricardo Rodrigues, Ramon Barrueco e no plantão esportivo Daniel Mello. Mais informações no site da emissora www.saopauloriofm.com.br


* Começa no próximo dia 5 de março em São Paulo o  curso de narração esportiva com aulas práticas de narração e   fonoaudiologia. As inscrições seguem  abertas no site : www.cursopersonalspeaker.com

Caos na Rádio USP FM

Na semana passada as fortes chuvas que sempre chegam em São Paulo com o verão causou sérios transtornos aos funcionários da USP FM 93.7 MHz. A "nova" sede da emissora fica junto com a TV USP na Cidade Universitária. A emissora  inundou com o temporal da última segunda-feira (18/2). O pior foi que o imenso alagamento foi causado pelo entupimento dos banheiros. Ou seja, esgoto puro invadiu todas as salas do andar térreo. Da diretoria à redação. O fedor era insuportável. Resultado: prédio abandonado às pressas pelos funcionários e programação da rádio prejudicada.
Imagem 1
Na terça (19) e quarta (20) a emissora não conseguiu colocar no ar os noticiários da manhã "USP Notícias" que é o principal jornal da emissora, o "USP Express" também não foi ao ar. A USP FM foi inaugurada há 35 anos e é de responsabilidade do Governo do Estado, fato que aumenta ainda mais a situação vergonhosa da precariedade. 
Imagem 2
Recentemente o atual reitor ordenou a mudança dos estúdios originais, para reforma do prédio da antiga reitoria. No decorrer da semana, funcionários limparam as fossas e as salas, os próprios funcionários da emissora baixaram os móveis e ligaram os equipamentos. As híbridas da emissora queimaram, por isso, a participação de convidados e ouvintes por telefone não foi possível. 
Imagem 3
O Blog apurou que o prédio não possui aterramento necessário para receber uma emissora de rádio. Apesar do sucateamento  dos equipamentos, os funcionários seguem se esforçando para manter uma programação jornalística voltada à divulgação das atividades da Universidade, debates, prestação de serviços e boa música.

Fotos: 1 e 2 - Fossa séptica entupida provoca refluxo no encanamento do banheiro e alaga redações de jornalismo da Rádio USP e sala de produção da TV USP.
- Corredor da entrada da Rádio e TV USP, no antigo Clube dos Funcionários da USP (Rua do Matão, 1.578, Cidade Universitária - Butantã).