Museu do Futebol apresenta 4° edição do CINEfoot

O Museu do Futebol – instituição da Secretaria de Estado da Cultura, localizada no estádio do Pacaembu – recebe nos dias 6, 7 e 8 de junho, o CiNEfoot, Festival de Cinema do Brasil e da América Latina dedicado exclusivamente à exibição de filmes sobre futebol. O Auditório Armando Nogueira, dentro do próprio Museu, foi o local escolhido para os apaixonados pelo esporte assistirem, gratuitamente, às produções. Nesta temporada, o destaque é para o documentário em homenagem ao ex-jogador Sócrates, ídolo do Corinthians e do Botafogo de Ribeirão Preto. Na quinta – feira, 6, às 20h, o público assistirá “Os Rebeldes do Futebol”, onde o ex-futebolista francês Eric Cantona desperta consciências através dos caminhos de jogadores como Mekhloufi, Sócrates, Pasic, Caszely e Didier Drogba que se opuseram ao poder e tornaram-se figuras de resistência, além de seus talentos esportivos. Já na sexta-feira, 7, às 9h30, a sessão Dente de Leite apresenta alguns curtas como “Zimbu”, que retrata uma bola de futebol que aparece em uma tribo africana, isolada do mundo. Ela chega até os pés de um guerreiro africano, que descobre a magia do futebol; e "O Primeiro João”, trama de Garrincha que revela a origem do apelido "João" que ele dava a todos os seus marcadores em campo. Ainda na sexta-feira, a partir das 20h, a sessão “A procissão”, conta a história de dez mil devotos de “São Marcos de Palestra Itália” que pararam as ruas da zona oeste de São Paulo para agradecer as graças recebidas durante seus 20 anos de carreira defendendo exclusivamente as bandeiras alviverde e a da seleção brasileira. Quem não teve a oportunidade de assistir a primeira sessão Dente de Leite, poderá curtir os mesmos filmes no sábado, 8, às 10h30. 
Programação: Quinta-feira (06/6), às 20h Homenagem: Sócrates “Os rebeldes do futebol”: Dir. de Gilles Perez e Gilles Rof (França, 2012). Quando o futebol se transforma socialmente consciente! Longe do glamour e brilho, Eric Cantona conta a história de jogadores que resistiram. Seus nomes são Mekhloufi, Sócrates, Pasic, Caszely e Didier Drogba, e eles disseram que não! Numa altura em que o negócio do futebol parece estar corrompendo a nossa relação com o desporto, o indomável Eric Cantona desperta consciências através dos caminhos de jogadores que se opuseram ao poder e tornaram-se figuras de resistência, além de seu talento esportivo. Um documentário / manifesto que reafirma os valores do desporto entre os cidadãos, através de cinco histórias que são caras para Eric Cantona. Classificação: 12 anos. Sexta-feira (07/6), às 9h30 e Sábado (08/6), às 10h30 Mostra Dente de Leite (filmes especialmente dedicados às crianças) “SANTOS F.C. BICAMPEÃO MUNDIAL”: Dir. Carlos Niemeyer (Canal 100, RJ, 1963). Classificação: 12 anos. “ZIMBÚ”: Dir. Marcos Strassburger Souza (Ani, 3 min, cor, HD, SP, 2011). Uma bola de futebol aparece em uma tribo africana, isolada do mundo. Ela chega até os pés de um guerreiro africano, que descobre a magia do futebol. Classificação: Livre “GAÚCHOS CANARINHOS”: Dir. Rene Goya Filho (Doc, 15 min, cor, HD, RS, 2007). Um homem que criou um país. O documentário conta a história de um criador e de sua maior criação. Uma criação que deu identidade a uma nação. Estamos falando da camisa amarela da seleção brasileira de futebol, criada pelo gaúcho Aldyr Schlee. Uma peça que ganhou seu significado, bem como sua força mítica, com as conquistas do futebol brasileiro mundo afora, principalmente após a Copa do Mundo de 1970. Ao mesmo tempo, nossos heróis, os jogadores que vestiram essa camisa, falam sobre a construção desse mito e o significado dela em suas vidas. Carlos Alberto Torres, Falcão, Tafarel e Larry Passos de Faria, entre outros, são entrevistados em Gaúchos Canarinhos. Classificação: 12 anos. "O PRIMEIRO JOÃO”: Dir. André Castelão (Ani, 6min27s, cor, Betacam, RJ, 2006). Garrincha revela a origem do apelido "João" que ele dava a todos os seus marcadores em campo. Verdade? Ninguém sabe. Classificação: Livre “VAI PRO GOL”: Dir. Felipe D’Andrea (Doc, 22 min, cor, HD, SP, 2012). O filme mostra a vida particular e profissional dos jogadores federados do primeiro esporte genuinamente brasileiro: o Futebol de Botão. Professores de filosofia, metaleiros e aposentados, todos dividem a mesma paixão e competem pelo mesmo troféu. Classificação: 12 anos. Sexta-feira (07/6) – A partir das 20h “A PROCISSÃO”: Dir. de Rogério Zagallo (SP, 2012, 13m). Dez mil devotos de “São Marcos de Palestra Itália” pararam as ruas da zona oeste de São Paulo para agradecer as graças recebidas durante seus 20 anos de carreira defendendo exclusivamente a meta alviverde e a da seleção brasileira. Classificação: 12 anos. “OS ÚLTIMOS PROLETÁRIOS DO FUTEBOL”: (The last proletarians of football) de Martin Jönsson, Carl Pontus Hjorthén (Suécia, 2011). Classificação: 12 anos. Imagens de divulgação: 1° Os Rebeldes do Futebol; 2° O Primeiro João 
Serviço: CiNEfoot Local: Museu do Futebol Lugar de exibição dos filmes: Auditório Armando Nogueira (capacidade 180 lugares, sujeito a lotação) Endereço: Praça Charles Miller, s/n Data: de 6/6 a 8/6 Ingressos: Entrada gratuita Horário de funcionamento do Museu: das 9h às 18h (bilheteria até às 17h) Ingressos para visitar o Museu: R$ 6 (inteira) / R$3 (meia-entrada) Tel.: (11) 3664-3848

Postagens mais visitadas