Rádio Bandeirantes exibe série de reportagens “Justiça Privada”

O repórter Pedro Torres também
 fez a produção das matérias
A lentidão do sistema judiciário brasileiro é uma queixa constante da população, porém muita gente não sabe que existe uma opção para fugir de tamanha burocracia. É a chamada “arbitragem”, uma forma alternativa de solução de divergências. A fim de explicar as vantagens e desvantagens deste instrumento, a Rádio Bandeirantes ouviu empresários e advogados especialistas para a série “Justiça Privada”. As reportagens, produzidas pelo repórter Pedro Campos, vão ao ar de segunda, dia 1º, a sexta, dia 5, no “Primeira Hora”, “Jornal Gente”, “Jornal da Hora” e “Jornal em Três Tempos”. O procedimento da arbitragem é simples: basta que as duas partes elejam um árbitro de confiança que, surpreendentemente, não precisa ser um bacharel em Direito. Esta opção cresceu 80% nos últimos 5 anos no Brasil e se consolidou como regra para os grandes contratos. Visando acabar com um litígio, empresas têm desembolsado quantias elevadas para evitar a lentidão da Justiça Pública. Somente no ano passado, 3 trilhões de reais estiveram em jogo nos principais centros particulares de solução de conflitos no país.

Postagens mais visitadas