E agora José?

Emissoras de rádio vivem o dilema: Enviar equipe completa para  cobrir jogo do Santos na Bolívia ou ignorar a partida por causa das grandes  operadoras de tv a cabo 

As principais emissoras de rádio do segmento esportivo  de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre estão preocupadas com a indefinição por parte das  principais operadoras  de TV a cabo do Brasil (Net e Sky) que ainda não retransmitem o sinal do canal Fox Sports, que detém a exclusividade os jogos da Taça Libertadores da América para o canal fechado.
Na Pré- Libertadores os jogos de Inter e Flamengo passaram em canais "alternativos " do Grupo Fox: FX e Speed, o mesmo aconteceu na terça-feira passada com o jogo do Fluminense.
Somente os  jogos das quartas-feiras que são transmitidos pela  TV Globo podem dar um alívio na cobertura de alguns jogos. Mas e a partir da quarta-feira que vem?
A estreia do Corinthians na Venezuela  contra o Deportivo Táchira vai passar na TV Globo para o Estado de São Paulo e parte da rede,  no mesmo horário,  Rio de Janeiro e parte da rede ira acompanhar Lanús e Flamengo. E como as emissoras de rádio vão cobrir a estreia do atual campeão na competição?  O Santos estreia na quarta-feira que vem às 19:45 na Bolívia contra o The Strongest, o  tradicional TUBO (transmissão pela televisão) que ganhou força a partir da chegada das emissoras que cobrem esportes e as principais competições na década de 90 afastou  equipes inteiras dos estádios, pois os diretores das emissoras perceberam o tamanho da economia.
Como essa indefinição  deve se arrastar, principalmente por parte das maiores operadoras do pais, muitas rádios não devem cobrir esse jogo, pois não há tempo hábil de contratar os serviços de uma das "raras" operadoras que incluem o Fox Sports em sua grade. 
Como ficam os milhões de ouvintes de rádio, telespectadores e leitores  com esse impasse?
Será que dá pra comemorar mesmo que seja em uma única partida o  fim do "TUBO" no rádio.

Postagens mais visitadas