quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Entrevista A.A.A. de Carvalho

Há 60 anos no ramo de comunicação
Para fechar o ano o BLOG trás aqui uma entrevista exclusiva com uma dos maiores nomes da comunicação desse país.
Antônio Augusto Amaral de Carvalho, o popular "Seu Tuta" é jornalista, diretor de tv e empresário, seu Tuta é filho de Paulo Machado de Carvalho e presidente da Rádio Jovem Pan. Começou sua vida profissional na Rádio Panamericana em 1949. Em 1951 assumiu a direção da emissora e ficou até setembro de 1953, quando deixou a rádio, transferido para a TV Record pouco antes da sua inauguração (27 de setembro de 1953). A TV Record também pertencia ao grupo de comunicações comandado pelo Dr. Paulo Machado de Carvalho.
Seu Tuta recebeu o BLOG em uma terça-feira a tarde, a entrevista rolou num clima de bate papo, durou uns 25 minutos e foi  realizada em uma das salas da central de operações técnicas da Rádio Jovem Pan o que deixou repórter e o entrevistado bem mais a vontade.
Esse senhor de 80 anos esbanja saúde e bom humor. Entende como poucos do ramo de comunicação, além da carreira falou do IBOPE, na verdade questionou bastante seus métodos de pesquisa e teve a coragem de falar que seus números são mentirosos e que o Instituto é tendencioso. Confira a entrevista:

BLOG - Gostaria que o senhor falasse um pouco da  história da Jovem Pan. Um veículo de comunicação tão respeitado. Uma marca forte!
Como foi essa trajetória de tantos anos tocando uma das principais emissoras de jornalismo e  esporte co Brasil?

Seu Tuta - É, eu sou novo no pedaço. Fiz 25 anos de TV e 35 de rádio aqui na Jovem Pan, então 60. Sessenta anos fazendo alguns gols fora da área, levando alguns também e assim vai.
      “Eu acredito no rádio sempre, o rádio é incrível”
BLOG - E pra quem não sabe, é o senhor que administra até hoje a rádio? Mesmo com toda essa experiência o senhor poderia estar tranqüilo, deixando alguém dirigir a emissora para o senhor, mesmo assim,  faz questão de seguir a frente da rádio?

eu Tuta - Sem dúvidas. Se eu mesmo não fizesse eu ia dar pra quem?  Eu tenho um espelho em casa que eu sempre vou lá e falo: “espelho, espelho meu, quem é melhor do que eu? Ah, não tem, você é bom pra caramba.

BLOG - O rádio ainda é uma paixão, apesar de todas essas mídias, todas essas tecnologias, público novo. Pra quem tá começando agora a ter um contato com o rádio, ainda é uma grande comunicação de massa ou está perdendo espaço para o Facebook, Twitter e outras mídias?

Seu Tuta - Não. Eu acho que não perde nada, junta, aumenta o espaço. Cada um na sua. Falaram que a televisão ia acabar com o rádio, não acabou. A internet veio pra juntar, pra se associar. Eu acredito no rádio sempre. O rádio é incrível. Ele chega falando, chega nos lugares mais distantes. Você ouve o rádio tomando banho, fazendo barba, fazendo outras coisas que não são publicáveis. E tudo de bom, entendeu. O rádio é a maior força que eu acho.

BLOG Qual será o futuro do rádio AM, principalmente nos grandes centros, que tem às vezes algumas dificuldades de freqüência, de ouvir. São as mídias migrando para o telefone, e reproduzem em FM. Qual o futuro especificamente do rádio AM, seu Tuta?   

Seu Tuta - Eu acredito que seja o rádio assumir o lugar das TVs, que é uma idéia de colocar aí no canal cinco. Colocar várias rádios, ou todas as rádios no canal. Então vai ter um som melhor e vai chegar melhor. É claro que o rádio AM sofre. Sofre as conseqüências da grande cidade. Você passeia na Paulista e a Jovem Pan pega um pouco pior, então não pega tão bem, mas se você passar o dial na Bandeirante e nas outras, você vai ver que elas pegam pior que a nossa. Então sei lá, eu acho que vale pra sempre.
     “Muita gente está ouvindo o rádio pela Internet, muita gente”
BLOG - E o que já é feito hoje pelas principais emissoras, reproduzir a programação em FM é um caminho muito bem ser utilizado?

Seu Tuta  - Claro. A nossa  internet (JP) fazemos corrida de automóvel (F1), tem muita gente do Japão, muita gente dos Estados Unidos os ouvintes ficam pendurados na gente.  E quem sai do Brasil hoje em dia, tendo a internet, ele está seguindo a programação da rádio. Pode estar onde estiver, está seguindo a programação, então isso é muito bom. Agora qual o número disso? É difícil de comprovar, vamos dizer, um número grande no Japão, nos Estados Unidos, mas já é um número bem grande.  
  “Fizemos pesquisas por telefone e o resultado do IBOPE era sempre diferente”
BLOG - E quando a gente fala de número a gente tem hoje o principal instituto de pesquisa que na verdade é o único que mede audiência de rádio. Tem até a possibilidade de outro instituto começar a medir a audiência em televisão. Qual a relação da Jovem Pan com o IBOPE? Se a emissora assina o IBOPE? Já foi questionado anteriormente, até pela emissora, alguns números do IBOPE, eu falo isso porque no BLOG a gente também questiona isso. Publicamos os números da audiência, sabemos que é um assunto um tanto quanto delicado. Mas, qual é a relação da Jovem Pan com o IBOPE?

Seu Tuta - Eu acho que não há nenhuma relação. Nós tentamos no passado, há 40 anos, seguirmos o IBOPE, fizemos pesquisa por telefone pra saber o IBOPE. Onde eles vão fazer o futebol? Aonde eles vão pegar? Vão pegar no Brás, em tal rua, em Perdizes. E nós fazíamos por telefone e o resultado era outro diferente. Então eles diziam que quem tem telefone era diferente de quem não tinha telefone. O bairro era o mesmo, a qualidade de vida do pessoal que vive, salário era sempre o mesmo. Cada bairro que você vai é um nível. Então eu achei que isso era fajuto. E depois as coisas fajutas deles, eles fazem pesquisa se você for ver. Vai ver que a Globo, tem na classe A, um grande público, mas não é verdade. E porque que não é verdade? Por que quando eles tocam a campainha num bairro melhor de São Paulo, quem atende é a empregada. E a emprega não vai acordar o patrão e perguntar ou interromper pra fazer isso. Então é um resultado fajuto que isso tem. Tem e não querem mudar, por que a gente fala “pô”, mas é a empregada que vai atender. Não dá certo. E outra coisa, não fazem em prédios. Nosso público tá todo em apartamento. É público de classe média. Então se eles não fazem em apartamento, então grande parte do nosso público tá fora. Então é difícil concorrer.
“ A gente dava uma subida no IBOPE quando assinávamos o Instituto”
BLOG - O IBOPE é contestável até hoje?

Seu Tuta - Ah, sem dúvidas. Por que eu trabalhava na televisão. Então na época que eu trabalhava na televisão, às vezes uma hora caia, não tinha força. Então no teatro Record na Consolação, ficava uma hora sem força. E a gente ia ver no dia seguinte, primeiro lugar. Falava “pô”, como é que é. Ficamos uma hora fora do ar. Ah, mas o público ficava esperando. “Pô”, esperando uma hora. É impraticável. Agora hoje em dia eles têm um sistema novo que é fazer por televisores. Então é um sistema que, aparentemente, todo mundo fala: oh, o sistema é muito bom, perfeito! Eu acho que não é. Porque que não é? Por que eles colocam 100 televisores, ou 150 televisores nas casas, em São Paulo, certo? Só que o televisor não é mudado de casa pra casa. Então o homem do IBOPE fala, não, se a gente fizer uma pesquisa aqui entre quatro pessoas, a audiência que dá é relativa/igual, então deu meio a meio pra cada um, é válido isso aí. Mas se fizer no outro dia com as mesmas pessoas, ou se fizer depois de uma semana com as mesmas pessoas, e se fizer depois de um ano com as mesmas pessoas, o resultado é sempre o mesmo. Não há mudanças. Tem que mudar o pessoal que é entrevistado, que é pesquisado. Então nas casas botam 100 aparelhos e falam: ah, mas não tem condição da gente mudar 100 aparelhos toda semana. Tudo bem. Então eles fazem, se quiserem, uma semana com dias diferentes de uma pesquisa e depois fala, agora nós vamos fazer daqui a seis meses. Quando nós mudarmos os aparelhos de lugar. Porque quem gosta de futebol vai gostar todo dia que ele for perguntar. E quem não gosta de novela não vai gostar nunca.

Entrevistando Seu Tuta em um dos
estúdios da JP
 BLOG - E no caso da rádio, se a Jovem Pan se assinasse o IBOPE, você acha que de repente os números seriam mais favoráveis?

 Seu Tuta - Olha, eu acredito que sim. Eu to sacando uma coisa que é difícil. Mas no passado, quando algumas vezes a gente autorizava a pesquisa que era feita, a gente dava uma subida no IBOPE. Depois outra coisa que eles fazem. Se você notar, você vai ver o seguinte, que a Bandeirantes tem 0,30, A Pan tem 0,28, a Eldorado tem 0,25, mas o mês inteiro, o ano inteiro fica assim. A diferença é mínima. Então o que eles fazem às vezes, eles vão aumentando um dígito pra Bandeirantes, já passou pra 0,31. Aí ele colocou um dígito pra Pan também. Cada um fica satisfeito e fala: poxa vida, estamos melhorando, nos subimos, mas eles não comparam. Então o que acontece, depois alguns meses que eles vão subindo, subindo, eles tem que parar de subir. Por que senão eles atingem um número que nem existe de ouvintes.

BLOG - O senhor acredita hoje que o que é divulgado, por exemplo: a Globo é líder de audiência com bola rolando em programas esportivos. A Jovem Pan lida diretamente com o público mais direcionado para o jornalismo, que tem a concorrência da Bandeirantes. A Jovem Pan concorre com  a Bandeirantes e a Globo com a Capital, é isso? Porque a gente sabe que a Jovem Pan tem pesquisas internas, já mediu muita audiência. Tem uma FM hoje que é um canhão que não aparece nas pesquisas de futebol. Qual a opinião do senhor?

Seu Tuta - Eu não acho que seja isso! Eu acho o seguinte, que a Globo dá 30 de audiência hoje em dia. A Rede TV dá 2, certo? Porque que a Rede TV não tenta aumentar o dela, porque ela fala assim: não a Globo tem 30 é imbatível. Não. Imbatível 30 “não” é Globo, só que sobrou 70.

BLOG - E no rádio o senhor acha que é assim também?

Seu Tuta - Claro! Por que não? E deve variar de dias a dias. Tem dias que você tem uma transmissão melhor, um jogo melhor. Tem que dá mais do que o outro dia que teve um jogo fraquíssimo.
“As agencias de publicidade  aceitam o IBOPE”

“Ninguém nunca viu o IBOPE”

“O IBOPE é mentiroso”

BLOG  - O IBOPE que foi até questionado pelo BLOG, da gente acompanhar no dia a dia de pesquisa na rua. (Tuta diz: nós já acompanhamos) E eles dizem que pode interferir a presença de um repórter. O senhor acha que se houver uma mobilização das pessoas que, não questionam, mas que querem saber mais do IBOPE. Eles podem se sensibilizar e autorizar e se a Jovem Pan tá junto nessa? De repente pra fazer uma matéria no dia a dia com o IBOPE?  

Seu Tuta - Sabe o que acontece? Quem aceita o IBOPE são as agências de propaganda. Não é o público que aceita. Então o que acontece. Pra agência é mais simples botar no primeiro lugar num tanto, num segundo um tanto, no terceiro até ela pesquisar que aquilo tá errado. Se ela provar que o IBOPE tá errado, ela não ter argumento pra vender. Então é esse que o problema. As agências de propagandas que são as grandes culpadas. Porque você vai em certas agências fala: oh, queria anunciar na Jovem Pan. Não, não, eu só anuncio no primeiro. Ah, mais o primeiro é um público mais normal, baixo, é C, D, e a Jovem Pan é A. Não, mas não me interessa, quero colocar no primeiro e acabou.

BLOG - Eu me lembro que teve uma mobilização da Jovem Pan, até questionando o que já foi questionado no BLOG a respeito do IBOPE. Por que o senhor parou, cansou? Pensa em fazer isso novamente ou não vale mais a pena?

Seu Tuta - Não. Na época tinha o show de rádio. Então a gente fez o homem do IBOPE, que chegava na casa das pessoas e falava – vem cá, quantos anos o senhor mora aqui? Trinta anos. Já alguma vez já passou o IBOPE pela sua casa? Não, nunca. Então isso a gente não precisa voltar a fazer, é só pesquisar entre seus amigos, onde você estiver. Numa festa. E pergunta – alguma vez você já viu o homem do IBOPE? Perguntar qualquer tema, qualquer coisa. Pode ser política, rádio, televisão, o que quiser. Ninguém nunca viu.

BLOG - O IBOPE é mentiroso então?

Seu Tuta - Sem dúvidas, né! Vale a verdade deles, né. A verdade que interessa pra eles. Eles faturam as verbas e tudo bem. Eu não me conformo com isso.

BLOG - E isso muda alguma coisa na Jovem Pan?

Seu Tuta - Não, não! Pra nós não muda.

BLOG - E se tivesse um outro instituto de pesquisa pra rádio também, seria interessante?

Seu Tuta - Sabe o que acontece? Nos Estados Unidos o instituto de pesquisa não pertence a ninguém. São grupos capitalistas que botam dinheiro naquilo lá, então faturam. Agora no Brasil é difícil você conseguir isso, por que casa um tem seu interesse. Então uma vez juntaram-se as rádios pra fazer um grupo de emissoras de TV que iam fazer uma pesquisa, tudo bem. Então o que a gente fez. A gente pego, foi fazer uma pesquisa de IBOPE e falou – vamos fazer uma casa. Naquele tempo existiam aquelas antenas particulares, cada um virado para o seu canal. Então no nosso desenho, tinha um garoto em cima da casa virando a televisão, acertando a televisão. Aí o pai lá embaixo com um radinho – filho, 1 a 0, quer dizer, o cara ainda não tinha acertado a televisão e a gente já tava informando. Agora não há o que fazer. Enquanto não tiver alguém que quebra a castanha deles, não adianta. Eles são os que mandam na coisa e é uma coisa terrível. Eu acho que o IBOPE instantâneo é péssimo. Porque você põe um cara lá na escuta, Gugu, sei lá, qualquer um que for programador, aí o programa começa a sair bem, aí ele fica numa entrevista três horas, porque fica dando ou cai, mas só que ele tá enganado porque são só aqueles 100 aparelhos.

BLOG - O IBOPE prejudica o jornalismo? Esse IBOPE de televisão que é segmentado?

Seu Tuta - Sem dúvidas. É péssimo.
“ Na internet quem se mete a besta quase quebram por ai”
BLOG - O senhor tem uma visão empresarial muito boa, porque muita gente fala hoje que o futuro da rádio e da TV é a internet. A Jovem Pan online está no ar  há 4 anos. O senhor teve essa visão antes. Eu gostaria que o senhor falasse um pouco mais dessa mídia que está crescendo, que leva a programação do rádio pra internet?

Seu Tuta - Sabe o que acontece? Acontece que com imagem é muito difícil. É muito caro pra se fazer. Então, você querer se comparar com a televisão é difícil porque o material que se usa de câmera e tudo é um material caríssimo. Então no nosso caso, nós estamos há três anos, mas nós estamos remando assim um pouco, não estamos botando tudo, por quê? Porque é muito caro. Não vê a UOL, alguns que se metem muito a besta quase quebram por aí. Precisam de muito dinheiro pra fazer, entendeu? Então a gente não tem isso.

BLOG - Mas é esse o caminho?

Seu Tuta - Claro! Porque você tem tudo junto. Você não vai ter a imagens, vai ter o som, vai ter outros programas, coisas que você pode fazer. Só que é muito caro, né! Não dá pra se meter a besta, porque, é isso aí, tem que por o pé no chão e ir de acordo com o que dá pra fazer.
“Eu não escuto outras rádios”
BLOG - A gente lembra também, o ouvinte de rádio que, o rádio tradicional ele era muita informação do repórter e hoje, não só na Jovem Pan, Transamérica, Globo, a maioria das emissoras elas estão, não limitando, mas diminuindo o espaço do repórter e ampliando o espaço de comentário. Na Jovem Pan a gente tem o Esporte em Discussão que vem logo depois do programa normal. É um programa que deu certo. Eu queria que o senhor falasse dessa fórmula e se o senhor concorda que cada vez mais o rádio está dando espaço para o comentário, para o comentarista, tanto para o profissional da casa como o ouvinte?

Seu Tuta –  Eu acho que o comentarista tem que ter o espaço dele pra dizer se está gostando do jogo, se a opinião dele é igual a do ouvinte. Mas na verdade o repórter é muito mais importante. Sem dúvida. Veja que as transmissões todas que a gente faz fora, por TV, que foi uma coisa que a gente lançou e que todo mundo achou que era absurda, que imagina a rádio não vai lá pessoalmente, mas ela vai, vai com o repórter. Só que é impraticável se você quiser mandar o seu repórter sábado para Pernambuco, domingo não sei pra onde, depois pra Recife. É impossível. Não a grana que sustente isso aí. Então o que a gente faz, nós temos um repórter em cada cidade. Então o que custa mais barato? Custa mais barato a passagem de avião que é cara, a refeição que é cara, hotel que é caro, e ele presta o mesmo serviço.
“Normalmente eu ouço a transmissão assistindo TV.que é meio desagradável”
BLOG - Isso não descaracteriza a programação do ouvinte diário da rádio?

Seu Tuta - Eu acho que não. Se você ouvir a rádio com um repórter que ta fazendo em Recife, qual é o problema? A diferença é que você teria um Vanderlei Nogueira, um repórter muito mais experiente pra fazer, talvez fizesse um pouco melhor, mas no frigir dos ovos é igual.

BLOG - Quais são os grandes nomes hoje do jornalismo esportivo? Um narrador, um comentarista e um repórter, sem ser da Jovem Pan?

Seu Tuta - Vou dizer uma coisa pra você que algumas pessoas não acreditam. Eu não escuto outras rádios. Não tenho a mínima ideia. Eu não ouço, porque o problema meu é fazer o melhor possível com o pessoal que eu tenho. Não me interessa o que o outro está fazendo. Se eu fizer perfeito, um serviço muito bom, com reportagem..., eu vou ser o primeiro sem querer saber quem tá fazendo pro outro, que é muito complicado.

Blog - Então da casa?

Em 2007 criou a Jovem Pan On Line
Seu Tuta - O Nilson, o Vanderlei, Flávio Prado, são os principais da casa, vai. Não tem. O problema é esse. Nós fazemos muito bem. A transmissão nossa é muito boa, então não tem o que discutir. Normalmente eu ouço a transmissão assistindo TV. Ela é meio desagradável porque ou ela está um pouco adiantada ou atrasada em relação ao jogo, mas aí é minha obrigação. Eu tenho que ouvir, saber que o nosso locutor deu antes o gol, que não é antes, por causa do delay, ou que deu atrasado. Mas aí você verifica o que eles deixam de dar. O que eles não dão do que acontece em campo. 

Confira a entrevista em áudio
 Entrevista Blog Cheni no Campo Tuta Carvalho 2011 by Cheni
Saiba mais da biografia do Seu Tuta clicando aqui

Agradecimentos: Viviane Andrade, Chokito Sat e Aloísio Mathias
Fotos: Cheni no Campo e Jovem Pan

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Jovens comentaristas

Leonardo Fontes foi eleito o melhor
jovem comentarista do rádio de SP
O BLOG agradece a participação de todos internautas que participaram da enquete que ficou por quase um mês no ar.
Foram 767 votos sendo 12 boas opções que escolheram o melhor "jovem" comentarista da cidade de São Paulo, e novamente um profissional da 105 chegou na ponta. 
Parabéns Leonardo Fontes, grata revelação do comentário de São Paulo e um dos destaques da temporada na equipe da 105 FM que que segundo o IBOPE lidera a audiência do rádio esportivo de São Paulo.
O BLOG pede desculpas a dois profissionais que não foram incluídos na pesquisa. Sérgio Xavier e Erich Beting, ambos da BandNews FM que por descuido do editor não foram incluídos na pesquisa.
O intuito da pesquisa é ressaltar o trabalho de jovens profissionais que se destaquem ao lado dos comentaristas mais experientes.
O  termo "jovem"  se refere aos comentaristas que estão há pouco tempo exercendo a profissão ou  profissionais conhecidos em outras mídias que estão começando no veículo rádio.

Ranking dos jovens comentaristas segundo a  votação da enquete:

1º - Leonardo Fontes - 105 FM    __        192 votos  (25%)

2º - Leonardo Bertozzi - Estadão/ESPN__     138 votos  (17%)

3º - Bruno Prado - 105 FM           __        122 votos   (15%)

Marcelo Bechler - Globo                             87 votos   11%
Lombardi Júnior - Capital                            82  votos  10%  
Zé Elias - Globo                                          58  votos    7%
Estevam Ciccone - Bandeirantes                57  votos    7%
Thomaz Rafael - Transamérica                   52 votos     6%
Paulo Massini - CBN                                    51 votos    6%
Alexandre Oliveira - Estadão/ESPN             38 votos    4%
Arnaldo Ribeiro - Estadão/- ESPN               37 votos    4%
Bruno Vicari - Jovem Pan                            31 votos    4%

Vencedores Álbuns Champions

Obrigado a todos que participaram da promoção.
Parabéns ao vencedores Cleyton Santos e Dudu Sports que deixaram seus comentários no BLOG e foram sorteados.
Os vencedores vão receber em casa o álbum completo da Champios League 2011, um oferecimento da Panini.
Mandem por favor email para cheninocampo@gmail.com com telefone e endereço completo.
Parabéns e fiquem ligados que em 2012 teremos novidades e mais promoção por aqui.


O livro ilustrado oficial da temporada 2011-2012 apresenta em 70 páginas a escalação dos 32 times participantes, com os títulos já conquistados pelos clubes em toda a história da competição.
 Os melhores jogadores do mundo fazem parte dessa grande coleção: Kaká, no Real Madrid, Messi, no Barcelona, Pato, no Milan, e Julio César, no Internazionale de Milão, entre outras grandes estrelas estão eternizadas nas figurinhas autocolantes que compõem a coleção.
O álbum traz ainda a tabela completa dos jogos, para que os torcedores e fãs do mais prestigiado evento do futebol europeu possam acompanhar a disputa em todas as suas emoções.

Fotos: Panini

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Jornalista é dispensada em plenas férias

Apresentadora e repórter,
 Vanessa Di Sevo está no mercado
Esquecida no dial am de São Paulo, a Rádio Eldorado tentou se reerguer com a parceira com ESPN em 2006.
Reforço mesmo e investimento só por parte da ESPN que montou um baita time. Enquanto isso coube a Eldorado se virar com poucos repórteres e alguns estagiários.
Deu no que deu,  a diretoria do Grupo Estado  demorou, mas abriu os olhos e resolveu se virar. O se virar no caso foi optar em vender 30% para o Grupo  The Walt Disney Companhy, que detém a marca ESPN
Em março desse ano resolveram mudar o nome da rádio, mas a filosofia por parte do Grupo Estado não mudou.
Foram dispensados ótimos  profissionais que poderiam ajudar a equilibrar a balança da competência, porém não foi isso que ocorreu, resolveram trazer três ou quatro jornalistas de nome e credibilidade pra ver se alguma coisa mudava.
Quando tudo parecia que ia andar pra frente no Grupo Estado (contratação de Haisen Abaki), demitiram mais uma excelente profissional. Trata-se de Vanessa di Sevo que ancorava a programação da manhã da emissora. 
É nítida a diferença entre ESPN e Estadão, a começar pelas redações separadas (Limão/Sumaré). Enquanto a equipe do esporte dá show, contratando e investindo nos profissionais. A direção da Estadão tenta tocar um jornalismo que não emplaca e como o próprio slogan diz :" Faz o que ninguém faz" como por exemplo , demitir uma jornalista  em plenas férias e o pior, em uma época onde se espera pelo menos um pouco de respeito  e sensibilidade do ser humano.
Como era de se esperar o clima na redação do Limão não é bom e quem se mete a questionar a direção  já sabe qual caminho seguir.
É utopia pensar em respeito patronal?
Foto: Cida Souza/Veja SP

CBN é a emissora mais admirada de 2011

A pesquisa Veículos Mais Admirados 2011 apontou pelo décimo segundo ano consecutivo a CBN como marca mais apreciada entre as emissoras de rádio. A Rádio Globo também figura na lista, ocupando a sétima posição no ranking.
O estudo, que mostra as organizações mais admiradas em cada meio de comunicação, é realizado pela Troiano Consultoria de Marca. A empresa calcula o Índice de Prestígio da Marca (IPM) para cada veículo, com base em pesquisa realizada pelo Instituto Qualibest junto a assinantes e internautas cadastrados pelo Meio & Mensagem
Fonte:SGR

domingo, 18 de dezembro de 2011

Barcelona e Santos no rádio

Barça deitou e rolou em cima do peixe
Não deu para o Santos, mas novamente as emissoras de São Paulo deram show na grande transmissão da final do Mundial Interclubes.
Muitas equipes começaram os trabalhas ainda na madrugada, pois era a maneira de ajustar os equipamentos ao vivo, ver se o hotline não caia  e se a qualidade era boa no ar.
A maioria das emissoras abriram a jornada as oito da manhã, emissoras espalharam repórteres pela baixada, quadra de torcida organizada e Vila Belmiro onde a movimentação foi grande.
CBN transmitiu no FM e para toda rede, BandNews FM retransmitiu somente para praças dentro do estado de São Paulo (Ribeirão Preto e Campinas) a Jovem Pan  arrebentou transmitindo em FM e a Globo fez ajustes técnicos e também deu show. Lembrando que somente  Globo e CBN mandaram narrador e repórter e aomente a Transamérica  mandou dois repórteres.
Seja aqui no Brasil ou no Japão, parabéns as emissoras e aos profissionais que mais uma vez mostraram que o rádio esportivo do Brasil é um dos melhores do mundo.
Estadão/ESPN, Transamérica, Globo, CBN, 105, Jovem Pan, Bandeirantes e  BandNews.
E como curiosidade seguem aqui as narrações dos gols da partida - Rádio Catalunya FM 102.8 - narração de  Joaquim Maria Pyal .
A trilha sonora sensacional, espero que gostem.
Barcelona: Messi, aos 16min, Xavi, aos 23min, e Fàbregas, aos 44min do 1º tempo; Messi, aos 36min do 2º tempo
Foto: Reuters

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Portal Terra na decisão entre Santos e Barcelona

Taça FIFA reservada para o Campeão Mundial
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, fará cobertura especial da final do Mundial de Clubes da Fifa, neste domingo (18). Antes e depois da partida entre Santos x Barcelona, marcada para as 8h30 (horário de Brasília), programas especiais trarão a expectativa para o jogo e a repercussão da grande decisão.
Às 8h, uma edição especial do Terra Esportes TV traz o panorama do confronto. Direto do Estádio Internacional de Yokohama, o repórter Celso Paiva informa ao vivo as escalações e o clima do jogo.
Em Santos, Klaus Richmond relata a ansiedade dos torcedores alvinegros antes da decisão. Além disso, ex-jogadores das duas equipes, como Edmilson (ex-Barcelona), Edu e Clodoaldo (ex-Santos) analisam a partida.
Os internautas podem participar da transmissão em tempo real, deixando mensagens no mural de comentários.
Após a partida, que terá narração minuto-a-minuto, um programa especial repercute a partida e a festa do campeão. Além das informações ao vivo direto do estádio, o internauta confere a reação dos alvinegros na cidade de Santos e os comentários de convidados especiais.
O Santos enfrenta o Barcelona após passar pelo Kashiwa Reisol, atual campeão japonês, por 3 a 0. Neymar fez um dos gols e fará um duelo particular com Lionel Messi, candidato a melhor do mundo. Muricy Ramalho tem dúvida na lateral esquerda e Léo pode ocupar o lugar de Durval no setor.
Já o time espanhol pode ter até dois desfalques para a decisão. David Villa fraturou a tíbia esquerda no jogo contra o Al Saad, do Catar, na vitória por 4 a 0 e passará por cirurgia. O goleador poderá ficar até seis meses fora de combate. Além dele, Alexys Sanchez, com problema muscular, é dúvida para Guardiola.
Fonte: AI Terra

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Repórter “comemora” 1 ano da sua “quase morte”

Foto do acidente: Evelson de Freitas - AE
O jornalista Flávio Perez escapou da morte há um ano e aproveitou a data para criticar em sua página no Facebook sua ex-empresa e  a mídia sensacionalista em geral.
Em 2010  mais um helicóptero  do Grupo Estado caia na cidade de São Paulo, e por sorte todos saíram ilesos (veja matéria aqui). Em 2005  o "pioneiro" foi jornalista Geraldo Nunes  da extinta Rádio Eldorado, hoje Estadão/ESPN.
Na oportunidade o repórter aéreo  passava pelo mesmo “dissabor” da profissão (veja matéria aqui)

Confira o texto crítico do jornalista Flávio Perez na íntegra e tirem suas conclusões:

Um ano da saga:  O Datena e o helicóptero

Charge: Manga
18h43....“To vendo sangue no helicóptero...Comandante Hamilton..Cidade parada”

Hoje comemoro mais um aniversário. O primeiro depois do acidente com o helicóptero da extinta Rádio Eldorado. Eu não morri, não quebrei nada, mas amadureci. O Mazembi Day poderia ser classificado como Datena Day. Pelo menos pra mim.
Percebi quanto esse cara tem importância entre os formadores de opinião. Percebi que o jornalismo tem um novo estilo e que os que mais o criticam são os que se pautam por ele. Chatô e Abelardo Barboza morram de inveja.
Sensacionalista, o apresentador quase me matou analisando as imagens do comandante Hamilton. Mas eu não morri. Sem noção, alguns caciques pediram para fazer o Gonzo Jornalismo (eles não sabem o que é isso) e relatar o que estava acontecendo primeiro que o Datena.
Resumo da história: capitalizaram de maneira equivocada um fato para ganhar audiência, no mais puro sensacionalismo datenesco. A minha família não conta, né?
“O entra ao vivo agora que o Datena tá dando” e o “Media training” ficaram na minha cabeça por um ano. Vontade de voltar atrás e dar a resposta merecida? Não. É preciso ser “profissional”, mas receber como um jamais.
A realidade dos repórteres não muda. A maioria recebe abaixo do piso, não tem seguro e faz voos em um fusquinha voador por projeção. As cotas de patrocínio para cobertura por helicóptero continuam gordas. É escolha de cada um, mas o recado foi dado, Geraldo Nunes que o diga.
O melhor é que nesse período realizei meus sonhos profissionais, objetivos vetados na rádio escuta do Datena.
Por isso, Muito Obrigado Datena

Museu do Futebol presta homenagem a Sócrates

Dr. na Copa de 86 no México
Uma ótima dica para os amantes do futebol nesse final de semana é que o Museu do Futebol irá homenagear o eterno Dr. Sócrates nesse final de semana.
Nos dias 17 e 18 de dezembro, o Museu do Futebol - instituição da Secretaria de Estado da Cultura, localizada no estádio do Pacaembu - propõe um desafio especial a todos os visitantes. Quem marcar um gol de calcanhar no Chute a Gol e acertar o alvo, vai levar para casa uma faixa de cabeça especialmente criada para homenagear Sócrates, o eterno capitão da seleção brasileira de 1982, que faleceu no último dia 05/12.
Nesta brincadeira, o visitante pode descobrir a velocidade de seu chute. Atrás da trave está montada uma tela de projeção. Quando a bola atinge a tela, sensores são acionados, de forma que o software determine a posição do chute com precisão aproximada de 20 cm, se o goleiro defendeu a bola e a velocidade média do chute. No momento do chute, é feita uma fotografia e, de posse do ingresso, o visitante pode obter uma cópia da imagem virtual acessando o site do Museu.

SERVIÇO:

“Venha viver um dia de Sócrates no Museu do Futebol”
Onde: Museu do Futebol
Endereço: Praça Charles Miller, s/n
Data: 17 e 18 de dezembro
Horário: das 9h às 17h (permanência até as 18h)
Ingressos: R$ 6 (inteira) /R$ 3 (meia-entrada para estudantes, idosos e professores)
Tel.: (11) 3664-3848
Informações: www.museudofutebol.org.br
Twitter: @_museudofutebol
Facebook: www.facebook.com/museudofutebol

Contrato renovado

André renovou contrato
 com o Esporte Interativo
O jornalista André Henning renovou essa semana seu contrato com o Esporte Interativo por mais cinco anos.
O comunicado oficial foi feito pelo Blog do jornalista que é o principal narrador e um dos apresentadores do EI.
"Meus amigos, é com muita alegria que acabo de renovar meu contrato com o Esporte Interativo até 2016. Fiquei muito feliz por ter sido lembrado por companheiros de outras emissoras, mas ainda temos – eu e Esporte Interativo – muito o que escrever na historia do maior canal de esportes do Brasil" escreveu André que foi sondando pelo  canal FOX Sports.
Veja o texto completo clicando aqui.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Santos vence e transmissões esportivas mandam bem

Neymar comemora 1º gol no Mundial
Na manhã desta quarta-feira as principais emissoras de rádio de São Paulo transmitiram logo cedinho  o jogo de estreia do Santos no Mundial de clubes, vitória por 3 x 1 em cima do  Kashiwa Reysol e se garantiram na final da competição.
As transmissões de rádio não ficaram a desejar, destaques para as equipes da Transamérica (única com dois repórteres no jogo) e Estadão/ESPN que teve ao lado da Transamérica o melhor som  com os repórteres direto do estádio  enviando o melhor som ambiente das jornadas esportivas. O entrosamento das equipes com narradores no Brasil foi perfeito.
Já o som das transmissões da Bandeirantes, CBN (só passou o jogo no am), e Globo ficaram abaixo das expectativas, mas não interferiram na transmissão.
A BandNews que mandou o âncora Edurado Barão colocou o correspondente  por telefone, a emissora deu uma pisada na bola, mas pode melhorar domingo que vem, utilizando melhor o âncora/repórter instalando uma linha do estádio na decisão. Já a CBN também pisou na bola ao colocar a transmissão na esquecida am 780, fato que não deve ocorrer no domingo, com a transmissão indo para boa parte da rede assim como a concorrente BandNews.
Jovem Pan e 105 Fm tubaram daqui e fizeram  uma boa transmissão, a Pan com entrevistas pós jogo com o repórter Luiz Carlos Quartarollo também se destacou.
Domingo a expectativa é que o Santos e as equipes no Japão voltem a dar um show e é claro algumas emissoras façam além do registro de um título santista,  alguns ajustes técnicos.
Foto: Reuters

Tupi na ponta

Segue um trecho da pesquisa oficial no Rio de Janeiro, referente ao trimestre agosto, setembro e outubro.
A briga durante a semana segue acirrada entre Tupi e Globo, tanto no AM quanto no FM.
Segundo os dados do mesmo Instituto de pesquisa a Tupi segue na frente nas jornadas esportivas e com bola rolando aos finais de semana.





RESUMO HORA A HORA DAS EMISSORAS - RIO DE JANEIRO
ÍNDICE DE AUDIÊNCIA (%)
AGO/2011 A OUT/2011












EMISSORA TOTAL 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 14/15
SEGUNDA A SEXTA
TOTAL FM 11,29 1,83 5,61 9,67 17,35 23,10 25,08 24,47 19,70 18,98 20,11
TOTAL AM 2,33 0,87 2,80 4,12 5,19 6,33 4,98 4,44 3,25 3,16 2,98
GLOBO AM + FM 1,59 0,563 2,1452 3,3103 4,2555 6,1953 3,7501 3,2549 1,9146 1,5959 1,4485
TUPI AM + FM 1,59 0,7794 2,1244 2,5671 3,1555 3 2,9515 2,8197 3,0909 2,9705 2,4838
GLOBO AM 1,01 0,3711 1,4649 2,2444 2,7781 3,8179 2,4076 2,1086 1,1283 0,9716 0,8784
TUPI FM 0,83 0,3761 1,1407 1,2741 1,6101 1,5159 1,52 1,5017 1,7363 1,6235 1,3404
TUPI AM 0,76 0,4033 0,9837 1,2929 1,5454 1,4841 1,4315 1,318 1,3546 1,347 1,1434
GLOBO FM 0,58 0,1919 0,6803 1,0658 1,4774 2,3774 1,3425 1,1464 0,7864 0,6242 0,5701

VARIAÇÃO












EMISSORA TOTAL 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 14/15
SEGUNDA A SEXTA
TOTAL FM 3% 8% -1% 3% 7% 5% 5% 4% 3% 2% 2%
TOTAL AM -4% -7% -5% -8% -6% -6% -7% -4% -6% -5% 0%
TUPI AM + FM -1% -7% -13% -9% -8% -2% -1% -1% -1% 3% 6%
GLOBO AM + FM -2% 5% 3% -1% -4% -4% -3% -1% -1% -4% 0%
GLOBO AM -7% 2% 0% -6% -7% -8% -9% -9% -10% -9% -6%
TUPI FM 2% 5% -15% -6% -6% 2% 1% -1% 2% 7% 7%
TUPI AM -4% -18% -10% -12% -12% -7% -3% -1% -5% -2% 4%
GLOBO FM 6% 10% 8% 10% 2% 2% 9% 14% 11% 4% 9%