Após 17 anos, José Trajano deixa comando da ESPN Brasil

José Trajano vai deixar a direção do jornalismo da ESPN Brasil. A partir de janeiro de 2012, ele se dedicará apenas aos comentários. João Palomino será seu substituto no cargo e nas funções executivas.
É a mudança mais significativa na história da ESPN Brasil. Trajano é um dos fundadores do canal. Chegou por lá há 17 anos, quando ainda era TVA Esportes, na década de 90.
Sob o comando de Trajano, a ESPN Brasil contribuiu para ampliar a cultura esportiva do torcedor. O futebol está presente, com dezenas de partidas dos campeonatos europeus e das copas sul-americanas. Contudo, o canal também exibe atletismo, automobilismo, basquete, beisebol, ciclismo, futebol americano, futsal, hóquei, rúgbi, skate, surfe, tênis, vôlei e tantas outras modalidades.
Não importa se há atletas nacionais ou não. Transmissões e programas dedicados aos mais variados esportes privilegiam a informação. A ESPN Brasil é alternativa para o torcedor cansado dos narradores ufanistas, dos comentaristas histéricos e dos apresentadores humoristas.
Trajano sabe que o esporte é coisa séria, não pode ser tratado como brincadeira. Porém, o jornalista carioca também está ciente que é preciso um pouco de leveza, como a brisa do mar que alivia o calor escaldante. Há anos, o canal aposta em uma linguagem leve, sem deixar de priorizar a notícia. Basta ver a descontração presente no "Bate-Bola", no "É Rapidinho", no "Sportscenter", no "Pontapé Inicial" e em outras atrações da casa.
Essa gente que vê graça no jornalismo esportivo virar piada na Globo deveria ficar mais atenta a ESPN Brasil.
Charge: Roberto Kroll
Fonte: Ale Rocha/ Poltrona_Yahoo

Postagens mais visitadas