Decisão da Copa do Brasil vale R$ 3,3 milhões

A noite desta quarta-feira (25) reserva apreensão a torcedores de pelo menos quatro equipes da elite nacional. Coritiba, Ceará, Avaí e Vasco irão se enfrentar, em partidas válidas pelas semifinais da Copa Kia do Brasil, e vencer significa também reforçar as finanças. A classificação à decisão vale até R$ 3,3 milhões, no cenário mais otimista.
Esse número compreende três variáveis: patrocínio pontual, premiação e bilheterias. A exibição de marca no uniforme no jogo final do campeonato, segundo apurou a Máquina do Esporte com fonte de mercado, habituada a negócios dessa natureza, custaria em torno de R$ 150 mil no Vasco, e um pouco menos nos outros três.
Em relação aos prêmios distribuídos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os semifinalistas já garantiram R$ 430 mil. Na decisão, o vice-campeão assegura recompensa de R$ 1,1 milhão, e portanto R$ 670 mil são acrescentados à conta. No caso do campeão, que leva R$ 2,2 milhões, a classificação vale R$ 1,7 milhão.
Para calcular quanto os finalistas podem arrecadar com bilheterias na partida final, a variável menos previsível, foi considerada a renda da decisão da temporada anterior, entre Vitória e Santos. O clube baiano, no Barradão, levantou R$ 1,5 milhão, enquanto os paulistas conseguiram em torno de R$ 1,1 milhão na Vila Belmiro.
Desse modo, no cenário mais otimista, os atuais semifinalistas podem conseguir até R$ 1,5 milhão na partida derradeira, especialmente porque as arenas das equipes envolvidas em ambas as edições não têm capacidades tão diferentes. Desse valor, vale ressaltar, ainda teriam de ser descontadas as despesas do confronto.
A estimativa a respeito dos valores obtidos com bilheterias poderia ser mais precisa, mas os boletins financeiros referentes às quartas de final e às primeiras partidas das semifinais não foram publicados pela CBF, entidade responsável pela tarefa. Assim, as disputas finais da temporada anterior são o parâmetro mais realista.
A composição das equipes que irão disputar o jogo final também deve ser ponderada. Caso Avaí e Ceará vençam seus respectivos desafios nesta quarta, o valor arrecadado seria menor, devido ao tamanho dos estádios Ressacada e Presidente Vargas, respectivamente. A disputa entre Coritiba e Vasco, no entanto, é o parâmetro adotado.
Fonte: Rodrigo Capelo_Máquina do Esporte

Postagens mais visitadas