sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O tempo é o senhor da....

Edição 1342
maio de 2010
Risco Kaká (início da matéria)

"Em volta da mesa estão Dunga, o auxiliar Jorginho, o médico José Luiz Runco e o preparador físico Paulo Paixão. É um almoço da comissão técnica da seleção brasileira. Mas rapidamente o encontro transforma-se em uma mesa redonda sobre a situação dos jogadores brasileiros às vésperas da Copa do Mundo da África do Sul. E a conversa chega em Kaká: craque do time, mas que passou a ser uma interrogação por causa de seus problemas físicos recentes. Ele estará inteiro no Mundial? Tem chance de sentir novamente a lesão no púbis? Sentirá a falta de ritmo de jogo? O Brasil tem um plano B para uma eventual ausência de Kaká?
CBF diz que Kaká NÃO é um risco

Comunicado da CBF desmentindo a Revista http://bit.ly/97NuUB

Íntegra:



Comunicado da CBF sobre matéria na Revista Placar sobre o jogador Kaká
(CBF.com.br) 30/04/2010 18h29CBF

Tendo em vista matéria publicada na Revista Placar, Ed 1342, do mês de maio, com o título na capa "Risco Kaká", a CBF faz o seguinte esclarecimento:
Não é verdade que os integrantes da comissão técnica da Seleção Brasileira, no caso Dunga, Jorginho, José Luís Runco e Paulo Paixão, tenham participado de almoço, transformado em uma "mesa-redonda sobre a situação dos jogadores brasileiros às vésperas da Copa do Mundo da África do Sul", notadamente Kaká, conforme está publicado no primeiro parágrafo da matéria.
Tal almoço jamais aconteceu.
O técnico Dunga e os demais integrantes da comissão técnica acompanham atentamente o desempenho de todos os jogadores convocáveis para a Seleção Brasileira, o que se constitui em rotina de trabalho, não existindo preocupação com a situação de um jogador em especial, no caso Kaká, conforme aborda a matéria publicada na Revista Placar.


Abaixo capa do jornal Marca em sua edição de hoje 13/08.
Texto ao lado do Portal Terra

Médico da Seleção Brasileira afirma que meia fez uma infiltração no pé e outra no joelho durante a
DIOGO DANTAS
O médico da Seleção Brasileira, José Luiz Runco, confirmou que Kaká fez uma infiltração no pé e outra no joelho durante a Copa, mas não para entrar em campo. "Ele fez uma infiltração no pé. Mas não foi para jogar. Fazia parte do tratamento", afirmou Runco.
Em seguida, porém, o médico deu a entender que houve o procedimento (injeção de medicamentos no local da lesão) visando a uma partida: "A infiltração foi feita depois do jogo do Chile, visando o jogo da Holanda. Isso no joelho, no pé foi antes. Ele veio cheio de problemas. Foi o preço combinado desde o início. Ou então seria cortado."
Runco mostrou desconfiança dos procedimentos realizados no clube de Kaká. "Se no Real Madrid ele fez infiltração para jogar, eu não sei. Na Seleção não foi feito", disse o médico, diferenciando o objetivo das intervenções.
"São coisas distintas. Se há uma infiltração para o jogo você não está tratando da lesão. Mas ela pode fazer parte do tratamento. É um procedimento comum."
Sobre as dores no joelho, que Kaká afirma que todos sabiam desde o início do Mundial, o médico diz que as reclamações surgiram no meio da Copa. "Há uma semana, dez dias do fim, mais ou menos", afirmou Runco.
Ano difícil para Kaká
Kaká conviveu com problemas físicos durante a última temporada e teve desempenho na Copa do Mundo prejudicado por suas condições físicas. O atleta admitiu nesta semana ao jornal espanhol Marca que fez infiltrações para conseguir atuar pela Seleção Brasileira e pelo Real Madrid. Apesar disso, o meio-campista negou ter corrido riscos desnecessários e ressaltou que não colocou sua carreira em perigo.
O jogador também disse ao veículo europeu que todos pensavam que suas dores no joelho decorriam de seus problemas no púbis, recorrentes nas atuações pelo clube espanhol. Na última semana, Kaká foi submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo, na Bélgica, para reparar lesão no menisco.

abaixo vídeo com uma parte da entrevista exclusiva
video

Cautela e canja de galinha

A emoção de ver um gol e também ouvir com a narração de um locutor de rádio é alegria dobrada.
Por esse motivo o RIT Esportes presenteou na edição desta quitna-feira 12/8 a torcida do Internacional com os gols e a narração do locutor "empolgadíssimo" da Rádio Bandeirantes de Porto Alegre, Daniel de Oliveira.
Apesar da vantagem é bom lembrar que o Chivas eliminaou a Universidade Católica em pleno Chile e com dois gols de vantagem. Calma torcida colorada.

Coritnhians 1 x Flamengo 0 _ RIT Notícias

Essa matéria foi feita no dia dos Pais, 8-8-2010 no estádio do Pacaembu, onde o Corinthians venceu o Flamengo por 1x0 gol de Elias.

Fonte: RIT TV

Ronaldo visivelmente fora de fora