segunda-feira, 12 de julho de 2010

Balanço da Copa

A décima nona edição da Copa do Mundo começou com muitos receios em relação a organização e principlamente a infra estrutura do país sede, a África do Sul, o continente africano pela primeira vez na história dos mundiais sediaria um dos mais importantes eventos esportivos de todos os tempo.
Trinta e duas seleções começaram a disputa divididas em 8 grupos, foram 9 as cidades sedes e 10 o número de estádios que tiveram partidas, desses 10, 5 foram contruídos.
A média de público badeu recorde mais uma vez, foram 3 178 856 pagantes o que garantiu a excelente média de 49 669,6 pessoas por partida.
Foram baixíssimos os indices de violência, e ainda bem que o que se viu nas arquibancadas foram turístas alegres pela festa e bem recepcionados pelo povo sul-africado, que com suas barrulhentas vulvuzelas deu uma lição ao mundo de como organizar uma copa do mundo e ter o orgulho de mostar o seu país que é tão sofrido no dia a dia, mas se tornou alegre e recpetivo antes, durante e também após o evento.
Seleções tradicionais decepcionam e algumas como França e Itália foram exemplos de incompetência, Brasil e Argentina também tidos como favoritos tropeçaram na soberba de craques exaustos e de uma apatía futebolísta que deve servir de lição para os próximos anos.
Foram 64 jogos e apenas 145 gols,média de 2,27 por jogo, uma das piores médias dos últimos mundiais. Foram 4 artilheiros com 5 gols cada Diego Forlán do Uruguai, David Villa da Espanha, Thomas Mulher da Alemanha e Wesley Sneijder da Holanda foram os artilheiros do mundial com 5 gols cada.
Poucos gols e um futebol tecnicamente abaixo das expectativas que terminou com uma campeã a fúria Espanhola, Essa copa também vai ficar marcada pelo polvo Paul que sequer pisou em solo africano, a vulvuzela que atormenteva no começo do mundial hoje silencia-se e faz falta, a Jabulani, bola mais comentada de todos os mundiais não vai deixar saudades, principalmente para os goleiros.
Mas uma coisa não podemos negar a Copa do Mundo na África do Sul coloca um peso imenso nas costas do Brasil para organizar o mundial de 2014,
Estima-se que mais de 350 mil turistas estaram em nosso pais, que estará duarante o evento no centro das atenções em todo mundo.
O relógio da contagem regressiva já foi acionado, vamos torcer pelo nosso pais e principalmente que a imagem muitas vezes arranhada no exterior, mude e seja a melhor possivel nesse nosso imenso Brasil, e como diz a canção: "Abençoado por Deus e bonito por natureza".

Despejo l

Mal acabou a copa do mundo e os problemas já começaram para alguns veículos de comunicação em São Paulo.
O estádio do Morumbi passará por novas reformas e o setor destinado a imprensa escrita e falada, como as rádios 105 Fm, Capital, além de outros veículos do interior que ficam na parte térrea não terão local para se posicionar a partir desta quarta-feira, quando o São Paulo receberá o Avaí.
Esse episódio de pura desorganização deve ser solucionado da pior maneira possível. O Administrador do estádio deve colocar os jornalistas, narradores e comentaristas em um espaço provisório, o detalhe é que esse espaço fica atrás do gol dos vestiários onde a visão é péssima.
Torço para que isso realmente não ocorra e que uma solução melhor seja encontrada.
Algumas emissoras de São Paulo vão mandar ao estádio apenas os repórteres, narrador e comentaristas e por incrível que pareça, vão transmitir a partida do São Paulo no Morumbi em suas respectivas emissoras em São Paulo.
Que venha a Copa de 2014!

RIT TV entra na grade da Net no lugar da CNT

O pastor RR Soares acaba de adquirir um canal na Net. A emissora de TV do missionário da Igreja Internacional da Graça de Deus, a TV Modelo, ou RIT (Rede Internacional de Televisão) venceu uma oferta pública no final de junho e ocupará nos próximos dias o canal 12 da operadora, vaga deixada pela CNT após o término do contrato.
RR disputou a oportunidade com mais dois grupos e acabou fazendo a melhor oferta, segunda a operadora. Pelas normas, a CNT terá cerca de 30 dias para deixar o canal 12, e a Net deve decidir esta semana se a emissora entrará em outro espaço no seu line up. O contrato do canal evangélico de RR Soares com Net é de dois anos.
Fonte: O Estado de São Paulo