Taça Santander Libertadores gera visibilidade e renda


Começou a fase de grupos da 51ª edição da Taça Santander Libertadores da América
Além da supremacia no continente e a vaga para o Mundial de Clubes da Fifa, no final do ano, o torneio vale novas rendas para os clubes. Sem a presença dos principais times argentinos, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Internacional e São Paulo estão de olho no prêmio de quase US$ 5 milhões que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) dará ao campeão.
Outra fonte de renda é o patrocínio nos uniformes. A visibilidade propiciada pelo torneio está ajudando os clubes a negociarem melhores acordos.
O Corinthians, por exemplo, acertou com a Hypermarcas o maior patrocínio do futebol brasileiro: R$ 38 milhões por ano para estampar as marcas Neo Química Genéricos (peito e costas), Bozzano (mangas), Avanço (axilas) e Assim (ombros).
O Flamengo, por sua vez, fechou com a Batavo, antiga parceira do alvinegro, por R$ 22 milhões anuais para exibir sua marca no meio e nas costas do uniforme do atual campeão brasileiro.
Além disso, Conselho Deliberativo rubro-negro, votará na quinta-feira a proposta do Banco BMG de R$ 10 milhões por ano (sendo R$ 8 milhões pelas mangas do time de futebol e R$ 2 milhões para a equipe de basquete.
A instituição financeira, por sinal, será o patrocinador máster do Cruzeiro, enquanto a varejista Ricardo Eletro estará nas mangas da camisa celeste.
Os valores não foram divulgados, mas a imprensa mineira especulou que os dois parceiros injetarão R$ 15 milhões no clube ao longo de 2010.
O Internacional foi o único dos brasileiros que manteve o time de patrocinadores: Banrisul (peito e costas), Tramontina (ombro) e Unimed (calção).
Por enquanto, apenas o São Paulo entra na disputa com a camisa limpa. O tricolor recusou a proposta de renovação da LG de R$ 24 milhões e encerrou a parceria iniciada em 2001.
A intenção da diretoria é fechar um contrato de R$ 30 milhões.
O anúncio do nome da nova empresa é aguardo no Morumbi para o mês de março.
A competição será transmitida na TV aberta pela Globo, cujos cotistas são Vivo, Casas Bahia, Ambev, Volkswagen e Itaú. A Coca-Cola é a patrocinadora do Top de 5 segundos.
Na TV fechada os jogos serão exibidos pelo Sportv, da Globosat.
Os patrocinadores das transmissões são Fiat, Vivo, Ipiranga, Ambev, Telefonica e HSBC.
Fonte: Meio&Mensagem

Postagens mais visitadas